Corinthians x São Paulo

Pelo Campeonato Paulista, o Corinthians enfrenta agora o São Paulo

Acompanhe ao vivo

Da mímica na Coreia à admiração pelo Corinthians: o primeiro reforço da equipe feminina para 2019

Da mímica na Coreia à admiração pelo Corinthians: o primeiro reforço da equipe feminina para 2019

5.1 mil visualizações 33 comentários Comunicar erro

Giovanna disputou o Brasileirão-2018 pelo Kindermann

Giovanna disputou o Brasileirão-2018 pelo Kindermann

Arquivo pessoal

A entrevista de Giovanna Crivelari ao Meu Timão só não poderia ter acontecido em mímicas por incapacidade do repórter. Se dependesse da experiência no quesito da atacante...

Essa é uma das curiosidades e características do primeiro reforço do Corinthians para a equipe feminina em 2019. Ela já jogou em clubes da China e da Coreia do Sul, além de ter se destacado em tradicionais times nacionais da modalidade, como Santos e Kindermann.

Hoje com 25 anos de idade, Giovanna chega ao Corinthians naquele que considera ser, ao menos até agora, seu auge na carreira. Ano passado, foi artilheira do Kindermann no Campeonato Brasileiro, com oito tentos em 16 jogos - média superior à de qualquer jogador do elenco masculino do Timão, para fins de ilustração. O faro de gol combinado à polivalência dão ao técnico Arthur Elias uma interessante opção para a equipe nesta nova temporada.

"Fui artilheira do Kindermann ano passado. Jogo tanto de meia quanto no ataque, pelas pontas. Do meio para frente, qualquer posição. Vou ajudar bastante a equipe do Corinthians. Tive uma ótima temporada ano passado, foi um dos meus melhores anos. 2012 também, quando disputei Mundial Sub-20 pela Seleção. Cada ano que passo ganho experiência, evoluo. Tenho certeza que agora em 2019 vou crescer ainda mais", disse a atacante.

Pelo catarinense Kindermann, Giovanna enfrentou o Corinthians em 2018

Pelo catarinense Kindermann, Giovanna enfrentou o Corinthians em 2018

Adrielli Zambonin/Divulgação

Crivelari foi anunciada pelo Corinthians apenas depois do Reveillón, mas já tinha conversas avançadas desde o início de dezembro com o clube do Parque São Jorge - pelo qual aliás ela diz ter grande admiração. Nesse período de cerca de um mês, o Timão renovou o contrato de 14 jogadoras. Depois do anúncio de Giovanna, já contratou outros quatro reforços. Em suma: a equipe de Arthur Elias, atual campeã brasileira, vem ainda mais forte para este ano novo.

"Eu fiquei muito muito muito feliz. O Corinthians é um clube enorme, atual campeão brasileiro. Tenho certeza que só tenho muito a ganhar fazendo parte dessa equipe grande que é o Corinthians", descreveu a atacante, antes de emendar:

"Vi que está um elenco bem grande. A base do time renovou, vai continuar. Mais alguns reforços. Acho que o Corinthians só tem a crescer ainda mais e com certeza estar nas finais de todos os campeonatos que vai disputar neste ano de 2019. Vim para somar, para ajudar, para dar meu melhor, para a gente alcançar esses objetivos."

Experiência mundo afora

Além da rodagem em território nacional, que a possibilitou já ter jogado ao lado das agora novamente companheiras de time Gabi Zanotti, Erika, Suellen e Cacau, Giovanna também pode se gabar de ter na bagagem experiência internacional: passou dois anos jogando no chinês Zhejiang Hangzhou e no sul-coreano Gyeongju Citizen.

Giovanna teve passagem de dois anos pelo futebol asiático

Giovanna teve passagem de dois anos pelo futebol asiático

Arquivo pessoal

Como qualquer brasileiro, seja homem ou mulher, jogador de futebol ou turista, Giovanna sofreu com o baque causado pela diferença cultural dos países asiáticos. Nada que a impedisse, porém, de evoluir seu futebol por lá e seguir chamando atenção dos clubes aqui do Brasil - além, é claro, de acumular algumas histórias curiosas para contar...

"Eu joguei dois anos na Ásia. O primeiro foi na China. Bem difícil, não questão de adaptação a futebol, estilo de jogo. Me adaptei muito bem ao estilo de jogo deles. Mas sim à alimentação, costumes do pessoal asiático. É tudo bem diferente aqui do Brasil, da Europa. Tínhamos tradutor. Nosso treinador era japonês. Então era do japonês pro chinês, do chinês pro português, muita gente falando", relatou, entre risos.

"E na Coreia não tinha nem tradutor, foi bem complicado, então a gente ia se virando no inglês, até em mímica", engatou, finalizando o bate-papo não sem antes dar a letra sobre sua personalidade: "E assim vai, o importante é jogar futebol. O resto a gente vai se virando."

Veja mais em: Corinthians feminino e Contratações do Corinthians.

Veja Mais:

  • Gustavo será titular do Corinthians neste domingo

    Corinthians recebe São Paulo para manter invencibilidade na Arena; acompanhe em tempo real

    ver detalhes
  • Cássio e Danilo Avelar serão titulares contra o São Paulo neste domingo

    Com quatro mudanças, Corinthians confirma escalação para clássico contra o São Paulo

    ver detalhes
  • Piscina é destaque no novo camarote da Arena Corinthians

    Camarote com piscina é inaugurado na Arena Corinthians; veja fotos

    ver detalhes
  • Faixa e bandeirão em homenagem do Corinthians neste domingo

    Corinthians presta homenagem às últimas tragédias do Brasil com faixa na Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes