Carille banca Gustavo titular do Corinthians e explica por que Boselli está na reserva

Carille banca Gustavo titular do Corinthians e explica por que Boselli está na reserva

Por Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni, no CT Joaquim Grava

33 mil visualizações 190 comentários Comunicar erro

Gustavo e Boselli atuaram juntos no segundo tempo do jogo entre Corinthians e Ponte Preta

Gustavo e Boselli atuaram juntos no segundo tempo do jogo entre Corinthians e Ponte Preta

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Entre as muitas incógnitas ainda existentes em relação à escalação ideal do Corinthians para 2019, talvez a mais repercutida entre torcedores seja em relação ao centroavante titular. O técnico Fábio Carille, porém, tratou de colocar um ponto final na discussão. O homem-gol do Timão neste início de 2019 é Gustavo. E Mauro Boselli começa o ano como reserva.

"Vamos deixar as coisas bem claras, não é 'um centroavante, Jadson e Love", rebateu o treinador, em entrevista concedida nesta quarta-feira, no CT Joaquim Grava, ao ser questionado sobre os jogadores a serem escalados na tal formação ideal.

"Hoje é o Gustavo, enquanto não me mostrar o contrário, o Gustavo é titular do time", acrescentou. O camisa 19 do Corinthians, goleador máximo do futebol brasileiro ano passado, já é o artilheiro do time em 2019, com três tentos. No Dérbi de sábado, foi ele quem cabeceou a bola que, no rebote do goleiro palmeirense, se tornaria gol de Danilo Avelar.

Ao justificar a reserva para Mauro Boselli, experiente centroavante de 33 anos tido como principal contratação do Corinthians para a temporada, Carille citou a "intensidade mais baixa" do futebol mexicano, onde o argentino jogou nas últimas cinco temporadas.

"O Boselli vem de um futebol com intensidade mais baixa, precisa entender isso e vai entender. Por enquanto, o centroavante é o Gustavo", reforçou.

Boselli foi titular ao lado de Vagner Love em jogo-treino na última segunda-feira

E o resto do time?

Carille falou com detalhes nunca antes expressados pelo treinador sobre o novo esquema tático colocado em prática contra o Palmeiras. O meio de campo com Ramiro e Sornoza mais centralizados e próximos de Ralf faz da formação um 4-3-3, de acordo com o treinador. Nesse cenário, Jadson e Mateus Vital atuam mais abertos e se relacionando com Gustavo. Para o jogo desta quinta-feira contra o Ferroviário-CE, Vagner Love entra no lugar de Vital.

"É um 4-3-3 porque Sornoza e Ramiro jogaram praticamente na linha do Ralf, baixo. 4-1-4-1 jogadores de dentro jogam mais avançado. Eu precisava fechar espaços com flutuação de Lucas Lima e Scarpa. Por isso considero 4-3-3", explicou o comandante corinthiano.

"E hoje vou trabalhar assim, mas daqui a pouco posso trazer o Ramiro para dentro, fazer um meio de campo mais forte e voltar para o 4-1-4-1 com outras características. Estou procurando forma de jogar, não posso demorar, mas tenho que dar rodagem para esse time."

O treinador ainda fez questão de enfatizar: não há uma escalação ideal já definida nem mesmo em sua cabeça para a temporada de 2019 do Corinthians.

"Não é porque esse time que vai jogar amanhã que vai ficar, é o começo. A gente tem que olhar o elenco e o time durante a competição, com jogadores chegando, tendo entendimento, entendendo o que é o Corinthians, caso de Richard e Sornoza. Envolver o adversário e ter conjunto requer tempo", finalizou.

Veja mais em: Fábio Carille, Mauro Boselli, Gustavo e Escalação do Corinthians.

Veja Mais:

  • Jogador fez duas temporadas pelo time baiano antes de ir para a Arábia

    Corinthians acerta contratação de meia que trabalhou com Carille na Arábia

    ver detalhes
  • Jogadores que não atuaram diante do Avenida-RS treinaram no CT Joaquim Grava

    Corinthians se reapresenta no CT; Carille esboça time reserva para encarar o Botafogo-SP

    ver detalhes
  • Cássio falou com a reportagem do Meu Timão na tarde desta quinta no CT

    Ao Meu Timão, Cássio analisa primeiro gol do Avenida-RS; goleiro enaltece reação da equipe

    ver detalhes
  • Rosenberg foi duramente questionado por conselheiros do clube

    Conselheiros do Corinthians enviam carta para Andrés com críticas a Rosenberg; leia na íntegra

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes