Filme do Corinthians deve sair do papel e produtor já fala em bater recorde de bilheteria

19 mil visualizações 99 comentários

Engana-se quem pensa que o amor da Fiel pelo Corinthians fica apenas dentro de campo. Em breve, os alvinegros terão a oportunidade de acompanhar o seu clube de coração também nos cinemas.

Com lançamento previsto para 2020, a gravação do longa-metragem "Jorge, o corinthiano" deve, enfim, começar nas próximas semanas. Isso porque, há acordo com um grupo estrangeiro para captação de R$ 7 milhões para investimentos. O início da rodagem, vale destacar, estava previsto para janeiro do ano passado, mas acabou sendo adiado.

Lugares como o CT Joaquim Grava, Arena e Parque São Jorge fazem parte do roteiro e o Corinthians tem direito a 30% de todo valor arrecadado.

"Para quem invadiu o Maracanã em 1976, Nagoya em 2012, porque não o cinema em 2020?", disse Henrique Almirates Neto, produtor do filme, ao Meu Timão.

A história retrata um garoto de periferia que ascende socialmente graças ao futebol, se tornando jogador do Timão. Todos os atores serão corinthianos. Alguns já foram até anunciados, como é o caso de Antônio Fagundes, Marília Gabriela e Paola Oliveira. Cabe ressaltar que a história será narrada pelo jornalista José Luiz Datena e terá duração de aproximadamente 1h30.

O papel de protagonista deve ficar para Jorge, da dupla Jorge & Mateus. Inclusive, ele está substituindo outro cantor sertanejo. Por falta de datas em sua agenda, Luan Santana não pôde assumir o personagem principal, como foi divulgado no início.

Prestes a embarcar para a Europa para acertar os últimos detalhes antes de dar início à gravação, o corinthiano Henrique Almirates Neto falou ao Meu Timão sobre outros assuntos, além de planejar quebra de recorde com o filme. O produtor planeja ações de marketing com o clube, revelou investimentos e outros assuntos. Confira abaixo!

Mais uma invasão...

“Nós temos que ter cuidado ao falar de uma data de lançamento. Não temos pressa, mas sabemos que tem que ser algo muito bem pensado. O filme será concluído ainda esse ano. Pensa se lança alguma novidade na semana do nosso filme? Pode acabar complicando. São 3.893 salas de cinema no Brasil e caso saia alguma outra novidade mais atrativa ao público geral, leva a maioria para outro filme. Temos que analisar a data precisa e sermos felizes nessa escolha, faz toda diferença. Tenho certeza de que vamos invadir todas as salas de cinema desse país. Para quem invadiu o Maracanã em 1976, Nagoya em 2012, porque não o cinema em 2020?, disse.

"Vou convidar os donos de cada rede de cinema para vir assistir uma parte do filme, para ver se há interesse de transmitir no cinema deles. Duvido que algum não tenha um corinthiano na família. Eles vão aceitar. Quando o Corinthians joga, para o Brasil. Você acha que não vão querer passar o nosso filme?”, completou.

Capa

Divulgação

Recordes e metas

Precisamos colocar 600 mil corinthianos na sala de cinema para não termos prejuízo. Isso, eu acredito que vamos conseguir. Afinal, se até o filme do Tim Maia conseguiu, porque o nosso seria diferente? Mesmo com os ingressos caros, a Arena sempre está lotada nos jogos. Temos quase 4 mil salas de cinema para lotar, a média de cada entrada é de R$ 17. Com isso, há uma possibilidade de levar 30% da torcida do Corinthians aos cinemas para acompanhar este filme, além dos fãs do cantor (ator), dá para pensar grande", disse.

"A nossa meta é audaciosa e queremos entrar para a história do cinema nacional e mundial. Será recorde de bilheteria nacional. Almejo ter isso, não apenas de filmes brasileiros, como também de estrangeiros. Hoje o recorde pertence aos ‘Vingadores’, com 14 milhões de telespectadores. A nossa meta é chegar aos 15 milhões”, acrescentou.

Ações de marketing

"Dentro desses R$ 10 milhões que temos no filme, quase a metade vai para a divulgação. Já adianto que nosso tipo de divulgação será diferente. Será dentro da Arena, precisamos comprar mídia. Queremos fazer um show com vários artistas corinthianos. Serão muitas ações de marketing que vamos falar em segundo momento, quando for a parte de divulgação do filme. Terão muitas novidades diferenciadas pela frente. Posso adiantar que o próximo semestre e o início do ano que vem vai se falar muito desse filme. Estamos tendo o máximo de carinho. O Corinthians tem 30% do valor total de arrecadação do filme.", expôs.

Investimento

“Eu já fui para a Europa e vendi os direitos do filme para um grupo estrangeiro, em um festival de cinemas. A previsão é de que custe R$ 10 milhões no geral. Havia tido um investimento pessoal meu e dos meus sócios, algo próximo de 30% do valor total. Agora, viajo à Europa para captação de R$ 7 milhões", contou.

Relação com a diretoria do Corinthians

“Nunca tivemos problemas com a diretoria. Essa diretoria e a outra, do Roberto de Andrade, foram perfeitas, honestas e profissionais. Foi tudo muito exemplar. Mesmo com tudo iniciando em 2017, a atual diretoria também nunca nos trouxe problema. Tudo correu perfeitamente bem. Se alguém fala que a diretoria do Corinthians tem problema de conduta, está enganado. Merece muitos elogios", finalizou o produtor.

Momento em que os produtores assinaram contrato com o Corinthians

Reprodução/Instagram

Veja mais em: Títulos do Corinthians e Especiais do Meu Timão.

Veja Mais:

  • Pedrinho chamou a atenção da torcida com grande atuação pelo Paulista sub-20

    Joia do Sub-20 do Corinthians ainda tem contrato de formação; clube fala em renovar na 'hora certa'

    ver detalhes
  • Jemerson fará sua estreia pelo Corinthians diante do São Paulo, dia 13, na Neo Química Arena

    Comissão técnica do Corinthians quer Jemerson contra o São Paulo; veja situação do zagueiro

    ver detalhes
  • Yan posou no lançamento da nova camisa de basquete do Corinthians

    Corinthians lança novo uniforme de basquete e faz homenagem a ídolos neste sábado; veja fotos

    ver detalhes
  • Sub-23 do Corinthians disputa a segunda fase do Brasileirão de Aspirantes

    Sub-23 do Corinthians encara Red Bull Bragantino pelo Brasileirão de Aspirantes; saiba tudo

    ver detalhes
  • É assim que o estágio com Pep Guardiola mexeu com o Corinthians de Mancini

    VÍDEO: É assim que o estágio com Pep Guardiola mexeu com o Corinthians de Mancini

    ver detalhes
  • Processo foi aberto contra o Corinthians e também contra Ronaldo Fenômeno, que recebia parte do valor que a multinacional pagava para expôr suas marcas na camisa alvinegra no final da última década.

    Corinthians e Ronaldo Fenômeno encerram processo após seis anos; clube via bloqueio, R9 com depósito

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: