Com virada no final, Corinthians supera Paulistano pelo Campeonato Paulista de Basquete

Corinthians Corinthians 0 x 0 Paulistano Basquete Paulistano Basquete

Paulista de Basquete 2019

Com virada no final, Corinthians supera Paulistano pelo Campeonato Paulista de Basquete

4.4 mil visualizações 61 comentários Comunicar erro

Em jogo emocionante no Ginásio Wlamir Marques, Corinthians vence o Paulistano

Em jogo emocionante no Ginásio Wlamir Marques, Corinthians vence o Paulistano

Beto Miller/Ag. Corinthians

Na noite dessa terça-feira, o Corinthians recebeu o Paulistano pelo Campeonato Paulista de Basquete. No Ginásio Wlamir Marques, a equipe alvinegra fez a lição de casa e superou os visitantes por 95 a 88.

Com a vitória dessa noite, o Corinthians chega ao seu terceiro triunfo consecutivo na competição e mantém sua invencibilidade dentro do Wlamir Marques na competição. A única derrota corinthiana aconteceu no primeiro jogo, fora de casa, contra o São José

Escalação

Para buscar a terceira vitória na competição, o auxiliar técnico Rodrigo Carlos, que substitui o técnico Bruno Savignani, escalou o quinteto inicial do Timão com Fuller, Wesley, Arthur Pecos, Tracy Robinson e Anthony Johnson.

Ao longo da partida, Pedro Rodrigues, Felipe Vezaro, Humberto, Daniel Von Haydin, Nesbitt, Yan Barbosa, Fischer e Ítalo Honorato ficaram à disposição da equipe.

Antes da bola rolar...

Antes do início da partida, a equipe do Corinthians prestou homenagem ao jogador de futsal do clube, Douglas Nunes, assassinado no último domingo. As duas equipes, junto com a torcida, respeitaram um minuto de silêncio. Além disso, todos os jogadores alvinegros estavam um uma faixa preta de luto no uniforme, e Humberto vestia a camisa do jogador.

Como foi o jogo

Primeiro tempo

A equipe do Corinthians abriu o placar nos primeiros segundos de jogo e logo em seguida Wesley ampliou a vantagem corinthiana com uma cesta de três pontos.

Com dois minutos, Johnson roubou a bola no meio da quadra e foi para a cesta, mas sofreu a falta quando tentou enterrar. Ele mesmo cobrou os lances livres, mas errou os dois. O Corinthians pareceu se desconcentrar após esse lance e o Paulistano se aproveitou do momento para empatar a partida.

Com quatro minutos, Pecos fez uma cesta de três e pressionou a saída de bola adversária, com sucesso. O passe saiu errado e Fuller tentou a enterrada, foi bloqueado e Pecos recuperou, recolocando o Timão na frente.

Faltando pouco mais de um minuto para o fim do primeiro quarto, Fischer, Johnson e Nesbitt fizeram ótima jogada dentro do garrafão e Fischer arremessou de fora, marcando três pontos. Na sequência da jogada, Teichmann roubou a bola e garantiu mais dois pontos para o Timão.

Durante todo o primeiro quarto as equipes foram se alternando na frente do placar e após converter dois lances livres a equipe visitante diminuiu a vantagem corinthiana para quatro pontos,

As duas equipes começaram o segundo quarto com dificuldades no ataque e erros nas conclusões de jogada. Além de problemas na frente, a equipe alvinegra também apresentava dificuldades na marcação quando estava sem a posse de bola.

Johnson começou a se destacar ao longo do quarto e marcou duas cestas de dois, uma de três e converteu um dos lances livres, ajudando o Corinthians a buscar o empate. A virada veio logo em seguida, com três pontos de Wesley.

O Corinthians estava atrás no placar, que marcava 39 a 38 para a equipe visitante, quando Nesbitt enterrou após uma bela jogada e levou a Fiel torcida à loucura.

Faltando quatro segundos para o fim do quarto, Fischer fez boa jogada e passou para Rodrigues, mas a bola foi tocada para fora antes que o corinthiano conseguisse ficar com ela. O próprio Fischer cobrou, recebeu de volta e tentou a cesta, mas errou. Com isso, o primeiro tempo acabou em 43 a 40 para o Timão.

Segundo tempo

A equipe visitante começou o terceiro quarto ligada na partida e acertou quase todos os arremessos. Com pouco mais de dois minutos, o Paulistano tinha tomado a frente do placar, vencendo por 52 a 46.

Com metade do quarto já jogado, a equipe corinthiana ainda parecia desconcentrada na partida e perdia por oito pontos de diferença. Foi nesse momento, após um tempo técnico, que a Fiel começou a cantar mais ainda e o time esboçou uma reação.

Com bom momento de Nesbitt e uma cesta de três marcada pelo atleta, o Corinthians parecia começar a se reencontrar na partida, mas o Paulistano não caia de rendimento.

Após boa jogada, Humberto sofreu a falta, mas conseguiu marcar a cesta antes de cair no chão. A cobrança do lance livre, no entanto, foi desperdiçada pelo atleta.

Faltando menos de dois minutos para o fim do quarto, Teichmann acertou uma cesta de dois após boa jogada da equipe e diminuiu a vantagem adversária para sete pontos, fazendo o técnico do Paulistano pedir tempo. Os corinthianos seguiam com dificuldades no momento da concluir a jogada e terminaram o quarto superados pelo placar de 71 a 65.

A primeira cesta do último quarto foi de três pontos, convertida por Felipe Vezaro, para diminuir a vantagem adversária. Mas o Corinthians continuava apresentando os mesmos problemas do quarto anterior.

Com quatro minutos, Nesbitt recebeu livre na entrada do garrafão, mas foi derrubado no momento da enterrada. A falta foi marcada e um dos dois lances livres convertido. Os corinthianos tentavam e os adversários seguiam na frente do placar, mas a equipe alvinegra não desistia. Em duas boas jogadas, Fuller e Humberto fizeram cestas de três pontos e diminuíram para apenas um ponto a vantagem adversária.

O treinador do Paulistano pediu tempo para tentar frear o crescimento corinthiano, mas na volta o time alvinegro empatou e virou com duas cestas de Wesley. A partir desse momento as equipes se alternaram na frente do placar e Wesley conseguiu marcar três pontos para recolocar o Timão na frente. Na jogada seguinte, Robinson enterrou, ampliou a vantagem corinthiana e enlouqueceu a torcida.

Faltando 50 segundos, Fuller fez mais uma cesta de três e colocou o Timão seis pontos na frente do placar. O Corinthians tomou conta do último minuto, Pecos fez mais uma cesta e Robinson enterrou. Com isso, o jogo acabou em 95 a 88 para o Corinthians.

Próximo desafio

A equipe de basquete do Corinthians volta à quadra já nessa sexta-feira, contra o Rio Claro, também pelo Campeonato Paulista. No Ginásio Felipe Karan, a partida está marcada para às 20h.

Veja mais em: Basquete.

Comente a notícia: