Antes das saídas de Oya e Bilu, Carille falou ao Meu Timão sobre receio de emprestar jovens

12 mil visualizações 98 comentários

Por Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni, no CT Joaquim Grava

Rafael Bilu e Fabrício Oya foram emprestados pelo Corinthians até o fim da temporada

Rafael Bilu e Fabrício Oya foram emprestados pelo Corinthians até o fim da temporada

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

O Corinthians emprestou na última quarta-feira duas de suas principais promessas oriundas das categorias de base: Fabricio Oya (19 anos) e Rafael Bilu (20) disputarão a Série B nesta temporada por São Bento e América-MG, respectivamente. Chama atenção o fato de, semana passada em entrevista ao Meu Timão, o técnico Fábio Carille ter se mostrado receoso quanto à prática de empréstimos, sobretudo de jovens revelados pelo clube.

"Toda vez que vem esse assunto sobre qualquer atleta eu tenho muito cuidado em emprestá-los", afirmou o treinador. "Muitas vezes você empresta para um lugar que não tem um trabalho que a gente conhece ou pelo técnico você já sabe... Prefiro que fique aqui e aprenda o que é o Corinthians", acrescentou, questionado sobre o lateral-esquerdo Lucas Piton, o atacante Janderson e o próprio meia Fabricio Oya.

"São jogadores de qualidade. Já coloquei o Janderson até para quebrar o gelo, Oya contra o Ituano, Piton alguns jogos no banco. São jogadores com potencial muito grande", ainda acrescentou o atual comandante alvinegro, que levou o atacante Rafael Bilu sequer para o banco de reservas nestes primeiros meses de retorno da Arábia Saudita; o atacante estreou pela equipe profissional na reta final do Brasileiro de 2018 sob comando de Jair Ventura.

A explicação de Fábio Carille para o receio de emprestar jovens corinthianos gira em torno principalmente da forma como esses atletas jogarão (e se jogarão) nos clubes de menor expressão. Novo clube de Oya, o São Bento, por exemplo, já tem em seu elenco o lateral Guilherme Romão, do Corinthians, desde o início do ano; o garoto entrou em campo apenas seis vezes, todas pelo Paulista, e ainda não teve oportunidades na Série B.

"Se aparecer algo que eu sei que é um técnico que trabalha, que deixa as coisas bem determinadas, para depois voltar com um entendimento melhor... Mas se for pra emprestar só pra emprestar, prefiro que fiquem aqui e vão entendendo nossa forma de jogar, a forma do Corinthians de jogar, para quando tiverem oportunidades estarem mais prontos", argumentou Carille há exatos dez dias, antes portanto das saídas de Oya e Bilu.

Em tempo: hoje treinam São Bento e América-MG, respectivamente, Doriva e Maurício Barbieri. O novo treinador de Oya chegou ao clube de Sorocaba há dois meses; o novo treinador de Bilu foi anunciado na equipe de Belo Horizonte há três semanas. O principal trabalho de Doriva como treinador foi no Ituano, em 2014, quando conquistou o título do Campeonato Paulista; Barbieri se destacou no Flamengo ano passado, mas foi demitido após eliminação para o Corinthians nas semifinais da Copa do Brasil.

Fabricio Oya tem 21 minutos jogados pela equipe profissional do Corinthians (uma partida, contra o Ituano, no Paulistão deste ano); Rafael Bilu soma nove minutos em campo (também uma partida, contra a Chapecoense, no Brasileirão da temporada passada).

Veja mais em: Fabricio Oya, Fábio Carille, Jogadores emprestados e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Pedrinho chamou a atenção da torcida com grande atuação pelo Paulista sub-20

    Joia do Sub-20 do Corinthians ainda tem contrato de formação; clube fala em renovar na 'hora certa'

    ver detalhes
  • Jemerson fará sua estreia pelo Corinthians diante do São Paulo, dia 13, na Neo Química Arena

    Comissão técnica do Corinthians quer Jemerson contra o São Paulo; veja situação do zagueiro

    ver detalhes
  • Yan posou no lançamento da nova camisa de basquete do Corinthians

    Corinthians lança novo uniforme de basquete e faz homenagem a ídolos neste sábado; veja fotos

    ver detalhes
  • Sub-23 do Corinthians disputa a segunda fase do Brasileirão de Aspirantes

    Sub-23 do Corinthians encara Red Bull Bragantino pelo Brasileirão de Aspirantes; saiba tudo

    ver detalhes
  • É assim que o estágio com Pep Guardiola mexeu com o Corinthians de Mancini

    VÍDEO: É assim que o estágio com Pep Guardiola mexeu com o Corinthians de Mancini

    ver detalhes
  • Processo foi aberto contra o Corinthians e também contra Ronaldo Fenômeno, que recebia parte do valor que a multinacional pagava para expôr suas marcas na camisa alvinegra no final da última década.

    Corinthians e Ronaldo Fenômeno encerram processo após seis anos; clube via bloqueio, R9 com depósito

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: