Corinthians vira no fim, despacha o Avenida e avança na Copa do Brasil

Corinthians Corinthians 4 x 2 Avenida Avenida

Copa do Brasil 2019

Corinthians vira no fim, despacha o Avenida e avança na Copa do Brasil

35 mil visualizações 1.579 comentários Comunicar erro

Corinthians fez dois gols no final do jogo e garantiu a classificação

Corinthians fez dois gols no final do jogo e garantiu a classificação

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Grande parte da torcida do Corinthians tem orgulho em se rotular como sofredora. Na noite desta quarta-feira, porém, ninguém imaginava que Carille e seus comandados levariam isso tão ao pé da letra.

Após sair perdendo por 2 a 0, o Timão foi buscar uma virada heroica já na reta final da segunda etapa, garantindo a classificação à próxima fase com um suado 4 a 2. Os tentos da partida foram marcados por Henrique, Danilo Avelar, Júnior Urso e Gustavo.

Os escolhidos de Carille: o treinador alvinegro gostou do desempenho da equipe em vitória por 2 a 1 no Majestoso disputado no último domingo. Por isso, de forma inédita, repetiu o time titular para o jogo contra os gaúchos - até o momento, tinham sido dez escalações distintas em dez partidas no ano.

Sendo assim, o Timão entrou em campo com Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso, Pedrinho, Sornoza e Clayson; Gustavo.

Carille repetiu escalação do Majestoso

Meu Timão

O Avenida, por sua vez, foi ao gramado da Arena com Fabiano Heves, Felipe Cordeiro, Yuri, Claudinho e Márcio; Carlinhos, Felipe, Jô e Welder; Flávio Torres e Tito.

Agenda alvinegra: o próximo compromisso do Timão está marcado para domingo, às 19h, contra o Botafogo, pelo Campeonato Paulista.

Primeiro tempo

Os torcedores do Corinthians até coitavam um jogo difícil na Arena, mas nem o mais pessimista imaginaria o início da partida contra os gaúchos. Mesmo com Sornoza dando bom cartão de visita, finalizando com perigo, os comandados de Carille não conseguiram se impor e rapidamente foram surpreendidos.

Aos três minutos, o Avenida aproveitou bem escanteio e abriu o placar com Yuri. Aos nove, Gustagol até bateu com perigo após rebote em falta, mas o gol foi sair do outro lado. No contra-ataque, Tito bateu cruzado e ampliou para os visitantes.

Com a vantagem, o time do Sul passou a atuar mais fechado, dificultando a criação de jogadas do Corinthians. Aos 17, Júnior Urso ameaçou finalização, mas foi travado. No lance seguinte, Danilo Avelar foi acertado pelo goleiro adversário, mas o juiz não viu penalidade.

As chances continuaram, mas sem grande perigo. Aproveitando cruzamento de Clayson, Pedrinho cabeceou rente ao travessão. Querendo criar mais, Carille sacou Ralf e foi para cima, mandando Vagner Love a campo.

A entrada do atacante, porém, não pareceu surtir efeito positivo, bagunçando um pouco a equipe, que passou a encontrar ainda mais dificuldades. A única boa chance veio com Gustavo, que tentou aproveitar boa jogada de Clayson finalizando de letra.

Mesmo não vivendo bom momento, o Corinthians seguiu rondando a área adversária e foi premiado. Aos 46, a equipe ganhou uma falta perigosa e, enfim, conseguiu diminuir. Livre, Henrique aproveitou bom cruzamento de Pedrinho para marcar, dando um gás maior para a ida aos vestiários no intervalo.

Henrique diminuiu no último lance do primeiro tempo

Henrique diminuiu no último lance do primeiro tempo

Reprodução/TV

Segundo tempo

O técnico Fábio Carille usou do intervalo para tentar encaixar suas peças em campo. Para isso, tentou definir melhor a posição de Love e, de início, teve sucesso. Mais organizado, o Corinthians começou bem a etapa final e rapidamente criou oportunidades. Se lançar ao ataque, porém, tem o bônus e o ônus.

No primeiro minuto, Pedrinho finalizou bem e levou perigo ao gol de Fabiano. Pouco depois, no entanto, o Avenida aproveitou bom contra-ataque e Tito finalizou na trave, arrancando suspiros da Fiel presente em Itaquera.

A sequência de lances ilustrou bem o que seria o segundo tempo. Aos oito minutos, Sornoza bateu forte e Clayson quase aproveitou o rebote. No lance seguinte, Tito foi novamente lançado e por pouco não conseguiu finalizar cara a cara com Cássio.

Com os visitantes cada vez mais recuados, o Timão passou a dominar as ações do jogo. Em bela tabela pela direita, Fagner achou Love dentro da área. O atacante, porém, parou em grande defesa de Fabiano. No rebote, Pedrinho bateu para fora.

Aos 20 minutos, Clayson sofreu falta perigosa na entrada da área. Assim que levantou, o camisa 25 deixou o gramado para dar lugar a Díaz. Na cobrança, Sornoza arrancou o grito de gol de uma série de alvinegros, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

As chances de perigo continuaram surgindo. Aberto pela direita, Love cresceu na partida e, em belo lance, finalizou firme na trave com a perna esquerda. Díaz, meio no susto, não conseguiu aproveitar o rebote. Na jogada seguinte, o camisa 9 repetiu o movimento e bateu novamente com perigo. Dessa vez foi Gustavo quem quase aproveitou a sobra.

Como dizem no ditado popular, água mole em pedra dura... Pressionando, o Corinthians empatou a partida aos 31 minutos. Em nova boa cobrança de falta, Sornoza achou Danilo Avelar, que desviou e marcou seu segundo gol na temporada - foi a quinta assistência do equatoriano em 2019.

Nos últimos minutos da partida, o Timão seguiu em cima, rodando muito a bola e tentando finalizações de fora, sobretudo com Pedrinho. Para incomodar ainda mais a defesa adversária, Carille sacou Sornoza e colocou Mauro Boselli, aos 40 minutos.

Pouco tempo depois, a ofensividade deu resultado. Em contra-ataque, Gustavo virou boa bola para Júnior Urso, que teve tempo para dominar e bater de três dedos. A bola ainda desviou na zaga antes de entrar e sacramentar a virada alvinegra.

Mais tranquilo, o Timão trabalhou a bola e, sob gritos de olé, marcou o quarto gol com o artilheiro Gustavo, que bateu com categoria para encerrar o confronto no 4 a 2 e garantir a classificação de Carille e companhia.

Veja mais em: Copa do Brasil.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes