Com direito a promessa, Carille dava sua primeira coletiva como técnico do Corinthians há dois anos

Com direito a promessa, Carille dava sua primeira coletiva como técnico do Corinthians há dois anos

2.4 mil visualizações 19 comentários Comunicar erro

Carille foi efetivado e apresentado há exatos dois anos no Parque São Jorge

Carille foi efetivado e apresentado há exatos dois anos no Parque São Jorge

Meu Timão / Marco Bello

A temporada ruim vivida em 2016 causava ainda mais ansiedade na Fiel. Nos noticiários, uma série de treinadores, do mais experiente ao mais novo, era relacionada com o Corinthians. A pergunta do momento era uma só: "afinal, quem vai comandar o Timão em 2017?".

Depois de muita procura e muitos rumores, a direção resolveu anunciar sua decisão no dia 22 de dezembro, exatos dois anos atrás. Com oito temporadas de casa, Fábio Carille deixou de ser auxiliar ou interino para momentos específicos e virou treinador. Foi essa, inclusive, uma de suas frases mais assertivas na primeira coletiva, concedida ao lado de Alessandro Nunes e Flávio Adauto.

"Não sou mais interino, não sou mais treinador 'até ali'. Sou o treinador", resumiu, em tom firme.

Leia também:
Carille projeta acompanhar jogos da Copinha in loco: veja quem pode impressionar o treinador
Camisa do Corinthians é eleita a segunda mais bonita do mundo por site especializado

Por seus momentos como interino, porém, a torcida tinha um pé atrás com o novo comandante. Sem se intimidar, Carille logo fez uma promessa para a temporada. Descreveu, mesmo sem saber que grupo teria em mãos, como atuaria em 2017.

"O torcedor pode esperar uma equipe organizada e com muita entrega. As linhas muito organizadas, compactas e muito próximas", prometeu.

Nem mesmo o corinthiano mais otimista imaginava que o técnico fosse cumprir tão ao pé da letra o que disse. Logo de início, o título do Campeonato Paulista veio. Em seguida, foi a vez de surpreender o Brasil, fazer primeiro turno histórico e ganhar o Brasileirão. Em uma temporada, Carille entrava para a história.

Para o comandante, porém, as conquistas ainda não bastavam. Novamente desacreditado, bateu o maior rival fora de casa para levantar o bicampeonato estadual. Agora de volta ao clube, ostenta números excelentes e troféus como principal nome da comissão técnica.

Depois da entrevista, que completa dois anos neste sábado, foram 114 jogos disputados, com 59 vitórias, 32 empates e 23 derrotas.

De volta para 2019, Fábio Carille ainda não concedeu sua primeira coletiva. Mesmo assim, já falou com a imprensa em seu desembarque e, em vídeo publicado pela Corinthians TV, projetou novamente uma equipe de entrega e organização. Tudo que a Fiel quer é, daqui alguns anos, lembrar dessas palavras com a certeza de que, novamente, ele cumpriu com sua palavra.

Veja mais em: Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Corinthianismo é a religião oficial do Corinthians

    Corinthians lança religião própria; assista ao vídeo de divulgação do Corinthianismo

    ver detalhes
  • Urso estreou pelo Corinthians logo contra o São Paulo, um dos interessados em sua contratação

    Ligação do Corinthians em Dubai e... Urso dá explicação emocionante sobre recusa de outras propostas

    ver detalhes
  • Rosenberg comentando a nova campanha do Corinthians

    Rosenberg compara Corinthians à Catalunha e explica religiosidade da nova campanha

    ver detalhes
  • 10 mandamentos da torcida do Corinthians

    Meu Timão previu: em 2016, lançamos os 10 mandamentos da torcida do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes