Zé Maria valoriza homenagens à Democracia Corinthiana e elogia dois nomes do atual elenco

15 mil visualizações 68 comentários

Por Andrew Sousa e Vitor Chicarolli, no Parque São Jorge

Zé Maria foi um dos homenageados por Casagrande no evento dessa segunda-feira

Zé Maria foi um dos homenageados por Casagrande no evento dessa segunda-feira

Vitor Chicarolli/Meu Timão

Na última segunda-feira, o Corinthians realizou evento de homenagem à Democracia Corinthiana no Parque São Jorge. Com intermédio de Walter Casagrande, grandes nomes da história do clube foram destacados. Presente na ação, o ex-lateral e ídolo da Fiel, Zé Maria valorizou o gesto, destacando a importância histórica do movimento.

"É uma lembrança gostosa. O Casagrande foi muito feliz de entrar em contato com o clube e fazer esse reencontro. Acho que é importante estar revendo amigos, lembrar momentos que você passou naquele processo democrático dentro do clube, que foi um exemplo", afirmou, em entrevista ao Meu Timão no local.

"Hoje os jogadores tem que agradecer aquilo, porque foram beneficiados. Satisfação pelo clube ser mais um dos que lembra dos ex-atletas que tiveram uma passagem digna", completou.

Leia também:
Corinthians contrata outros dois jogadores para reforçar equipe Sub-20
Corinthians provoca Chelsea em rede social e lembra de título mundial em 2012
Com Casagrande no comando, evento no PSJ faz homenagem à Democracia Corinthiana

Mais do que valorizar o passado, no entanto, Zé Maria também elogiou muito dois nomes do atual plantel alvinegro. Titular da sua posição e também muito querido pela Fiel, Fagner foi o primeiro a ganhar moral com o "Super Zé".

"Um grande jogador. Eu não posso me comparar porque os estilos são diferentes. Na minha época era muito mais marcação e hoje é totalmente diferente. Para mim, é jogador de Seleção Brasileira e pelo que tem mostrado não só no Corinthians, como já mostrou na Seleção. Acho que ainda pode melhorar e ser o primeiro jogador da posição", destacou.

Quem também ganhou uma moral com um dos grandes nomes da história do clube foi Cássio, apontando como um dos melhores do mundo pelo ex-jogador.

"O Cássio está entre os melhores do Brasil e acredito que do mundo. Atravessa um momento espetacular e além de ser um goleiro espetacular, tem uma estrela. Tem facilidade para pegar pênaltis, uma postura exemplar dentro de campo. Não tem o que falar do Cássio", concluiu.

Além de Zé Maria, cabe destacar, o evento ainda contou com a presença de nomes como Ataliba, Rivellino, Zenon e Wladimir.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians, Parque São Jorge, História do Corinthians e Democracia Corinthiana.

Veja Mais:

  • Renato Augusto fez uma pintura contra o Grêmio

    Renato Augusto faz golaço, Corinthians busca o empate e deixa Grêmio mais perto da Série B

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo definem o campeão paulista na próxima quarta-feira

    Saiba como garantir ingressos para a final entre Corinthians e São Paulo no Paulistão Feminino

    ver detalhes
  • Willian foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Meia 'se salva' em tarde ruim do Corinthians e é o melhor da partida; Sylvinho volta a ser o pior

    ver detalhes
  • Róger Guedes durante o empate com o Grêmio, que garantiu a vaga direta na Libetadores 2022

    Corinthians garante vaga na fase de grupos da Libertadores mesmo com empate; veja tabela

    ver detalhes
  • Renato Augusto marcou o gol de empate do Corinthians e foi um dos poucos  que "se salvou"  na opinião da Fiel

    Substituições inesperadas e críticas a Sylvinho marcam empate entre Corinthians e Grêmio

    ver detalhes
  • Sylvinho deu suas impressões sobre o empate contra o Grêmio

    Sylvinho fala em jogo difícil e explica substituições no empate contra o Grêmio

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x