Carille lamenta erros da equipe e diz que horário influenciou o desempenho do Corinthians

5.8 mil visualizações 239 comentários

Por Meu Timão

Carille também justificou a ausência de Mateus Vital no embate diante do Internacional

Carille também justificou a ausência de Mateus Vital no embate diante do Internacional

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians perdeu uma grande oportunidade de encostar no pelotão de cima do Campeonato Brasileiro. A equipe alvinegra enfrentou o Internacional na manhã deste domingo e ficou no empate sem gols, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 14ª rodada da competição nacional.

Em entrevista concedida após a partida, Fábio Carille admitiu que sua equipe poderia ter jogado "um pouco mais". O treinador ainda reforçou a dificuldade de enfrentar o Internacional na capital gaúcha e lamentou o excesso de erros do Timão.

“Seria normal que o adversário fosse crescer jogando em casa, é um concorrente direto. Inter é o segundo melhor mandante. Gostei muito do time do Corinthians sem bola, mas faltou jogar um pouco mais. Se a gente tivesse bem tecnicamente, poderíamos ter incomodado o Inter”, analisou.

"Também poderíamos ter acertado os passes, a mudança de corredor que eu tinha treinado, porque o Inter pressiona a bola, seria melhor. Nós tínhamos que ter trocado mais, com mudança de corredor, para procurar envolver o adversário", completou.

Leia também:
Falta de criação, Love contestado e criticas a Carille: Fiel repercute empate do Corinthians
Everaldo lamenta chance perdida no final e nega que o Corinthians jogou por empate no Beira Rio
Suspensos, Cássio e Avelar desfalcam Corinthians contra Botafogo; jovem goleiro deve ser titular

Diferente do que acontece normalmente, o jogo entre Corinthians e Internacional foi realizado às 11h, um horário que os jogadores não estão adaptados. Carille acredita que o horário influenciou o desempenho do time corinthiano dentro de campo.

"Jogamos nesse horário, eu senti que alguns jogadores sentiram o horário, mas dava para ter jogado melhor", expôs.

Por fim, o comandante alvinegro justificou a ausência de Mateus Vital, que vem em uma sequência positiva pelo Corinthians, no embate no Beira-Rio. De acordo com Carille, o meia-atacante ficou de fora por não ter muito poder de marcação no meio de campo.

"Se a gente melhorasse e tivesse feito o que a gente programou, tenho certeza que teríamos feito um bom jogo. Com o Vital eu perco um pouco de marcação no meio do campo. Pensei no horário e fiz as mudanças pensando nisso. Foi muito bem planejado e saio satisfeito com o ponto daqui", concluiu.

Veja mais em: Fábio Carille e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Corinthians vem sendo alvo de inúmeros processos trabalhistas; condenação na ação de ex-controller é mais uma dor de cabeça

    Corinthians é condenado em ação de ex-controller de Dualib; advogado pede bloqueio do naming rights

    ver detalhes
  • Dyego Coelho comandou o treinamento deste sábado no CT Joaquim Grava

    Coelho manda indireta sobre o Corinthians: 'Ser comandante não é ser dono do CT ou do clube'

    ver detalhes
  • Corinthians se aproxima perigosamente da zona de rebaixamento

    Corinthians fecha rodada a um ponto da zona de rebaixamento; time só ganhou de quem está atrás

    ver detalhes
  • Corinthians tenta compensação do Governo para seguir vendendo a meia-entrada na Arena

    Corinthians tenta acabar com a obrigatoriedade de meia-entrada nos jogos como mandante

    ver detalhes
  • Corinthians realiza penúltimo treino antes de encarar Atlético-GO

    Corinthians trabalha organização ofensiva antes de enfrentar Atlético-GO; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Cazares já pode estrear com a camisa 10 do Corinthians

    Cazares aparece no BID da CBF e fica liberado para estrear com a camisa do Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: