Finalizador e goleador? Veja os números de Pedrinho nos dois fundamentos ressaltados por Carille

4.4 mil visualizações 90 comentários

Carille quer mais, mas cena de Pedrinho finalizando é comum nos jogos do Corinthians

Carille quer mais, mas cena de Pedrinho finalizando é comum nos jogos do Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Virou rotina na Arena Corinthians. Quando a equipe alvinegra precisa melhorar em uma partida, parte da Fiel puxa o coro com pedidos pelo jovem Pedrinho. E a cobrança por oportunidades para o garoto também se estende às redes sociais, onde há uma grande parcela de alvinegros que o cobra entre os titulares, no lugar de Vagner Love.

Durante a coletiva após derrota para o Ceará por 1 a 0, nesta quarta-feira, o técnico Fábio Carille justificou a preferência pelo camisa 9: o número de finalizações e de gols do jovem revelado no Parque São Jorge.

"Com o Love tenho mais força de ataque, ele tem mais presença de área, coisa que eu estou brigando demais com o Pedrinho. Ele tem o costume de só buscar bola no pé e trazer para dentro, e eu preciso que meus jogadores de lado sejam mais agudos. Os números mostram que o Pedrinho não é goleador e finalizador, ele é um meia que joga de lado, que nem o Jadson em 2015. É algo que ele precisa melhorar", justificou.

Ciente de que muitos alvinegros seguem discordando da escolha do comandante, o Meu Timão preparou um levantamento com os números de Pedrinho nos critérios ressaltados por Carille. Embora não venha se destacando quando o assunto é eficiência, o jovem atleta pode sim ser considerado um finalizador. Os números são do Footstats.

Chutes não faltam...

Levando em conta apenas os números do Paulistão, em que o meia esteve em campo 15 vezes, são 16 chutes a gol, com quatro acertos no gol - média de 1,1 por jogo, com 25% de precisão. Seu principal concorrente, Vagner Love, tem 12 finalizações, com três acertos no alvo e os mesmos 25% de aproveitamento - a média do centroavante é de 1,2 tentativas por jogo, tendo feito dez partidas.

Falando do panorama geral, Pedrinho é o sexto atleta com maior média de chutes por partida, atrás de Boselli, Clayson, Gustavo, Sornoza e Love - Danilo Avelar tem os mesmos números do camisa 38.

Mais do que as estatísticas deste ano, os números de 2018 comprovam que Pedrinho tem sim por característica a finalização. Na última edição do Campeonato Brasileiro, ele foi, de forma disparada, quem mais chutou a gol pelo Timão - foram 60 tentativas contra 32 de Romero, segundo colocado do quesito.

Longe de ser um goleador

Apesar do alto número de finalizações, o xodó da Fiel segue devendo quando o assunto é bola na rede. Com 19 aparições neste ano, o meia não fez nenhum gol. Já no passado, foram apenas quatro tentos em 57 partidas.

Mesmo com a seca, Pedrinho não fica muito atrás do maior concorrente para a posição. Até aqui, Vagner Love fez apenas dois gols desde que retornou ao Timão. A seu favor nessa luta pela vaga, o meia ainda conta com três assistências no Paulistão.

Veja mais em: Pedrinho, Fábio Carille e Vagner Love.

Veja Mais:

  • Gustavo Silva no duelo com o RB Bragantino, pelo Brasileirão, na Neo Química Arena

    Corinthians joga mal, perde para o Red Bull Bragantino e não consegue colar no G6 do Brasileirão

    ver detalhes
  • Cazares foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Meia é eleito o melhor do Corinthians em campo em noite de notas baixas; dupla de atacantes é a pior

    ver detalhes
  • Mancini é bastante contestado pela Fiel após derrota em Itaquera

    Torcida do Corinthians critica Mancini e se irrita com atuação coletiva do time; veja repercussão

    ver detalhes
  • Mancini no jogo contra o Red Bull Bragantino, na Neo Química Arena, pelo Brasileirão

    Mancini explica escalação, ideias nas substituições e cobra Corinthians: 'Faltou muita coisa'

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu posição no Campeonato Brasileiro após mais uma derrota

    Corinthians desperdiça chance de colar no G6 e perde posição no Brasileiro; veja classificação

    ver detalhes
  • Velocidade de Mosquito foi muito mal explorada por um Corinthians totalmente mapeado

    Análise: derrota mostra que o Corinthians não pode se dar ao luxo de fazer o que o adversário quer

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: