Peneira histórica no Corinthians: 'Ansiosas, nervosas, mas com os olhos brilhando de esperança'

Peneira histórica no Corinthians: 'Ansiosas, nervosas, mas com os olhos brilhando de esperança'

Por Lucas Faraldo e Sarah Tonon

2.1 mil visualizações 28 comentários Comunicar erro

Parque São Jorge sediou três dias de história peneira para equipe sub-17 feminina do Corinthians

Parque São Jorge sediou três dias de história peneira para equipe sub-17 feminina do Corinthians

Divulgação/@sccpfeminino

"A gente via nos olhos das meninas. Não a realização do sonho, mas o primeiro passo para ser realizado. Foram dias que a gente olhava os olhos delas e via que elas ficavam ansiosas, nervosas, mas com os olhos brilhando cheio de esperança".

Foi assim que Alline Calandrini, ex-zagueira e jogadora do Corinthians até agosto do ano passado, descreveu a histórica peneira feminina realizada entre terça e quinta-feira desta semana no Parque São Jorge. Figura constante em produções da Corinthians TV, ela acompanhou de perto a seleção sem precedentes voltada à criação da equipe sub-17.

Leia também: Ex-jogadoras do Corinthians acompanham e valorizam peneira Sub-17 para time feminino; assista

A peneira recebeu mais de 800 jovens nascidas entre 2001 e 2006. Elas foram avaliadas pela comissão técnica alvinegra, encabeçada pela ex-jogadora Daniela Alves, escolhida pelo Corinthians como treinadora da nova equipe sub-17 feminina. A seleção classificou 35 meninas para período de treinos no clube; mais de 100 foram listadas (o excedente fica numa espécia de lista de espera caso haja problemas com as selecionadas).

Daniela Alves será a técnica do Sub-17 Feminino do Corinthians

Daniela Alves será a técnica do Sub-17 Feminino do Corinthians

Divulgação/@sccpfeminino

O elenco corinthiano, bem como o calendário da categoria para 2019, ainda será divulgado.

"Sem dúvida alguma foi muito muito legal, benéfico para o clube, para as meninas. É difícil ter peneira de futebol feminino. As meninas foram para lá (Parque São Jorge) em busca de seus sonhos. Meninas de tudo quanto é lugar: Norte, Nordeste, Sul...", comentou Calandrini, atendendo telefonema da reportagem do Meu Timão.

Abraçando o projeto de uma equipe feminina de futebol desde 2016, quando ainda tinha parceria com o Osasco Audax, o Corinthians engata agora em 2019 seu quarto ano consecutivo na categoria principal, tendo até aqui somado títulos da Copa do Brasil (2016), da Libertadores (2017) e do Campeonato Brasileiro (2018). Pela primeira vez na história, o clube terá categoria de base para a modalidade das garotas.

"Se os clubes tivessem essa atitude de fazer peneira e tudo, seria excelente. Tem gente em tudo quanto é lugar sem oportunidade de jogar porque não tem futebol em suas localidades. Achei muito positivo elas estarem lá (no Parque São Jorge)", finalizou a ex-zagueira.

Veja mais em: Corinthians feminino e Parque São Jorge.

Veja Mais:

  • Carille comandou última atividade do Corinthians antes da segunda fase da Copa do Brasil

    Carille dribla imprensa antes de jogo contra Avenida; veja provável escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Gustavo deve ganhar aumento e novo contrato, com término em 2022

    Corinthians encaminha renovação de contrato com Gustagol

    ver detalhes
  • Sornoza é o dono da camisa 7 do Timão; sem Jadson, deve engatar sequência como titular

    Sornoza não se vê '100% adaptado', mas celebra início e revela ansiedade pelo primeiro gol

    ver detalhes
  • Méndez deixou a clínica em São Paulo sem falar com a imprensa

    Zagueiro uruguaio realiza exames e deve se apresentar nesta terça-feira no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes