Júnior Urso analisa situação dos venezuelanos do Lara: 'Estamos tratando de seres humanos'

3.6 mil visualizações 22 comentários

Por Julia Raya e Rodrigo Vessoni, no CT Joaquim Grava

Júnior Urso falou sobre o adversário da noite desta quinta-feira

Júnior Urso falou sobre o adversário da noite desta quinta-feira

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Corinthians e Deportivo Lara se enfrentam na noite desta quinta-feira, pela segunda fase da Sul-Americana. Se a situação do Timão não vem agradando a sua torcida, a fase vivida pelo Lara é muito pior. Além de um desempenho fraco dentro de campo, a Venezuela vive uma crise histórica.

Os venezuelanos passam por momentos difíceis: inflação alta, falta de água, de luz e uma guerra civil. Júnior Urso, que foi inscrito nessa fase do torneio, concedeu coletiva nesta quarta-feira, no CT Joaquim Grava, e falou sobre a situação dos adversários desta quinta-feira.

"Cara, difícil, estamos tratando de seres humanos, deve ser muito difícil a situação deles. A gente fala que entende, mas não sabemos o que é mesmo. Torço para que eles consigam focar no jogo, o que eles sonha fazer a vida inteira, e que pode atrapalhar pela situação do país. Espero que a Venezuela consiga se reerguer novamente", afirmou o volante.

Além do momento ruim no país, o Deportivo Lara também sofre dentro das quatro linhas. Nessa temporada, os venezuelanos possuem apenas 38,6% de aproveitamento se somados os dois torneios que participam, o Venezuelano (que acabou no último final de semana) e a Libertadores. Ao todo, a equipe marcou 27 gols e sofreu 31 tentos. Apesar dos números, Urso vê perigo em achar que o jogo vai ser fácil.

"A gente não pode cair muito nessa fantasia de que vai ser fácil. A gente enfrentou o Athletico-PR, um time reserva, todos disseram que era um time fácil e obrigação. Não teve nada disso, ganhamos de 2 a 0, mas foi difícil. O Lara, independente de estar bem física e mentalmente, vai ser difícil. Melhor maneira de respeitá-los vai ser jogando o nosso melhor futebol", analisou o camisa 30.

Júnior Urso também comentou sobre uma situação atípica vivida pelos venezuelanos esse ano. No começo de abril, o Deportivo Lara teve que disputar dois jogos no mesmo dia, em um intervalo de seis horas. Isso aconteceu porque a Federação Venezuelana de Futebol se recusou a alterar a data de uma partida do campeonato nacional. Dessa forma, a equipe entrou em campo pelo Venezuelano e pela Libertadores - e venceu os dois jogos.

"É coração, né? Se trata de amar o que faz. Vejo como uma superação, eu também faria isso, o Corinthians também faria isso. Se tiver que passar por uma circunstância dessa algum dia, temos que bater de frente", concluiu o atleta.

Júnior Urso e seus companheiros enfrentam os venezuelanos a partir das 19h15, pela Sul-Americana, na Arena Corinthians. A partida conta com transmissão da Dazn - descubra mais informações da transmissão aqui.

Veja mais em: Júnior Urso, Copa Sul-Americana e CT Joaquim Grava.

Veja Mais:

  • Corinthians tenta afastar má fase no Brasileirão

    Corinthians visita Vasco para reagir e se afastar da zona de rebaixamento no Brasileirão; saiba tudo

    ver detalhes
  • Bruno Méndez fica à disposição e deve voltar a ser titular do Corinthians

    Corinthians faz último treino antes de encarar decisão contra o Vasco; veja possível escalação

    ver detalhes
  • Fábio Santos pode reestrear pelo Corinthians na noite desta quarta-feira

    Fábio Santos é registrado no BID e pode reestrear pelo Corinthians na quarta-feira

    ver detalhes
  • Corinthians acerta contratação de zagueiro para o Sub-20

    Corinthians acerta contratação de zagueiro para o Sub-20

    ver detalhes
  • Ángelo Araos perdeu espaço no Corinthians desde a saída de Tiago Nunes

    Pouco aproveitado no Corinthians, Ángelo Araos recebe sondagem do Colo-Colo, diz rádio chilena

    ver detalhes
  • Fábio Santos posou ao lado do diretor Eduardo Ferreira

    Com novo número, Fábio Santos é apresentado e vibra com retorno ao Corinthians: 'Muito empolgado'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: