Com polêmica da Copa América, Arena Corinthians deve anunciar maior renda da história; veja top 5

59 mil visualizações 67 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Arena Corinthians receberá Seleção Brasileira neste sábado

Arena Corinthians receberá Seleção Brasileira neste sábado

Lucas Figueiredo/CBF

A Arena Corinthians deve registrar neste fim de semana sua maior renda anunciada nos mais de cinco anos de existência do estádio. Itaquera será palco do jogo entre Brasil e Peru, neste sábado, a partir das 16h, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa América.

O Comitê Organizador Local (COL) do torneio ainda não divulgou a carga total de ingressos colocados à venda. No site oficial de comercialização dos bilhetes, todas as categorias já estão esgotadas. A expectativa, portanto, é de público pagante superior à casa de 40 mil pessoas.

No último jogo do Brasil, contra a Venezuela, na Arena Fonte Nova, com capacidade para 48,4 mil pessoas, assistiram ao empate de 0 a 0 39 mil pagantes. E deixaram uma renda bruta de R$ 8.734.480,00. Os preços praticados na segunda rodada são idênticos aos da terceira; daí a expectativa de números de bilhetaria similares para o jogo deste sábado na Arena Corinthians.

Na estreia da Seleção na Copa América, contra a Bolívia, o estádio do Morumbi recebeu 46.342 pagantes e registrou R$ 22.476.630,00 de renda bruta (ingressos da abertura eram mais caros).

Fato é que as altíssimas cifras não só dos jogos do Brasil como também de outras seleções e em estádios com públicos bem aquém do esperado tornaram-se polêmica neste início de Copa América. Constrangido, o COL tem encontrado dificuldade para explicar números tão grandes de bilheteria contrastando com a baixa presença de público nas arquibancadas.

E assim deve ser neste sábado quando os telões da Arena Corinthians exibirem os dados: o público pagante tende a ser menor do que a capacidade do estádio (cujo recorde é 46.903 torcedores, na final do último Paulistão) e a renda bem maior do que qualquer outra já anunciada em Itaquera (recorde é de R$ 5.108.151,00, na final da Copa do Brasil do ano passado).

Em tempo: durante a Copa do Mundo de 2014, quando a Arena Corinthians contava com arquibancadas móveis que elevavam a capacidade do estádio para mais de 60 mil lugares, certamente foram registradas as maiores rendas da história do estádio. Na ocasião, porém, como de praxe em competições da Fifa, não houve divulgação dos dados de bilheteria.

As cinco maiores rendas anunciadas da história da Arena Corinthians

R$5.108.151,00Corinthians 1 x 2 CruzeiroCopa do Brasil 2018
R$5.014.884,00Corinthians 2 x 1 São PauloCampeonato Paulista 2019
R$3.663.322,30Corinthians 2 x 1 FlamengoCopa do Brasil 2018
R$3.528.236,00Corinthians 2 x 0 São PauloLibertadores 2015
R$3.329.516,00Corinthians 0 x 0 San LorenzoLibertadores 2015

Veja mais em: Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians leva a virada e perde para o Cruzeiro por 2 a 1 em Itaquera; Carille foi expulso no segundo tempo

    Corinthians não consegue afastar crise e perde de virada para o Cruzeiro pelo Brasileirão

    ver detalhes
  • Com apenas 5,6, o volante Ralf foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Torcida do Corinthians poupa Ralf em noite de médias extremamente baixas; reserva é o pior em campo

    ver detalhes
  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Carille foi alvo de críticas da Fiel após a derrota para o Cruzeiro

    Fim da paciência com Carille, erros de arbitragem e Corinthians 'em queda'; veja repercussão da Fiel

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu de virada para o Cruzeiro na noite deste sábado

    Com nova derrota, Corinthians pode terminar rodada fora do G6 do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes
  • Fábio Carille foi expulso por conta de reclamação para o árbitro e irá perder o próximo jogo do Corinthians

    Corinthians sofre com pendurados e expulsão de Carille e terá desfalque triplo diante do Santos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: