Ao Meu Timão, Cássio analisa primeiro gol do Avenida-RS; goleiro enaltece reação da equipe

Ao Meu Timão, Cássio analisa primeiro gol do Avenida-RS; goleiro enaltece reação da equipe

32 mil visualizações 334 comentários Comunicar erro

Cássio falou com a reportagem do Meu Timão na tarde desta quinta no CT

Cássio falou com a reportagem do Meu Timão na tarde desta quinta no CT

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O primeiro gol e o sufoco em si para vencer o Avenida-RS na Arena Corinthians eram evitáveis. Essa é a impressão do goleiro Cássio, um dos principais líderes do elenco alvinegro. Em entrevista exclusiva ao Meu Timão, o camisa 12 falou pela primeira vez sobre os dois assuntos.

Culpado do primeiro gol dos gaúchos na visão de parte da torcida e de muitos jornalistas, Cássio reconheceu que colaborou com a tomada de decisão no lance.

"Eu tentei fazer o movimento, de repente poderia ter agido melhor, tentei fazer o movimento de espalmar a bola, mas ela acabou rodando no meu punho e entrando no gol. Eu poderia ter feito uma ação melhor, ter feito a defesa, na pior das hipóteses ter espalmado para o meio da área para alguém tirar", afirmou o goleiro, que completou.

"Eu tomei um gol defensável", resumiu.

Leia também:
Ainda com Osmar Loss e Roger, Corinthians não vencia duas seguidas há 30 jogos
'Achamos que iríamos silenciar o estádio. Mas foi o contrário', diz técnico do Avenida
Gols importantes viram marca de Danilo Avelar no Corinthians

Em relação à necessidade de virar o jogo para se classificar, após levar dois gols em apenas nove minutos, o goleiro foi na mesma linha: uma situação que poderia ter sido evitada por ele e seus companheiros.

"A gente precisava ter entrado mais concentrado, entramos com a guarda baixa. Aconteceu isso nos dois jogos da Copa do Brasil, e acabamos tomando os gols. O ponto positivo é que fizemos o que o professor (Carille) pediu, conseguimos envolver a equipe deles, reorganizamos a equipe, melhoramos e controlamos o jogo. Mas serve pra todo mundo, inclusive pra mim, para entrar mais ligado", lembrou.

"Essas equipes não têm nada a perder, se der certo está bom...se der errado também está bom. Não acho que faltou respeito a outra equipe, nós mesmos precisamos entrar diferente, aconteceu até mesmo no Paulista. Tínhamos alertado, falamos sobre isso, nós mesmos que fomos culpados disso", finalizou.

O Corinthians volta a campo neste domingo, contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

Veja mais em: Cássio e Copa do Brasil.

Veja Mais:

  • Goleiro não vestirá a camisa do Corinthians na próxima temporada

    Corinthians descarta renovação contratual e Walter não fica no clube para 2020, diz portal

    ver detalhes
  • Carille pode não contar com o argentino no primeiro embate das quartas de final

    Boselli tem edema detectado e pode ser desfalque para o Corinthians neste domingo

    ver detalhes
  • Mais forte fisicamente, Pedrinho prefere atuar como meia passador no Corinthians

    Pedrinho vibra com fim de incômodo por parte física e explica posição que prefere jogar

    ver detalhes
  • Gustagol deve ser titular no próximo domingo

    Com Gustagol e sem Boselli, Corinthians faz penúltimo treino antes de duelo com Ferroviária

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes