Na Ponte Preta, Marquinhos lamenta 'pouco espaço' no Corinthians, mas revela conversa com Carille

6.7 mil visualizações 55 comentários

Por Meu Timão

Marquinhos reforçou a qualidade da equipe que ficou com o título da Copinha em 2017

Marquinhos reforçou a qualidade da equipe que ficou com o título da Copinha em 2017

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Recebendo poucas oportunidades no plantel principal do Corinthians, Marquinhos foi emprestado para a Ponte Preta até o fim desta temporada para adquirir experiência. No entanto, o meia-atacante, de 22 anos, não esqueceu de sua breve trajetória com a camisa alvinegra.

Marquinhos teve apenas um jogo na equipe profissional do Timão e reforça que essa falta de espaço gerou um certo receio. O jogador ainda revelou uma conversa particular com o treinador Fábio Carille que o fez pensar diferente sobre seu futuro.

“Ele pediu para eu não sair, para ter um pouquinho mais de paciência que ele iria me utilizar. Falei para ele que eu gostaria de ficar, que era um sonho jogar no Corinthians, ganhar algum título. Então tive a paciência, conversei com meus pais, com meu empresário, que passaram confiança para mim e tranquilidade”, disse à Rádio Jovem Pan.

“Acho que é o maior medo do atleta é não ter espaço no profissional. Foi até o que aconteceu comigo no primeiro ano, não tive tanto espaço. Fiquei com um pouquinho de receio se ia ou não dar certo, mas graças a Deus está dando certo. Já tive muitos amigos que ficaram no meio do caminho por não ter oportunidade para persistir em busca do sonho. É uma transição muito difícil essa da base para o profissional”, acrescentou.

Leia também:
Corinthians renova com promessa do Sub-17 e define multa de 50 milhões de euros
Dirigente nega proposta oficial por dupla corinthiana, mas não descarta possíveis saídas
Dirigente do Corinthians atualiza quadro de tratativas por Gil; Carille mantém contato com zagueiro

Cria do Parque São Jorge, Marquinhos foi um dos destaques do time que conquistou a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2017. Por sinal, esse título está marcado na memória de todos atletas que integraram aquele elenco durante o torneio.

“A gente sempre comenta, quando nos reunimos, que foi um dos times mais completos de todas as edições de Copinha. Não tinha posição onde falavam ‘esse aqui é mais ou menos’. Todos ali eram muito capacitados e a maioria está empregada, está jogando em algum clube. Isso que é o mais importante”, concluiu.

Marquinhos, aliás, teve um início muito bom na Ponte Preta na Série B do Campeonato Brasileiro. Em quatro jogos disputados, foram dois gols e uma assistência.

Veja mais em: Marquinhos, Base do Corinthians, Jogadores emprestados e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Jô deve ser a novidade maior do time titular contra o Coritiba; Cazares, de volta após problema físico, provavelmente fica no banco

    Corinthians viaja a Curitiba com Cazares e Jô para duelo decisivo; veja possível escalação

    ver detalhes
  • Thiaguinho retorna ao Corinthians após passagem pelo CRB

    Empréstimo chega ao fim e Thiaguinho retorna ao Corinthians após passagem pelo CRB: 'Quero ajudar'

    ver detalhes
  • Cauê foi mais uma vez convocado para defender a Seleção Sub-20

    Atacante do Corinthians Sub-20 é convocado pela Seleção Brasileira para torneio internacional

    ver detalhes
  • Corinthians pode ter que pagar quantia milionária pela contratação de Jô

    Corinthians perde na Fifa e terá que pagar R$ 18 milhões por Jô; clube se vê fora do processo

    ver detalhes
  • Augusto Melo esclareceu polêmica que circula nas redes sociais

    Augusto Melo explica áudios polêmicos que circulam nas redes e mantém candidatura; entenda

    ver detalhes
  • Fessin ganhou espaço com Mano Menezes no Bahia

    Corinthians renova empréstimo de Fessin com o Bahia até o fim do Campeonato Brasileiro

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: