Federação opina sobre demora com VAR e revela dificuldade técnica em análise de gol do Corinthians

4.7 mil visualizações 40 comentários Comunicar erro

Por Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni, de Sede da Federação Paulista de Futebol

Bola da final do Paulistão foi apresentada durante entrevista na Federação

Bola da final do Paulistão foi apresentada durante entrevista na Federação

Rodrigo Vessoni/Meu Timão

A Federação Paulista de Futebol está de olho na tecnologia de árbitro de vídeo nesta reta final de Campeonato Paulista. Ao menos é o que foi exposto por seus dirigentes em entrevista concedida no início de tarde desta quarta-feira. No encontro foram também expostas a taça de campeão do torneio e a bola das finais, que serão disputadas nos dois próximos domingos entre Corinthians e São Paulo.

Crítica comum entre jogadores, torcedores e jornalistas nas semifinais do Estadual foi a demora para tomada de decisão entre a definição de que o árbitro de vídeo será consultado e o retorno da cabine de VAR para o juiz principal da partida. Essas situações aconteceram nos dois clássicos entre São Paulo e Palmeiras (lances anulados de pênalti e gol) e no jogo de ida entre Corinthians e Santos (lance confirmado do gol de Manoel).

"Entendemos que o tempo está alto, queremos melhorar, estamos trabalhando esse tema com os árbitros. Vamos tentar levar o operador de replay para conversar sobre esse tema (...) Os três casos nas semifinais foram extremamente difíceis. Tudo é novo para a gente", relatou Ednilson Corona, presidente da Comissão de Arbitragem da Federação.

Dirigentes da Federação Paulista conversaram com a imprensa

Dirigentes da Federação Paulista conversaram com a imprensa

Rodrigo Vessoni/Meu Timão

"No lance do gol do Manoel, do Corinthians, quando foi buscar o zoom, tivemos dificuldades na cor do uniforme. Ficaram todos brancos. Neste momento, foi traçada a linha de impedimento, de trás para frente. Se não for conclusiva, temos uma opção de linha vertical. Ainda tem uma certa insegurança. Dá para adiantar, a questão da insegurança acho que está retardando um pouquinho essa decisão. Creio que faz parte do processo, é o querer acertar. O tempo é importante, mas a precisão é mais", acrescentou, citando uma dificuldade técnica.

Fato é que, demora à parte, os três lances nos quais o VAR foi consultado foram anulados (2) e confirmado (1) corretamente. Nesse sentido, a tecnologia acabou elogiada na entrevista:

"Na nossa avaliação o VAR está cumprindo o papel, corrigindo erros e evitando injustiças. Nosso desafio é diminuir o tempo e manter a precisão. É uma novidade, foi uma novidade na Copa do Mundo, depois teve na Copa do Brasil e agora nos estaduais. É um projeto imenso para a Federação, que começou há um ano, com investimento e muitas pessoas envolvidas. Dá uma satisfação estar vivendo esse momento. Sem ajuda da tecnologia, seria praticamente impossível o árbitro definir alguns lances nestes mata-matas", opinou Mauro Silva, vice-presidente da FPF, sobre a tecnologia que custa R$ 28 mil por jogo.

Em tempo: os dirigentes da Federação não falaram sobre os dois lances suspeitos contra o Corinthians do clássico de volta contra o Santos, na última segunda-feira. Boselli foi chutado por Aguilar em jogada passível de expulsão; e Ramiro foi derrubado na grande área em jogada passível de pênalti. O árbitro Raphael Claus não reviu nenhum dos dois lances.

Veja mais em: Campeonato Paulista, Arbitragem e Majestoso.

Veja Mais:

  • Sheik levanta a taça da libertadores de 2012

    Exemplo recente e atrativos: por que é tão importante para o Corinthians ficar no G4 do Brasileiro

    ver detalhes
  • Volante ao lado do idoso atropelado e de sua família

    Ralf transfere vítima de acidente de hospital e faz visita nessa segunda-feira

    ver detalhes
  • Neto acusa elenco corinthiano de tentar derrubar Carilleneto

    Neto acusa elenco corinthiano de tentar derrubar Carille, detona jogadores e faz apelo ao técnico

    ver detalhes
  • Imagina como seria se você tivesse Fábio Carille como seu chefe no seu trabalho

    [Mayara Munhoz] Imagina como seria se você tivesse Fábio Carille como seu chefe no trabalho

    ver detalhes
  • Corinthians não tomou conhecimento das donas da casa na estreia em Quito

    Corinthians não sente altitude e estreia com vitória tranquila na Libertadores Feminina

    ver detalhes
  • Corinthians busca melhorar campanha da última temporada do NBB

    Guia Meu Timão do NBB: saiba tudo sobre o principal torneio do Corinthians na temporada

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: