Dupla marca, Corinthians vence o Deportivo Lara e vai com boa vantagem para a Venezuela

Corinthians Corinthians 2 x 0 Deportivo Lara Deportivo Lara

Sul-Americana 2019

Dupla marca, Corinthians vence o Deportivo Lara e vai com boa vantagem para a Venezuela

Por Meu Timão

49 mil visualizações 412 comentários Comunicar erro

Gustavo entrou no segundo tempo e marcou o segundo gol da vitória alvinegra

Gustavo entrou no segundo tempo e marcou o segundo gol da vitória alvinegra

Danilo Fernandes/ Meu Timão

Depois de despachar o tradicional Racing, o Corinthians fez a primeira partida da segunda fase da Copa Sul-Americana contra o Deportivo Lara, nesta quinta-feira. E para alegria dos torcedores presentes em Itaquera e espalhados pelo Brasil, a equipe comandada por Fábio Carille largou em vantagem contra os venezuelanos.

Com gols de Love e Gustagol, o Timão venceu por 2 a 0, deixando a situação mais confortável para o jogo de volta no país vizinho - o jogo que decide a classificação está marcado para a próxima quinta-feira, às 17h.

Titulares de Carille

Embalado por vitória contra o Athletico Paranaense no último domingo, o técnico Fábio Carille mexeu pouco em sua equipe. Pedrinho entrou na vaga de Ramiro, Clayson voltou ao time titular e Marllon herdou lugar deixado por Manoel, que ficou fora por um incômodo no pé direito.

O Timão, então, começou a partida com Cássio; Fagner, Henrique, Marllon e Danilo Avelar; Ralf e Júnior Urso; Pedrinho, Jadson e Clayson; Vagner Love.

Equipe alvinegra veio com poucas mudanças para o jogo

Meu Timão

O Deportivo Lara, por sua vez, veio para o Brasil com Carlos Lugo, Jefre Jose, Di Giorgi, Marcos Miers, Carillo, Medina, Jorge Yriarte, Di Renzo, David, Jaime e Centeno.

Primeiro tempo

Como era de se esperar pela enorme diferença técnica entre as equipes, o Corinthians começou a partida tentando se impor contra o Deportivo Lara. Intenso, o Timão pressionou a saída e ficou com a bola durante os primeiros minutos. Rapidamente, então, criou oportunidades.

Aos três minutos, Urso chegou de cabeça com perigo. Logo na sequência, foi a vez de Pedrinho cabecear no chão e obrigar o goleiro a fazer uma grande defesa. Três minutos depois, a torcida começou a se irritar com o juiz. Dentro da área, Vagner Love dominou e foi derrubado com uma carga nas costas, mas o árbitro não marcou.

A chance mais clara do Timão veio aos 15 minutos. De perna esquerda, Fagner deu belo lançamento para Danilo Avelar. O lateral chegou bem e rolou para Pedrinho que, livre, bateu fraco e desperdiçou a oportunidade.

Depois desses minutos iniciais em cima, o Corinthians diminuiu o ritmo e deixou os venezuelanos criarem, sobretudo por meio de escanteios. Nenhum lance, porém, assustou o goleiro Cássio.

Com o jogo mais truncado e muitas faltas do time visitante, o time comandado por Fábio Carille parou de criar. A bola só voltou a sondar o gol do Lara aos 30 minutos, em chute de Pedrinho que terminou em boa defesa do goleiro. No rebote, Love tentou cavar um pênalti, que acabou não sendo marcado.

Jogo ficou bastante truncado, com muitas faltas do time venezuelano

Jogo ficou bastante truncado, com muitas faltas do time venezuelano

Danilo Fernandes/ Meu Timão

No lance seguinte, mais um gol perdido pelo Timão. Pedrinho cruzou bem para a área e achou Júnior Urso livre, a poucos metros do gol. O volante, porém, testou sem direção. Logo depois, cabeceou novamente, mas sem força e nas mãos do goleiro.

Segundo tempo

Sem conseguir abrir o placar na primeira etapa, Fábio Carille promoveu uma mudança já no vestiário. A equipe alvinegra voltou do intervalo com o atacante Gustagol no lugar de Ralf, que vinha sendo pouco exigido pela equipe adversária.

E a mudança deu uma animada no Timão. Logo no segundo minuto, o Timão chegou pela direita e Love cabeceou em direção ao gol. Gustagol, cabe ressaltar, estava na sobra do lance, com um voleio armado para finalizar.

A segunda boa chance alvinegra na etapa final veio aos dez. Após bom giro de Love, Clayson chegou na entrada da área e bateu colocado, arrancando suspiros da torcida presente em Itaquera. Na sequência, o camisa 9 fez outro bom pivô e Jadson chutou forte por cima do gol.

Com 12 minutos de segundo tempo, mais um pênalti pedido pelo Timão. Desta vez, Henrique foi tocado quando ia de encontro à bola cruzada por Jadson, bem mais participativo após ter recuado.

A reclamação não durou muito. Isso porque na sequência, Pedrinho achou Fagner em bela bola no fundo. Com espaço, o lateral cruzou na cabeça de Vagner Love, que cabeceou para o chão, tirando qualquer chance do arqueiro adversário.

Depois da pressão que resultou no gol, o Corinthians voltou a ser ameaçado. Em uma escapada, o Deportivo Lara chutou forte, mas pelo lado do gol de Cássio. No contra-ataque, Fagner achou Pedrinho, que não teve força para desviar e marcar o segundo gol do Timão.

Aos 26 minutos, o segundo gol alvinegro saiu. Pela esquerda, Avelar cruzou bem e Gustavo, recuperado de lesão, voltou a marcar. Em sua característica, o atacante subiu bem e cabeceou no canto do goleiro.

Mesmo com a vantagem maior, o Timão seguiu em cima. Pela esquerda, Clayson deixou a marcação para trás e bateu firme nas mãos do goleiro. Para dar ainda mais fôlego ao ataque, Carille promoveu sua segunda alteração: sacou Jadson e colocou o equatoriano Sornoza.

Em seu primeiro lance, o camisa 7 finalizou bem de fora da área e obrigou o arqueiro adversário a fazer grande defesa. Na sequência, Marllon foi derrubado na área e o plantel alvinegro pediu mais uma penalidade - novamente ignorada pelo árbitro da partida.

Com o término do confronto se aproximando, Carille fez sua última troca, lançando Régis ao gramado no lugar de Vagner Love, bastante participativo na segunda etapa. Os donos da casa seguiram trabalhando a bola, mas não o suficiente para criar uma jogada que resultasse no terceiro gol. 2 a 0 definido e boa vantagem para o segundo jogo da série.

Veja mais em: Copa Sul-Americana.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia: