Casagrande analisa uso da imagem de Sócrates e faz apelo ao marketing do Corinthians

Casagrande analisa uso da imagem de Sócrates e faz apelo ao marketing do Corinthians

Por Meu Timão

10 mil visualizações 126 comentários Comunicar erro

Casagrande fala sobre Sócrates e campanha de marketing do Corinthians

Casagrande fala sobre Sócrates e campanha de marketing do Corinthians

Reprodução/TV

O lançamento do Corinthianismo, a religião própria do Corinthians, gerou debate entre torcedores. Até mesmo um ilustre alvinegro decidiu opinar: Walter Casagrande.

Durante participação ao vivo no programa Bem, Amigos!, do SporTV, no qual também estava presente o diretor de marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg, Casagrande analisou a utilização da imagem de Sócrates na campanha lançada na última noite pelo Timão.

"É um envolvimento muito perigoso. Até porque o Sócrates não está aqui. Não sei se ele se colocaria nessa posição, (falo) por opinião própria", declarou inicialmente, se referindo à metáfora do ex-camisa 8 como uma espécie de deus neste religião corinthiana.

Na sequência, Casagrande pediu mais tempo para explicar com detalhes seu posicionamento sobre a campanha de marketing. Em suma: ele imagina que Sócrates, seu ex-parceiro de Democracia Corinthiana, não se auto-proclamaria protagonista da história alvinegra. Mas entende que a Fiel veja o ex-meia dessa forma. O comentarista também afirmou não enxergar problema no sentido de a ação ferir alguma religião.

"Não vou falar como comentarista, pois teria uma visão crítica, nem vou falar como jogador. Vou falar como corinthiano. Minha família todinha era corinthiana, só ouvia falar disso em casa, as histórias que ouvia contar era da quebra do tabu do Santos, da Copa de 1970, que o Rivellino era melhor que o Pelé (...) Na escola eu era zoado que meu time não ganhava, vi a maravilhosa invasão de 76, o título de 77. Como torcedor, eu acho que a torcida do Corinthians é sofredora", ponderou o ex-atacante.

"Vejo da seguinte maneira: não pega (não fere) religião alguma, se encaixa muito bem com a torcida corinthiana. Por conhecer o Sócrates, acho que ele não se colocaria nessa posição. Ele era humilde, um cara que todos valiam a mesma coisa na roda dele. Mas o torcedor corinthiano olha o Sócrates como um deus, um profeta", acrescentou.

Mas engana-se quem pensa que Casão terminou sua fala só com elogios e críticas ponderadas. O também ídolo corinthiano cobrou ao vivo de Rosenberg um preço não-abusivo dos produtos da campanha que serão colocados à venda ao torcedor.

"Agora vem a pergunta: isso vai ser comercializado, quanto vai valer isso? (kit com produtos da campanha)", questionou Casagrande, em referência a uma caixa personalizada com flâmula de Sócrates, dez mandamentos e outros itens exclusivos.

"Ganhar dinheiro com essa campanha não passa na nossa cabeça. O grande desafio do marketing é ganhar a auto-estima do torcedor", respondeu Rosenberg, sem detalhar o preço que será cobrado pelo kit ou qualquer outro produto ligado ao Corinthianismo.

"O torcedor corinthiano é um sofredor. Vai sofrer (também) para comprar esse produto? (...) Faço um pedido: faça um preço acessível (do kit) para que todos os torcedores possam comprar", rebateu, e finalizou, Casagrande.

Confira o vídeo de lançamento do Corinthianismo

Veja mais em: Ações de marketing.

Veja Mais:

  • Gustagol salvou o Corinthians de um revés em Araraquara

    Gustagol sai do banco, marca no fim, e Corinthians respira nas quartas de final contra Ferroviária

    ver detalhes
  • Gustagol e Clayson foram os corinthianos donos das melhores notas das torcida

    Gustagol é disparado o craque do Corinthians no empate com a Ferroviária; veja outros destaques

    ver detalhes
  • Walter entrou no lugar de Cássio, que sentiu dores e foi substituído ainda no intervalo

    Diretor do Corinthians explica decisão sobre Walter: 'Uma conversa de amigo'

    ver detalhes
  • Avelar segue sendo titular da equipe e atuou contra a Ferroviária neste domingo

    Diretor de futebol atualiza posição do Corinthians sobre contratações de Arana e Avelar

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes