Carille exalta 'chato' Gustavo e cita Cruzeiro ao justificar espaço a todos os centroavantes

Carille exalta 'chato' Gustavo e cita Cruzeiro ao justificar espaço a todos os centroavantes

Por Rafael Bianco e Rodrigo Vessoni, na Arena Corinthians

10 mil visualizações 68 comentários Comunicar erro

Fábio Carille cumprimenta Gustavo durante o clássico disputado contra o Santos, neste domingo

Fábio Carille cumprimenta Gustavo durante o clássico disputado contra o Santos, neste domingo

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O técnico Fábio Carille comentou, em entrevista coletiva, sobre a situação do atacante Gustavo, que volta de empréstimo ao elenco do Corinthians após ser o artilheiro do Brasil no ano passado. O centroavante teve uma primeira passagem conturbada pela equipe, saindo sem anotar nenhum gol, mas entra para a temporada de 2019 como uma das grandes esperanças da torcida corinthiana.

Gustavo, que foi um dos grandes destaques da equipe no amistoso disputado contra o Santos neste domingo, abriu o placar com uma linda cabeçada após cruzamento pela direita. Fábio Carille comentou suas observações em cima do atacante e como ele pode ser importante para o elenco em 2019.

"Vestir essa camisa não é fácil. E ele chegou de um Criciúma já tendo a responsabilidade de vestir a camisa 9 do Corinthians num momento de transição. Saiu, esteve no Bahia, no Goiás, trabalhou bem e teve destaque no Fortaleza. É um jogador de área e precisamos fazer essa bola chegar para ele. Ele é chato, ataca a bola, chega com qualidade, é um 9 de jogo", disse o treinador.

Leia também:
Reforços atuam pela primeira vez com a camisa do Corinthians; veja análise de cada um
Gustagol marca, mas Corinthians fica no empate em clássico alvinegro de pré-temporada

Carille ainda foi questionado a respeito do seu comportamento durante a comemoração do atacante após o gol, já que o treinador costuma observar os gestos dos atletas, aproveitando para ressaltar a tentativa de manter um elenco próximo e formar uma verdadeira família.

"A questão da comemoração, quando o ambiente está legal, todos os sinais são importantes. Eu gostei, todos se fecharam para a comemoração. Na verdade não fiquei cuidando só dele, cuidei de todos, vai se formando uma família. É procurar ser o mais justo possível para que não tenha dúvidas sobre o nosso trabalho com relação aos atletas", respondeu Carille.

Gustavo durante partida contra o Santos, neste domingo, na Arena Corinthians.

Gustavo durante partida contra o Santos, neste domingo, na Arena Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com um possível bom desempenho de Gustagol durante a temporada, Carille pode encontrar alguns problemas para montar a equipe. O elenco conta ainda com os centroavantes Roger, Jonathas e Mauro Boselli, contratado nessa temporada para ser o grande nome do ataque corinthiano. Entretanto, o treinador ressaltou a chance e importância de manter todos os jogadores.

"Existe a possibilidade, sim, foi algo discutido ainda na Arábia, conversando com a diretoria, coloquei isso. O Cruzeiro tem quatro atacantes, Barcos, Fred, Sassá e Raniel... Vamos ter paciência um pouco. Vamos esperar um pouco mais, a princípio estão todos brigando por seu espaço", finalizou.

Veja mais em: Gustavo e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Treinador Fábio Carille durante treino desta segunda-feira no CT Joaquim Grava

    Carille aumenta números monstruosos e reforça marca: é o rei dos clássicos no Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson e Carille conversam durante treino no CT Joaquim Grava

    Fortalecimento tira Jadson de combate no Corinthians por cerca de 15 dias

    ver detalhes
  • Corinthians recebe o Avenida pela Copa do Brasil na Arena

    Copa do Brasil, Paulistão e jornada dupla no vôlei: a agenda do Timão na semana

    ver detalhes
  • Gustagol fez o segundo do Corinthians e recolocou a equipe à frente do placar contra o São Paulo

    Corinthians vence São Paulo com gols de Gustavo e Manoel e mantém supremacia de meia década

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes