Carille elogia comportamento de Ralf na marcação e relembra chegada do volante em 2008

5.6 mil visualizações 49 comentários

Por Rafael Bianco e Rodrigo Vessoni

Ralf fez a sua partida de número 400 com o Corinthians neste domingo

Ralf fez a sua partida de número 400 com o Corinthians neste domingo

Reprodução/TV

O Corinthians venceu o Santos neste domingo pela partida de ida da semifinal do Campeonato Paulista. Em jogo que marcou a partida de número 400 do volante Ralf, o técnico Fábio Carille aproveitou para elogiar o desempenho do atleta e comentou a respeito do momento em que o jogador entrou no radar da equipe, há mais de dez anos.

Carille destacou o grande poder defensivo de Ralf, que joga em uma posição na qual a principal função é fazer a primeira linha da defesa, tendo foco na marcação, mas mesmo assim, comete pouca faltas e é raramente advertido.

"Sou muito suspeito para falar, o que chama atenção para a função dele é que são mais de sete jogos de média para tomar um cartão amarelo. Ele consegue roubar sem fazer falta e para ele ficar fora por suspensão são 21 jogos. É um número espetacular. É merecedor, trabalha como trabalhava em 2008 e é um grande exemplo para os mais jovens", ressaltou.

Leia também:
Corinthians põe fim a tabu de seis jogos sem vitória em clássico contra o Santos
Vanderlei iguala ex-São Paulo e se torna goleiro rival mais vazado da Arena Corinthians

O treinador também comentou a respeito do momento em que o Corinthians se interessou por Ralf. Era uma situação completamente distinta e o volante começou a defender a camisa alvinegra ainda durante a disputa da Série B, em 2008. Desde então, faz história na equipe, mesmo após uma saída para a China, em 2016.

"Do Ralf, sou suspeito a falar, acompanho desde 2007, no Gama, estava na Série B como auxiliar. Em 2008, ele foi para o Noroeste, fez o Paulista, acompanhamos e conseguimos trazer o Ralf para o Brasileiro e já conseguiu o acesso junto com o Corinthians. Chegou em janeiro de 2009 e em dezembro, em uma conversa com o Mano (Menezes), eu falei em quatro jogadores que poderiam vestir a camisa porque estavam jogando bem, que foram Castán, Ralf, Everton e o Fernandinho, que hoje está na China", relembrou.

Com a vitória deste domingo, o Corinthians fica em vantagem na briga pela vaga para a final do Paulistão e disputará na próxima segunda-feira o jogo de volta, no estádio do Pacaembu. Antes disso, o Timão ainda enfrenta o Ceará, nesta quarta, pela Copa do Brasil.

Veja mais em: Fábio Carille, Ralf e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Corinthians pode receber sondagens por Cássio em breve

    Grêmio estuda possibilidade de fazer proposta para tirar Cássio do Corinthians, diz site

    ver detalhes
  • Mulher de Jô fez forte desabafo nas redes sociais

    Mulher de Jô faz desabafo após gol em vitória do Corinthians e relata ataques da torcida; assista

    ver detalhes
  • Mateus Vital no jogo contra a Ponte Preta, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Paulista

    Fiel elege Mateus Vital como melhor do Corinthians contra Ponte Preta; volante é o pior

    ver detalhes
  • Matheus Donelli no jogo contra a Ponte Preta, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Paulista

    Mancini já utilizou dez garotos das categorias de base do Corinthians no Paulistão; veja nomes

    ver detalhes
  • Deives marcou um dos gols da vitória do Corinthians contra o Magnus

    Com um a menos e gol no fim, Corinthians vence Magnus e garante vaga na Libertadores de Futsal 2021

    ver detalhes
  • Mancini no jogo contra a Ponte Preta, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Paulista

    Mancini lamenta problemas, mas valoriza virada do Corinthians contra Ponte Preta: 'Na superação'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x