Jogadores demostram desconforto com presença de políticos em festa do Corinthians na Arena

Jogadores demostram desconforto com presença de políticos em festa do Corinthians na Arena

16 mil visualizações 158 comentários Comunicar erro

Cássio levanta o troféu de Campeão Paulista 2019

Cássio levanta o troféu de Campeão Paulista 2019

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Momento que costuma reunir jogadores e familiares, a festa do título estadual no gramado da Arena contou com personagens um tanto quanto intrusos na noite deste domingo. Três políticos se juntaram ao time do Corinthians na hora da premiação e acabaram causando um certo desconforto entre os atletas do elenco alvinegro.

Nomes como Aildo Rodrigues, Secretário de Esportes do Estado de São Paulo, o deputado estadual Caue Macris (PSDB) e ainda o senador Major Olímpio (PSL) praticamente levantaram o troféu junto com Cássio no palco montado pela Federação Paulista em Itaquera.

Defensor da extinção de torcidas organizadas, Major Olímpio não só entregou medalhas aos jogadores, como também pegou uma para si. Após deixar o pódio, o senador ainda ostentou a medalha de campeão paulista, além de posar para fotos a pedido de torcedores que estavam no setor Oeste do estádio.

Por fim, cabe ressaltar que o deputado Macris literalmente levantou a taça junto com o capitão Cássio.

No tradicional dia de entrevistas após uma conquista, jogadores falaram com a imprensa no CT Joaquim Grava nesta segunda-feira e opinaram sobre a situação. Confira abaixo as declarações.

Vagner Love

"Eu fico boladão, velho! Eu fico muito bolado com essa parada aí. Quem tem que estar ali é a gente, amigos, família, companheiros que ralam no dia a dia. Mas assim, entrou ali, participou, levantou o troféu... Não sei quem é. Mas eu tenho certeza que o cara é corinthiano, que torceu pela gente e ficou feliz com o título, isso que importa".

Ralf

"Não tô sabendo não. Fui até pego de surpresa. Não cheguei a ver isso. É difícil porque encosta tanta gente ali que você nem sabe de onde vem. Foi um momento nosso, não vi essa foto e nem sei quem é. O melhor é que fosse só nós mesmo, mas se essa pessoa estava lá, alguma oportunidade ele teve".

Fagner

"O que mais valeu à pena foi ver os meus familiares e dos atletas podendo comemorar juntos. Isso aí a gente tenta isentar, acho que cada um quer fazer parte, mas o que vale mesmo é poder ter comemorado com meus filhos, com a minha esposa, meu pai, sogro, sogra, cunhada, todo mundo que estava ali torceu, de fato, para as coisas darem certo e isso que me deixou feliz".

Cássio

"Na verdade eu não o vi, só vi que tinha alguém puxando a taça e eu puxava de volta, só que eu não sabia... Achei que só eu fosse erguer, normalmente eles me dão a taça... mas não sei quem era. Parece que eu li algo por aí, mas o que importa é que o Corinthians foi campeão, todo mundo ergueu a taça e saiu feliz".

Veja mais em: CT Joaquim Grava, Títulos do Corinthians, Campeonato Paulista e Tricampeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Clayson fez um bom jogo contra o São Paulo, pela final do Paulistão 2019

    CBF descarta alterações e clássico entre Corinthians e São Paulo será realizado no domingo

    ver detalhes
  • Romero já não treina mais no Corinthians desde a última segunda-feira

    Romero já não treina mais no Corinthians e pode voltar só para se despedir em julho

    ver detalhes
  • Sergio Diaz não deve fechar a semana como jogador do Corinthians

    Corinthians encaminha rescisão contratual de Sergio Díaz; ex-clube pode ser o destino

    ver detalhes
  • Clayson treinou normalmente com o grupo nesta terça-feira e pode reforçar o Corinthians

    Com retorno de Clayson, Corinthians faz segundo treino para decisão na Sul-Americana

    ver detalhes

Comente a notícia: