Ex-presidente do Flamengo chama Ronaldo de 'calhorda' por negociação com o Corinthians

20 mil visualizações 122 comentários

Por Meu Timão

O ex-presidente também diz que Ronaldo simulou lesão durante uma partida entre Corinthians e Flamengo, pelo Brasileiro de 2009

O ex-presidente também diz que Ronaldo simulou lesão durante uma partida entre Corinthians e Flamengo, pelo Brasileiro de 2009

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Três meses antes de reforçar o Corinthians, em dezembro de 2009, Ronaldo havia iniciado trabalhos físicos nas dependências do Flamengo. Atitude que deu a entender, na época, um possível acordo entre o ex-jogador e o clube carioca, certo? Errado! Isso porque, o Fenômeno seria anunciado pelo Timão ao fim daquela temporada.

Dez anos se passaram e o fracasso na negociação de Ronaldo com o Flamengo ainda é assunto nos bastidores do time carioca. Márcio Braga, presidente rubro negro naquele ano, falou pela primeira vez sobre tal situação. O ex-mandatário revelou que Ronaldo ligou para ele após o início das especulações com o Corinthians e revelou que o atacante teria pedido para seguir no Rio de Janeiro.

- Um dia ele me ligou e disse: ‘Presidente, estão dizendo que o Corinthians está atrás de mim, que vou para o Corinthians, eu não vou, eu quero ficar no Flamengo, quero jogar no Flamengo.’ Eu disse ‘tá bom, ótimo, quando você ficar bom vamos fazer o contrato’. Na semana seguinte ele estava no Corinthians. Então acredito que ele foi muito calhorda com o Flamengo - disse o ex-mandatário, à Fla TV.

Leia também:
Corinthians é condenado a pagar 28 anos de aluguel por terreno do Parque São Jorge
Ex-Santos e Flamengo, Marquinhos diz que queria ter jogado no Corinthians: 'Torcedor que pulsa'
Carille explica pressa em definir escalação do Corinthians e calcula leve favoritismo contra Santos

O ex-presidente também alegou que Ronaldo simulou uma lesão ainda no primeiro tempo de uma partida entre Corinthians e Flamengo, em Campinas, pelo Campeonato Brasileiro de 2009, para não precisar atacar contra a equipe carioca. Brigando pelo título do Brasileirão, o Flamengo venceu aquela partida por 2 a 0, e conquistou pontos muito importantes para a conquista do título nacional naquele ano.

“O Ronaldo estava jogando de centroavante pelo Corinthians e lá pelo trigésimo minuto do primeiro tempo ele cai atrás do gol do Flamengo. Não veio médico, ninguém atendeu, o árbitro não parou o jogo. Nisso o Bruno, nosso goleiro, foi ajudar. Então o Ronaldo falou: ‘fica tranquilo, eu quero sair, eu sou Flamengo'. Ele simulou uma lesão para sair de campo. Ele também queria que o Flamengo fosse campeão. As testemunhas são o Bruno ele ele próprio”, concluiu.

Pelo Corinthians, Ronaldo atuou em 69 jogos, balançando as redes 35 vezes e sendo protagonista de duas conquistas: Paulista (2009) e Copa do Brasil (2009).

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Vagner Mancini mira estreia do Corinthians na Copa do Brasil

    Mancini 'alerta' elenco do Corinthians sobre Copa do Brasil e relembra sucesso pessoal no torneio

    ver detalhes
  • Lucas Piton volta a trabalhar sem restrições no CT Joaquim Grava

    Com Lucas Piton, Corinthians faz treino tático de olho na Copa do Brasil; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Mancini conquistou duas vitórias importantes em três jogos pelo Corinthians

    Corinthians vê risco de queda no Brasileiro cair em 17% após chegada de Mancini; veja probabilidades

    ver detalhes
  • Guilherme chegou ao América-MG em agosto e, até agora, disputou sete jogos; foram quatro anos de vínculo com o Corinthians

    Corinthians reencontra meia do América-MG que custou R$ 30 milhões em quatro anos de contrato

    ver detalhes
  • Mandatário fez promessa de bomba e a Fiel não esqueceu

    Torcida do Corinthians cobra bombas prometidas por Andrés para o mês de outubro; veja tuítes

    ver detalhes
  • Junior Sornoza deve retornar ao Corinthians no fim deste ano

    Sornoza tem casa assaltada no Equador; meia deve retornar ao Corinthians em janeiro

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: