'Corinthians Espanhol' já teve amizade com Balbuena, respeito argentino e até Fiel Torcedor peruano

'Corinthians Espanhol' já teve amizade com Balbuena, respeito argentino e até Fiel Torcedor peruano

29 mil visualizações 84 comentários Comunicar erro

Corinthians tem 'hinchada' América do Sul e mundo afora

Corinthians tem 'hinchada' América do Sul e mundo afora

Bruno Teixeira/Divulgação/Corinthians

Corinthians Espanhol não é uma torcida. Tão pouco um clube de futebol. Trata-se de um perfil nas redes sociais destinado a fazer uma espécie de ponte entre o Timão e qualquer pessoa do mundo que fale espanhol e tenha interesse no clube do Parque São Jorge.

A página (@Corinthians__es) foi criada no início de 2013, há cerca de seis anos portanto, por um corinthiano brasileiro: Guilherme Salermo. "Em 2012, aquela campanha invicta da Libertadores, campeão mundial... Comecei a ver muitos estrangeiros criando carinho pelo clube, pelos títulos", explica o torcedor em entrevista ao Meu Timão.

Guilherme Salermo é o dono da página Corinthians Espanhol

Guilherme Salermo é o dono da página Corinthians Espanhol

Arquivo pessoal

As taças a nível mundial combinadas ao boom do peruano Paolo Guerrero no Timão e à inspiração em "perfis poliglotas" de clubes europeus como Bayern de Munique e Barcelona fizeram de Guilherme Salermo um pioneiro no Brasil com o Corinthians Espanhol. O interesse no idioma, cabe destacar, é motivado pelo fanatismo pelo argentino Carlitos Tevez.

Num primeiro momento, a página foi crescendo com seguidores brasileiros interessados na ideia de Salermo. A idolatria cada vez maior de Guerrero e o futebol vistoso apresentado pelo Corinthians nas campanhas da Libertadores e da Recopa Sul-Americana de 2013, contudo, serviram de impulso para o perfil. "Enxerguei ali que o Corinthians era respeitado e temido. Quando caiu o sorteio das oitavas contra o Boca, os argentinos estavam: 'Nossa, pegamos o atual campeão mundial'. Entrei na onda. Fui pegando o jeito de dirigir a conta, atrair torcedores de fora do país. Hoje estamos com quase 38 mil seguidores", relatou.

Corinthians do primeiro semestre de 2013 tinha elenco de respeito

Corinthians do primeiro semestre de 2013 tinha elenco de respeito

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Neste bate-papo com a reportagem do Meu Timão, o criador e administrador do Corinthians Espanhol contou algumas curiosidades vivenciadas ao longo dos anos em que vem lidando com "la hinchada Fiel". O zagueiro Fábian Balbuena, por exemplo, era fã incondicional da página e trocava mensagens frequentemente com Salermo. O ex-corinthiano e seu compatriota Ángel Romero, aliás, são responsáveis por uma espécie de "onda paraguaia" crescente de torcedores da América Latina interessados no Timão nos últimos tempos.

Leia também: 'Transferência de Bruno Méndez ao Corinthians bem encaminhada', diz presidente de clube uruguaio

Ah! E engana-se quem pensa que Salermo tem algum tipo de lucro ou ganho pessoal com a página. Muito pelo contrário: ele fica triste de ver diversos clubes brasileiros comprarem a ideia de forma oficial enquanto o Timão, mesmo com cada vez mais gringos em seu elenco, não segue os passos extraoficiais (e pioneiros) de seu Corinthians Espanhol.

Confira abaixo o bate-papo com do Meu Timão com o Corinthians Espanhol

Torcedores sul-americanos sobre o Corinthians: medo ou respeito?

A percepção que eu tenho é que eles tem um grande respeito pelo Corinthians, admiração pelo clube, pela estrutura que é o Corinthians. E também pelos últimos anos, ser o último sul-americano a conquistar o mundo, enxergam como o último sul-americano a ganhar o Mundial de Clubes, tendo muito respeito. E o que leva o interesse também é a Arena Corinthians, estádio mundial, a Argentina jogou bastante aqui já. A marca Corinthians hoje em dia é vista com muito respeito e grandeza. Recebia antigamente muita mensagem perguntando sobre como conseguir camisa do Corinthians na Argentina, no Paraguai...

Argentinos lotaram Arena Corinthians na Copa do Mundo de 2014

Argentinos lotaram Arena Corinthians na Copa do Mundo de 2014

Reprodução/Youtube

Nacionalidades mais participativas na página

Isso varia muito de momento. Entre 2013 e 2015, foi a fase dos peruanos por causa do Guerrero, queriam saber das notícias, ver os gols. Depois criei um vínculo enorme com o Paraguai, que hoje em dia é a maioria no meu Twitter por causa do Romero. Existe uma carência no futebol paraguaio de ídolos. Jogador que se destaca internacionalmente, ainda mais sendo da base do Cerro Porteño ou do Olimpia... E por ser um país que é um irmão da gente, eles veem o Brasil, o Corinthians, com outro patamar em relação a eles. Ver um paraguaio brilhar no Corinthians é uma espécie de auge para eles, não precisa nem estourar num clube europeu.

Peruano interessado em fazer Fiel Torcedor

Me lembro de um peruano que mandava mensagem falando que ele queria saber o que era CPF brasileiro, porque ele queria ser sócio-torcedor do Corinthians lá no Peru. E eu não tinha como ajudar ele (risos). Essas coisas têm de monte... Também os gringos perguntando como adquirir camisa e produtos do Corinthians. Uma que estourou bastante agora foi a linha do Senna.

Participação em rádio colombiana

Quando o Corinthians jogou contra o Santa Fe, na Libertadores de 2016, um jornalista de uma rádio de Bogotá entrou em contato comigo para eu entrar em contato ao vivo via WhatsApp pra falar lá na rádio colombiana sobre o Corinthians. Esse dia foi bastante legal pra mim.

Amizade com Balbuena

Fiquei muito feliz quando o Balbuena começou a seguir a página e comentava direto, comecei a conversar direto com ele, que via o apoio do povo paraguaio. Isso foi bastante gratificante para mim. Ele entrou em contato comigo um dia, a pedido do Romero, para eu avisar meus seguidores de que determinado perfil no Twitter sobre o Romero era falso. Me senti muito importante.

Romero e Balbuena jogaram juntos no Corinthians entre 2016 e 2018

Romero e Balbuena jogaram juntos no Corinthians entre 2016 e 2018

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Romero, Sergio Díaz, Ángelo Araos, Sornoza, Boselli e talvez Bruno Méndez: o peso dos gringos na visibilidade

Hoje em dia o Santos com o Sampaoli, Carlos Sanchez, Derlis Gonzáles... Acho que foi esse um dos motivos de eles terem feito uma conta agora há pouco em espanhol. Igual aqui com Guerrero, Romero... Os jogadores são um dos fatores fundamentais para os estrangeiros criarem vínculo com o clube daqui. E não tendo como base apenas o clube, mas sim para o mercado, a seleção deles. O Balbuena antes de vir para o Corinthians era apenas um reserva ali. A partir do momento em que foi conquistando respeito, títulos, os paraguaios passaram a pedi-lo titular na seleção. Se concretizar agora a chegada desse novo zagueiro uruguaio, não apenas o clube ganha holofote para atrair estrangeiros, mas o próprio jogador para sua carreira a nível nacional e internacional.

Frustração com o Corinthians

Na época, fui pesquisar e vi que nenhum time brasileiro tinha perfil em espanhol. Criei para ser o pioneiro mesmo. Mesmo não sendo oficial, poderia dar certo. Depois Flamengo, São Paulo, clubes começaram a criar. Fico triste, porque é um público que vai agregar muito à marca Corinthians, venda de produtos, até um planozinho para fora do país de sócio-torcedor. O Corinthians não tendo um projeto desses, só tem a perder. Isso mostra que às vezes o marketing, que tem coisas boas, peca em determinados assuntos. Tenho certeza também que, a partir do momento que o Corinthians quiser embarcar num projeto desses, ser algo oficial, ficarei muito feliz. Na hora excluo a minha, falo para o povo migrar para essa conta oficial. Foi um prazer ter ajudado, sabe? Eu com certeza ficarei muito feliz se isso acontecer no futuro ou em breve mesmo.

Veja mais em: Torcida do Corinthians, História do Corinthians, Títulos do Corinthians, Romero e Balbuena.

Veja Mais:

  • Jogador fez duas temporadas pelo time baiano antes de ir para a Arábia

    Corinthians acerta contratação de meia que trabalhou com Carille na Arábia

    ver detalhes
  • Jogadores que não atuaram diante do Avenida-RS treinaram no CT Joaquim Grava

    Corinthians se reapresenta no CT; Carille esboça time reserva para encarar o Botafogo-SP

    ver detalhes
  • Cássio falou com a reportagem do Meu Timão na tarde desta quinta no CT

    Ao Meu Timão, Cássio analisa primeiro gol do Avenida-RS; goleiro enaltece reação da equipe

    ver detalhes
  • Rosenberg foi duramente questionado por conselheiros do clube

    Conselheiros do Corinthians enviam carta para Andrés com críticas a Rosenberg; leia na íntegra

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes