Romero faz Corinthians reviver desgaste com empresa que negociou renovação de Guerrero

34 mil visualizações 387 comentários

Romero segue sem treinar com bola; contrato termina em julho

Romero segue sem treinar com bola; contrato termina em julho

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Após quatro anos no Corinthians, Ángel Romero vive seu momento mais complicado. A pedido da diretoria, com anuência da comissão técnica, o atacante está afastado dos treinos com bola e sequer foi inscrito pelo clube para a primeira rodada do Paulistão.

Tudo porque o paraguaio ainda não renovou seu contrato, que terminará no próximo dia 14 de julho. As tentativas do clube, desde o ano passado, foram infrutíferas. Uma situação que faz o Timão reviver o desgaste com a empresa que agencia a carreira de ex-corinthianos, como Paolo Guerrero.

Leia também:
Adversário do Corinthians na Copa do Brasil recebe proposta e cogita vender mando
Manoel recebe conselho de Mano e diz quando deve estar pronto para estrear
Clássico do Corinthians pelo Paulistão tem horário alterado novamente pela FPF

Romero e a OTB Sports fecharam contrato em junho do ano passado. Desde então, o Corinthians tenta renovar seu vínculo. Em vão. Os responsáveis pela empresa (Bruno Paiva e Marcelo Goldfarb) seguem irredutíveis nas pedidas de luva e salário. O mesmo ocorreu com Guerrero, que foi parar no Flamengo.

A situação do paraguaio está relacionada ao ganho em dólar. Com a moeda americana em alta, Romero já tem um dos maiores salários do elenco, acima dos R$ 400 mil na conversão. Se aceitar as condições impostas pelos agentes, o salário do camisa 11 passaria a ser maior do que o teto do clube, recebido por Cássio, Fagner e Jadson.

Vale lembrar que essa é a quinta temporada de Romero no Corinthians. A cada ano que passou no clube, o jogador ganhou automaticamente um aumento de US$ 10 mil. Em 2019, o paraguaio terá esse aumento automático pela quinta vez. Por isso seus vencimentos em dólar ultrapassariam o teto.

Guerrero e Romero conviveram no Corinthians até maio de 2015; peruano foi para o Flamengo

Guerrero e Romero conviveram no Corinthians até maio de 2015; peruano foi para o Flamengo

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Em tempo: Romero não é o primeiro jogador da OTB Sports que fica afastado sem poder entrar em campo. Zeca, antes do acerto entre Santos e Internacional, Scarpa, antes do acerto entre Fluminense e Palmeiras, foram outros que preferiram comprar brigar com seus clubes sob orientação dos agentes.

A reportagem do Meu Timão ligou para Bruno Paiva e Marcelo Goldfarb, com a intenção de ouvir a versão da empresa sobre o caso de Romero. Os dois empresários não atenderam as chamadas telefônicas.

Veja mais em: Romero, Diretoria do Corinthians e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Pedrinho chamou a atenção da torcida com grande atuação pelo Paulista sub-20

    Joia do Sub-20 do Corinthians ainda tem contrato de formação; clube fala em renovar na 'hora certa'

    ver detalhes
  • Antony decidiu o jogo para o Corinthians

    Corinthians vence o Red Bull Bragantino e assume liderança do seu grupo no Brasileiro de Aspirantes

    ver detalhes
  • Jemerson fará sua estreia pelo Corinthians diante do São Paulo, dia 13, na Neo Química Arena

    Comissão técnica do Corinthians quer Jemerson contra o São Paulo; veja situação do zagueiro

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu na estreia do novo uniforme listrado no NBB

    Corinthians luta até o fim, mas perde para o Bauru e se mantém no meio da tabela do NBB

    ver detalhes
  • É assim que o estágio com Pep Guardiola mexeu com o Corinthians de Mancini

    VÍDEO: É assim que o estágio com Pep Guardiola mexeu com o Corinthians de Mancini

    ver detalhes
  • Processo foi aberto contra o Corinthians e também contra Ronaldo Fenômeno, que recebia parte do valor que a multinacional pagava para expôr suas marcas na camisa alvinegra no final da última década.

    Corinthians e Ronaldo Fenômeno encerram processo após seis anos; clube via bloqueio, R9 com depósito

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: