Carille nega que time tenha se acomodado e credita postura do segundo tempo à expulsão e cansaço

4.2 mil visualizações 129 comentários

Por Andrew Sousa e Rodrigo Vessoni, na Arena Corinthians

Carille viu o Corinthians sendo dominado pelo Ceará na reta final da partida

Carille viu o Corinthians sendo dominado pelo Ceará na reta final da partida

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A atuação do Corinthians na derrota por 1 a 0 contra o Ceará, na noite desta quarta-feira, irritou grande parte da Fiel. Para alguns, o motivo da queda de rendimento da equipe foi a vantagem construída na ida, quando bateu os nordestinos por 3 a 1. Questionado sobre o tema, Fábio Carille negou que seus comandados tenham se acomodado pelo resultado agregado.

"A gente não se acomodou, o primeiro tempo foi legal e agressivo na marcação. Até a expulsão não sofremos, Clayson puxou bem o contra ataque. Depois tivemos dificuldade, olhamos a parte física para trocar. Gostei do Mauro prendendo algumas bolas. A ideia era essa para segurar a bola", explicou, em coletiva concedida após a partida.

Leia também:
Corinthians garante quase R$ 2 milhões por classificação sobre o Ceará; confira premiações
Derrota contra o Ceará encerra terceira maior sequência invicta do Timão na década
Críticas à dupla e Walter valorizado: Fiel repercute classificação do Corinthians com derrota

Para o treinador, foi a expulsão de Cássio e o cansaço de seus atletas que ditaram o desempenho alvinegro no segundo tempo. Bastante recuado, o time sofreu uma pressão no fim de jogo e Walter teve de fazer duas boas intervenções para evitar que a decisão fosse para os pênaltis.

"Depois de tanto tempo a gente recuou. Pedi para o time subir mais. No segundo tempo voltamos mais altos, e o Ceará começou a rifar a bola, que era o que queríamos. Depois da expulsão a preocupação é grande. Ceará tem jogadores que pegam bem na bola e que sabem fazer gol na frente. Você toma um gol, ainda está classificando, toma bola na frente, então é normal essa preocupação", comentou.

"Conseguimos nosso objetivo. Entramos para tentar a vitória. Mas depois da expulsão as coisas ficaram mais difíceis por causa do cansaço", concluiu.

Carille e seus comandados, vale destacar, têm um dia para digerir o resultado negativo. De folga nesta quinta-feira, o elenco volta a treinar na sexta-feira, visando o embate de volta das semifinais do Paulistão, contra o Santos, na segunda-feira.

Veja mais em: Copa do Brasil e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Vagner Mancini mira estreia do Corinthians na Copa do Brasil

    Mancini 'alerta' elenco do Corinthians sobre Copa do Brasil e relembra sucesso pessoal no torneio

    ver detalhes
  • Lucas Piton volta a trabalhar sem restrições no CT Joaquim Grava

    Com Lucas Piton, Corinthians faz treino tático de olho na Copa do Brasil; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Mancini conquistou duas vitórias importantes em três jogos pelo Corinthians

    Corinthians vê risco de queda no Brasileiro cair em 17% após chegada de Mancini; veja probabilidades

    ver detalhes
  • Guilherme chegou ao América-MG em agosto e, até agora, disputou sete jogos; foram quatro anos de vínculo com o Corinthians

    Corinthians reencontra meia do América-MG que custou R$ 30 milhões em quatro anos de contrato

    ver detalhes
  • Mandatário fez promessa de bomba e a Fiel não esqueceu

    Torcida do Corinthians cobra bombas prometidas por Andrés para o mês de outubro; veja tuítes

    ver detalhes
  • Junior Sornoza deve retornar ao Corinthians no fim deste ano

    Sornoza tem casa assaltada no Equador; meia deve retornar ao Corinthians em janeiro

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: