Após retirada de camisa, grupo de corinthianos realiza ato pela democracia no Parque São Jorge

12 mil visualizações 397 comentários

Por Vitor Chicarolli e Victor Gomes, no Parque São Jorge

Enquanto o plantel de Fábio Carille retornava ao Brasil depois de garantir vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana, torcedores alvinegros se aglomeravam em frente ao Parque São Jorge para dar início a um importante movimento.

Após grande pressão de conselheiros do Corinthians, a camisa com a frase "Quem matou Marielle?" foi retirada de uma exposição no Memorial de Conquistas do clube. A decisão, tomada pelo presidente Andrés Sanchez, no entanto, não foi bem aceita para parte da Fiel.

Na noite desta sexta-feira, um grupo de corinthianos se organizou para responder a atitude do mandatário à altura. Cerca de 100 pessoas se reuniram em frente ao Parque São Jorge e realizaram um ato pela democracia, intitulado como "Vigília pela Democracia" - veja fotos abaixo.

Leia também:
Em fase decisiva, Corinthians Feminino pode igualar recorde de vitórias consecutivas nesse domingo
Após avançar às quartas da Sul-Americana, CBF divulga alterações em jogos do Timão no Brasileirão
Corinthians e atletas do elenco demonstram apoio ao zagueiro Gil após ofensas racistas; confira

Em meio a fumaças originadas pelos sinalizadores, músicas em prol da democracia e contra a atitude dos conselheiros foram entoadas com frequência durante a manifestação na sede do clube.

"Ô, ô, ô, retirar a camisa é coisa de ditador", e também "Devolver a camisa é obrigação, é o time do povo, é o Coringão", foram os gritos mais escutados na Rua São Jorge, 777.

Em seguida, representantes do movimento leram o ato do protesto em voz alta, gerando um debate sobre o que poderia ser feito para tal atitude não ocorrer novamente. Há de se ressaltar que policiais foram chamados ao fim do movimento, mas não houve nenhum princípio de confusão.

Utilizada por Gustavinho Lima na conquista da Liga Ouro de 2018, a polêmica camisa com o questionamento sobre a morte da ex-vereadora do Rio de Janeiro, em março do ano passado, virou o principal destaque em exposição sobre a história do basquete alvinegro.

Marielle, por sinal, havia sido assassinada cinco meses antes da frase ser exposta pelo corinthiano no pódio do torneio de basquete.

Recentemente, inclusive, o ex-jogador participou de evento em homenagem à Democracia Corinthiana no Parque São Jorge e falou ao Meu Timão sobre seu ativismo político. Assim que anunciou sua aposentadoria das quadras, ele passou a ser supervisor da categoria Sub-19 de basquete do Corinthians.

Confira em vídeo como foi a vigília cívica pela Democracia

Confira fotos do movimento no Parque São Jorge

ato 1

Victor Gomes/Meu Timão

ato 2

Victor Gomes/Meu Timão

ato 3

Victor Gomes/Meu Timão

ato 4

Victor Gomes/Meu Timão

ato 5

Victor Gomes/Meu Timão

ato 6

Victor Gomes/Meu Timão

ato 7

Victor Gomes/Meu Timão

ato 8

Victor Gomes/Meu Timão

ato 9

Victor Gomes/Meu Timão

ato 10

Victor Gomes/Meu Timão

ato 11

Victor Gomes/Meu Timão

ato 12

Victor Gomes/Meu Timão

Veja mais em: Fatos marcantes, Torcida do Corinthians, Democracia Corinthiana e Parque São Jorge.

Veja Mais:

  • [Vessoni] Quem sai por cima? Quem sai arranhado? Rescaldo da eleição do Corinthians em dez pontos

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves venceu Augusto Melo e Mario Gobbi nas eleições presidencias do Corinthians

    Conheça o histórico e a trajetória de Duilio Monteiro Alves, o novo presidente do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians conquista o bicampeonato da Supercopa de Futsal

    Corinthians repete roteiro da semifinal, supera Pato e é Bicampeão da Supercopa de Futsal

    ver detalhes
  • Cássio voltou a treinar no CT Joaquim Grava; Corinthians encara Fortaleza na quarta-feira

    Com presenças de Cássio e Ramiro, Corinthians faz segundo treino para enfrentar o Fortaleza

    ver detalhes
  • [Marco Bello] Precisamos falar sobre o sistema de voto no Corinthians

    ver detalhes
  • Duílio é o novo presidente do Corinthians

    Duílio Monteiro Alves vence eleição e é o novo presidente do Corinthians; oito chapas foram eleitas

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: