Em bom jogo no Parque São Jorge, Corinthians bate o Santos pela primeira rodada do Paulista Feminino

15 mil visualizações 73 comentários Comunicar erro

Por Julia Nativio Raya

Em manhã de boa atuação, as meninas do Corinthians derrotaram o Santos por 3 a 1

Em manhã de boa atuação, as meninas do Corinthians derrotaram o Santos por 3 a 1

Bruno Teixeira/Ag. Corinthians

Corinthians 3 X 1 Santos

Paulista Feminino 2019
31 de março de 2019, 10:00
Corinthians 3 x 1 Santos
Fazendinha

Na manhã desse domingo, o Corinthians recebeu o Santos na estreia do Paulista Feminino. Às 10h, no Parque São Jorge, as meninas disputaram o segundo confronto alvinegro na temporada. Isso porque as equipes já se enfrentaram pelo Brasileirão. Nesse domingo, o jogo foi bem disputado e acabou melhor para as donas da casa, que venceram por 3 a 1.

Acompanhadas por um bom público na transmissão ao vivo pelo Facebook do Corinthians - Futebol Feminino, as meninas do Parque São Jorge conseguiram parar o ataque santista por quase todo o jogo, cederam o empate no final da segunda etapa, mas marcaram mais dois gols nos últimos dez minutos. Mais de 2,7 mil torcedores acompanharam online a vitória alvinegra.

A equipe comandada por Arthur Elias iniciou o jogo com Lelê, Katiuscia, Giovanna Campiolo, Érika, Pardal, Juliete, Grazi, Diany, Adriana, Millene e Giovanna Crivelari. Ao longo da partida, as meninas foram reforçadas por Gabi Nunes, Victória Albuquerque, Paulinha e Marcela.

Já as meninas da Vila foram a campo com Kemelli, Maurine, C. Arruda, Monique, Dani Silva, Sandrinha, Angelina, Rita Bove, Sochor, Alanna e Gláucia.

Vale lembrar que nessa primeira fase do Paulista, o Corinthians está no Grupo 2 com o Santos. Os seis times do grupo se enfrentam duas vezes, sendo cada jogo com mando de uma equipe e os quatro melhores colocados avançam para a final. Para mais detalhes sobre o torneio, confira o Guia do Meu Timão sobre o Paulista Feminino.

Primeiro tempo

Os primeiros minutos da partida foram dominados pelas corinthianas, que foram atacadas poucas vezes e sem perigo no início do jogo. Com marcação alta, o Corinthians pressionou a saída de bola santista durante todo o primeiro tempo.

Aos 12 minutos de partida, Adriana fez jogada pelo meio e passou para Crivelari, que chutou e viu a bola raspar na trave, após boa defesa da goleira santista. Na cobrança do escanteio, Diany desviou de cabeça e a bola atravessou a área, sem achar ninguém.

A partir dos 15 minutos, o Santos começou a aparecer mais no jogo e exigiu mais do time corinthiano. Aos 21 minutos, Alanna chegou livre pela lateral, em um lance que poderia trazer perigo se a jogadora não estivesse em posição irregular.

Próximo dos 27 minutos, a partida foi paralisada para hidratação das jogadoras por conta do calor e sol quente. Na volta, com bons toques de bola, a equipe corinthiana chegou com perigo: Grazi driblou a zagueira e chutou para a defesa de Kemelli. Depois desse lance, o Santos cresceu e chegou com perigo, igualando a partida, que teve o ritmo acelerado. As meninas santistas atacaram com clara oportunidade para fazer o gol. Lelê foi driblada pela jogadora, mas logo em seguida se recuperou e fez a defesa parcial. A bola sobrou na jogadora da Vila, que teve o chute travado por Giovanna Campiolo.

Aos 40 minutos, lance polêmico. O cruzamento corinthiano achou Millene no centro da linha da pequena área, que dominou e chutou. A batida parou no pé de Arruda, que caiu e prendeu a bola. As corinthianas reclamaram muito, alegando que a camisa 23 teria segurado a bola com a mão, mas o árbitro mandou o jogo seguir.

Aos 46 minutos, o Santos saiu jogando errado e Adriana chapelou a defensora na entrada da grande área, mas a finalização saiu forte e para fora. Em seguida, o Santos veio ao ataque. Campiolo tentou tirar o lançamento santista, mas a atacante adversária dominou, cruzou na área e Érika apareceu para cortar a bola.

Nos últimos minutos da primeira etapa, as meninas corinthianas chegaram com perigo e conseguiram alguns escanteio consecutivos. Na cobrança de um deles, Crivelari ficou com a bola e fez boa jogada, mas foi parada com falta dura. Grazi levantou a bola na área e Campiolo disputou com a goleira Kemelli, ganhou, mas cabeceou para fora.

Segundo tempo

No segundo tempo, tome pressão corinthiana.

A etapa começou embalada pela torcida organizada corinthiana, que chegou e começou a dar apoio às meninas. E deu certo. O Corinthians abriu o placar com menos de cinco minutos.

Aos dois minutos, Gabi roubou a bola pelo meio e poderia ter tentado por cobertura, mas optou pelo passe. Dentro da área, Millene foi derrubada, mas o árbitro definiu que o jogo seguisse. Aos quatro minutos, depois de muita pressão, o gol corinthiano aconteceu. Adriana recebeu o cruzamento de Juliete na medida, dentro pequena área, e colocou de cabeça no fundo da rede.

Aos seis minutos, Adriana balançou a rede novamente, mas o lance já havia sido parado. Gabi Nunes ajeitou para a camisa 16, que chutou com força no canto superior da goleira, e fez o gol, mas o auxiliar marcou impedimento de Gabi. Desde então, pressão do Timão, que voltou mais agressivo para o segundo tempo. A partida ficou em uma "lá e cá", corrido, com boas chegadas de Juliete pela lateral.

Mais uma vez com a alta marcação da equipe corinthiana, Adriana roubou a bola e chegou livre para o gol, mas foi parada com falta na entrada da pequena área. Grazi ficou responsável pela cobrança e bateu direto para o gol, mas a bola ganhou mais altura do que deveria, e foi para fora.

Aos 23 minutos, o Santos teve uma falta para cobrar e cruzou a bola na área. Nenhuma corinthiana conseguiu afastar, a camisa 14 santistas subiu e cabeceou com perigo, mas a bola saiu.

Aos 25 minutos, nova parada técnica para hidratação. E aos 31, chegada de perigo das santistas. Em cruzamento, Arruda subiu de cabeça e ganhou da defesa corinthiana. A bola passou muito perto da meta defendida por Lelê, mas saiu em tiro para a goleira corinthiana.

Aos 36 minutos, as meninas da Vila conseguiram um contra-ataque e igualaram o placar. Maria foi lançada, ganhou da defensora corinthiana e bateu alto, tirando a Lelê da jogada e marcando o gol.

Aos 40 minutos, gol da virada corinthiana. Na jogada, Victória Albuquerque fez bom drible e foi parada com falta. Ela mesma cobrou, direto e com categoria, no canto direito, e colocou o Timão à frente do placar mais uma vez. A bola pingou na frente de Kemelli e tirou a goleira santista da jogada.

Cinco minutos depois, o terceiro tento corinthiano na partida. As corinthianas chegaram em bom número, fizeram boa jogada e conseguiram o escanteio. Marcela cobrou na pequena área e encontrou a cabeça de Gabi Nunes, que colocou no canto baixo do gol. No último minuto de jogo, uma jogada incrível. Millene chegou na grande área e passou para Marcela ampliar o placar mais uma vez, mas a jogadora mandou a bola por cima do gol.

Ficha técnica de Corinthians 3 x 1 Santos

Competição: Campeonato Paulista Feminino
Local: Estádio Alfredo Schürig, São Paulo, SP
Data: 31 de março de 2019 (domingo)
Horário: 10h00 (de Brasília)
Árbitro: Pietro Dimitrof Stefanelli
Assistentes: Haislan Alves de Morais e Gilmar Alves da Silva
Gols: Adriana, Victória Albuquerque, Gabi Nunes (Corinthians); Maria (Santos)
Cartões amarelos: Grazi (Corinthians); C. Arruda, Sandrinha e Sochor (Santos)

CORINTHIANS: Lelê; Katiuscia (Marcela), Érika, Giovanna (Paulinha), Pardal e Juliete; Diany (Victória Albuquerque), Grazi e Giovanna Crivelari (Gabi Nunes); Millene e Adriana.
Técnico: Arthur Elias

SANTOS: Kemelli; Maurine, C. Arruda, Monique e Dani Silva (Katielle); Sandrinha; Angelina (Stephane), Rita Bove, Sochor (Paola) e Alanna (Maria); Gláucia (Amanda).
Técnico: Emily Lima

Veja mais em: Corinthians feminino, Campeonato Paulista e Crônica.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia: