Preparador físico explica desgaste do plantel do Corinthians e pontua: 'Na Europa é outro esporte'

4.6 mil visualizações 62 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Walmir Cruz se desdobra para manter elenco do Corinthians no mais alto nível possível

Walmir Cruz se desdobra para manter elenco do Corinthians no mais alto nível possível

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Uma das palavras mais ditas por jogadores e comissão técnica do Corinthians nos últimos dias foi "desgaste". Vivo em duas competições mata-mata e já envolvido no Brasileirão pouco depois de conquistar o Paulistão, o time alvinegro ainda tem oito jogos antes da parada para a Copa América, no meio de junho.

Questionado sobre o tema, Walmir Cruz, preparador físico do Corinthians, explicou alguns dos motivos que fogem da intensidade e da proximidade das partidas. Para ilustrar o problema, um panorama do futebol europeu é esclarecedor.

"Vamos terminar com 40 jogos antes da Copa América. São cinco meses. Um jogo a cada 3,6 dias. Na Europa eles fazem 60 jogos na temporada. A diferença é muito grande. Se chegarmos em todas as finais, faremos 82 partidas no ano. Então, é muito diferente. Além da logística, como sempre comentamos. Enquanto estamos viajando, as equipes grandes da Europa estão treinando. Porque eles voltam logo após a partida, se alimentam bem no avião e voltam a treinar", analisou, em entrevista ao canal PodcasTIMÃO.

Leia também:
Corinthians pode enfrentar time eliminado da Libertadores na Sul-Americana; veja possíveis rivais
Corinthians é escolhido para amistoso de inauguração de 'novo estádio' do Botafogo-SP

E a dura rotina de viagens, pouco treino e muitos jogos tem suas consequências. Para o preparador, o futebol praticado no Brasil não pode ser comparado com o da Europa justamente por esses fatores, que prejudicam a qualidade técnica, tática e física das partidas.

"Aqui você vê um jogo ruim, feio, enquanto na Europa é bonito, com intensidade lá em cima. Se você observar, é outro esporte. O futebol praticado lá é bem diferente. Em cima de logística, programação, todas essas questões, a diferença é muito grande. Isso não é desculpa, é uma realidade que temos há muito tempo e faz a diferença", pontuou, antes de alertar para a importância de, vez ou outra, poupar alguns nomes da equipe titular.

"Em cinco meses, temos duas lesões musculares. Então, trabalhamos muito essa questão de prevenção. O físico também se esgota. Se você está com o carro na reserva, você vai pisar mais ou maneirar a velocidade para chegar e abastecer o tanque? É isso que fazemos. A gente tem controles diários e dos jogos para apurar o que seria melhor para o aleta e para equipe, colocando o jogador em condição de desempenhar bem. O desempenho vai caindo por causa disso", concluiu.

Com o elenco bastante desgastado, a comissão técnica do Corinthians conta os dias para a Copa América. Com quase um mês sem compromissos, o Timão dará folga de sete dias aos jogadores, que retornam para dois amistosos e muito treino antes da reestreia no Brasileirão.

Veja mais em: CT Joaquim Grava e Elenco do Corinthians.

Veja Mais:

  • Marllon deve formar dupla com Bruno Méndez no embate com o Cruzeiro no sábado

    Corinthians se reapresenta, e Carille prepara zaga reserva para jogo contra o Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians não conseguiu forçar terceiro jogo final no torneio estadual

    Corinthians perde força nos dois últimos quartos e fica com o vice do Paulista de Basquete

    ver detalhes
  • Jogador tem passagens pela Seleção Brasileira

    Zagueiro com passagem pela Seleção Brasileira diz que sonha em jogar no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcedor foi agredido em frente à sub-sede da Torcida Jovem por passar pelo local com camisa do Corinthians

    Torcedor do Corinthians é agredido por integrantes de organizada do Santos

    ver detalhes
  • Vic Albuquerque durante comemoração do primeiro gol da vitória corinthiana

    Corinthians supera colombianas na Libertadores Feminina e encaminha vaga para próxima fase

    ver detalhes
  • Momento em que Dudu, do Goiás, toca na bola com o braço

    'Zerado' no primeiro semestre, Corinthians chega ao quarto pênalti em 2019; veja curiosidades

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: