Organizador, forte na bola parada e vice-campeão da Liberta: conheça Sornoza, reforço do Corinthians

Organizador, forte na bola parada e vice-campeão da Liberta: conheça Sornoza, reforço do Corinthians

9.3 mil visualizações 63 comentários Comunicar erro

Sornoza durante apresentação oficial no Corinthians; meia era o camisa 10 do Fluminense

Sornoza durante apresentação oficial no Corinthians; meia era o camisa 10 do Fluminense

Rodrigo Vessoni/Meu Timão

Junior Sornoza foi devidamente apresentado como reforço do Corinthians na tarde da última quarta-feira. O meia equatoriano, de 24 anos de idade, vestiu a camisa do Timão pela primeira vez e, pouco depois, concedeu a primeira entrevista coletiva como atleta do clube, no CT Joaquim Grava. A seguir, o Meu Timão conta a trajetória e revela curiosidades acerca da sétima contratação alvinegra para 2019!

Origem

Sornoza nasceu em Portoviejo, cidade capital da província de Manabí e situada a cerca de 400 quilômetros de Quito, capital do Equador. Seus primeiros passos no futebol foram dados pelo Cristo Rey, pequeno clube da redondeza. Em 2009, quando adolescente, passou a treinar no Independiente del Valle, time do segundo escalão do país.

Promissor, Junior seria alçado ao elenco profissional do Independiente em 2011, mesma época que passou a ser convocado pela seleção Sub-17. Foram cinco temporadas defendendo as cores da agremiação de Sangolquí (região metropolitana de Quito) – afora breve empréstimo no Pachuca, do México, de janeiro a julho de 2015.

Sornoza em ação pelo Independiente, do Equador, onde foi vice-campeão da Libertadores

Sornoza em ação pelo Independiente, do Equador, onde foi vice-campeão da Libertadores

Divulgação

Já em 2016, Sornoza chamou atenção do futebol sul-americano ao liderar o Independiente na Copa Libertadores da América. A equipe ostentou campanha histórica, eliminando o poderoso Boca Juniors, da Argentina, nas semifinais. Na decisão, diante do Atlético Nacional, da Colômbia, empatou no Equador (1 a 1) e perdeu em Medellín (1 a 0), ficando com o vice-campeonato.

Ao longo daquela Libertadores, Sornoza disputou 14 partidas e marcou seis gols (média de 0,4), números que despertaram interesse no Fluminense, que contrataria o meio-campista por 1,7 milhão de euros.

É possível dizer que Sornoza não conseguiu repetir pelo Fluminense o futebol dos tempos de Independiente, ainda que seu início no Rio de Janeiro tenha sido bastante promissor:

  • em 2017, fez 42 jogos, anotando seis gols e ajudando o time a conquistar a Taça Guanabara (primeiro turno do Carioca);
  • já no ano passado, marcou quatro gols em 54 aparições. Ele terminou a temporada com o título da Taça Rio (segundo turno do Estadual).

Ficha técnica

  • Nome completo: Junior Nazareno Sornoza Moreira
  • Apelido: Chino
  • Data de nascimento: 28 de janeiro de 1994 (24 anos)
  • Local de nascimento: Portoviejo, no Equador
  • Altura: 1,66m
  • Peso: 60kg
  • Pé preferido: direito
  • Posições: meio-campista/meia-atacante/ponta-esquerda
  • Clubes onde atuou: Independiente del Valle (EQU), Pachuca (MEX), Fluminense e Corinthians

Características de jogo

Araos e Sornoza durante treino no CT Joaquim Grava

Araos e Sornoza durante treino no CT Joaquim Grava

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Sornoza é um meia clássico, organizador, destro, que gosta de cair pelo lado esquerdo. Tem o costume de finalizar de média e longa distâncias e a precisão na bola parada como uma de seus principais qualidades. No Fluminense, por exemplo, era o responsável por cobranças de falta e escanteio, ponto forte da equipe das Laranjeiras. O equatoriano também possui presença de área e chegou a marcar gols com a camisa do ex-clube ocupando o chamado funil (veja lances mais abaixo).

No Corinthians de Carille, Junior deve atuar na linha de armação pelo centro, função exercida por Jadson no último Campeonato Brasileiro. Embora o técnico ainda não tenha adiantado nada a respeito, há, sim, possibilidade de eles atuarem juntos. O Timão bicampeão paulista em 2018 é prova: naquele 4-2-4, Jadson e Rodriguinho faziam dobradinha no ataque, com Romero e Clayson abertos. Não havia camisa 9 pois Jô havia sido vendido ao futebol japonês na virada do ano.

"Eu gosto de jogar centralizado. Falei com o professor também, ele falou comigo e estou aqui para ajudar meus companheiros e a equipe", reiterou Sornoza na chegada ao CT.

Situação no Corinthians

O jogador desembarcou em São Paulo para acertar com o Timão no dia 19 de dezembro, ocasião em que já falou como atleta corinthiano. Entretanto, devido ao processo para obtenção do visto de trabalho, teve a contratação anunciada somente na terça-feira passada. No dia seguinte, foi apresentado à imprensa no CT, recebendo a camisa das mãos dos diretores Duílio Monteiro Alves e Jorge Kalil.

O reforço custou R$ 11 milhões e assinou contrato válido por quatro temporadas, até dezembro de 2022. Trata-se, como antecipou o Meu Timão, do primeiro equatoriano a vestir o manto alvinegro.

Melhores lances pelo Fluminense

Batizado com nome de ídolo do Flamengo

O primeiro nome de Sornoza é uma homenagem do pai, Gaspar, ao ex-lateral-esquerdo brasileiro Júnior, ídolo do Flamengo e integrante da Seleção Brasileira de 1982, considerada a melhor de todos os tempos. Detalhe: o agora corinthiano só descobriu quem era o tal Júnior durante uma entrevista ao programa Esporte Espetacular, da TV Globo.

"Meu pai é fã do futebol brasileiro e me contou que Júnior é o nome de um grande jogador brasileiro, mas não o conheço. Só sei que foi um grande jogador, é o que meu pai me contou", disse o equatoriano, que acabara de chegar ao Fluminense. Mais tarde, ele conheceria o hoje comentarista de futebol.

Veja mais em: Sornoza, Contratações do Corinthians, Mercado da bola e Especiais do Meu Timão.

Veja Mais:

  • Em noite abaixo tecnicamente, Timãozinho dá adeus à Copa São Paulo; Vasco fará final contra São Paulo

    Corinthians sucumbe nos pênaltis e cai na semifinal da Copinha 2019

    ver detalhes
  • Léo Santos está de volta ao time titular; Corinthians busca primeira vitória após volta de Carille

    Carille saca Marllon e define Corinthians para jogo contra Guarani

    ver detalhes
  • A saída de Romero do Corinthians | #113

    VÍDEO: A saída de Romero do Corinthians | #113

    ver detalhes
  • Gustagol estará outra vez no comando de ataque corinthiano; Carille leva 21 jogadores

    Sem Boselli e Manoel, Carille relaciona 21 jogadores para duelo com Guarani

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes