Jogadores do Corinthians opinam sobre nova camisa e relembram onde estavam em invasões da Fiel

Jogadores do Corinthians opinam sobre nova camisa e relembram onde estavam em invasões da Fiel

2.2 mil visualizações 26 comentários Comunicar erro

Júnior Urso também falou sobre a nova camisa três do Corinthians

Júnior Urso também falou sobre a nova camisa três do Corinthians

Divulgação / Nike

O Corinthians lançou a nova camisa três na manhã dessa sexta-feira. O manto é uma homenagem a três dos momentos mais marcantes da Fiel, quando milhares de torcedores foram ao Maracanã (na semifinal do Brasileiro-76 e na final do Mundial de Clubes-00), além da participação no Mundial de Clubes de 2012, no Japão.

Homenagem essa que foi bastante elogiada pelos seis atletas escolhidos pela Nike, fornecedora de material esportivo americana, para a realização do ensaio fotográfico do novo uniforme que foi acompanhado pela reportagem do Meu Timão. Os bastidores do dia, aliás, já foram contados aqui.

Fagner, Júnior Urso e Pedrinho foram os representantes da equipe masculina profissional. Enquanto Adriana, Cacau e Gabi Nunes foram as representantes da equipe feminina do Corinthians que estrelaram a campanha da nova camisa.

Leia também:
Dinei se emociona com nova camisa do Corinthians e palpita sobre chances de títulos
Tobias vira modelo em ensaio de fotos da nova camisa 3 do Timão e se emociona
Arena Corinthians atingirá marca impactante em partida contra o Ceará

Para Pedrinho, o torcedor do Timão precisa sempre ser homenageado.

"Achei muito boa a ideia de homenagear os torcedores que sempre estão com a gente, seja em momentos bons ou ruins, eles jamais deixam a gente de lado, então fico muito feliz pela ideia de poder homenagear eles, gostei bastante e espero que eles gostem também", afirmou o camisa 38, que preferiu não escolher um jogo especial que teve a participação das arquibancadas.

Pedrinho foi um dos jogadores escolhidos para estrelar a campanha da nova camisa

Divulgação / Nike

"Para falar a verdade é mais fácil dizer qual jogo eles não nos apoiaram ou deixaram de vir. Eles sempre vem, sempre comparecem em grande número, é muito difícil ver a Arena vazia, com poucos torcedores. Cada momento que eu vivencio é especial, até no último jogo eu estava falando, comecei a olhar e vi o quanto estava lotado, então acho que todo momento é especial, levo todos como momento que vão ficar para sempre na minha memória", completou.

Fagner, por sua vez, lembrou que a paciência e o apoio do torcedor do Corinthians durante os 90 minutos são marcantes.

"A torcida do Corinthians é diferente, em todos os momentos, todas as situações, eles estão sempre ajudando, sempre incentivando, torcendo. Desde que eu subi para o profissional e até antes, eu nunca vi a torcida vaiar durante o jogo, e isso é um marco do Corinthians. A gente percebe que mesmo em momentos que o clube não está bem eles estão ali apoiando, depois é que vem a cobrança, e isso é normal, todo torcedor quer que seu clube esteja brigando por títulos, estejam no topo, mas vale ressaltar todo o esforço que eles fazem para nos acompanhar, até nos jogos fora de casa então acho justa essa homenagem que é feita tanto pela Nike quanto Corinthians", lembrou.

Fagner foi um dos modelos do novo uniforme

Divulgação / Nike

Júnior Urso lembrou que a presença da Fiel é sempre forte nos jogos em Itaquera, além de citar jogos visitantes recentes que o marcaram.

"Eu gostei bastante, acho interessante a gente levar a nossa torcida na camisa já que eles que nos apoiam sempre, em qualquer lugar. Acho legal a gente poder levar eles para dentro de campo junto com nós", afirmou o camisa 30.

"Todos os jogos do Corinthians aqui na Arena estão sempre lotados, aqui em São Paulo, nesses mais acessíveis está sempre lotado, mas tiveram dois que me surpreenderam. No Uruguai, eu achei que tinha bastante gente, foi muito interessante para mim ver isso, algo que eu nunca tinha vivido, e contra o Ceará também, na Copa do Brasil, eu sei que em Fortaleza também tem muito torcedor do Corinthians, mas eu não imaginei que era tanto, estava muito cheio. Os torcedores ficaram cantando o jogo inteiro, fiquei bem a vontade, acho que todo o elenco, tanto que conseguimos sair de lá vitoriosos. É muito diferente", completou o volante.

Cacau, representante da equipe feminina ouvida pelo Meu Timão, foi na mesma linha:

"Eu sou suspeito para falar, sou corinthiana, amo o clube e a torcida. Muito feliz porque jogamos fora e sempre tem torcedores do clube. É bacana chegar num estádio fora e ter sua torcida, em casa também está vindo cada vez mais torcedores. Apoio para nós é fundamental, empurra demais a gente, ainda mais uma torcida como a do Corinthians", afirmou.

Cacau também fez parte da sessão de fotos da nova camisa do Corinthians

Divulgação / Nike

1976, 2000 e 2012...onde estavam?

As três invasões corinthianas que são o motivo da homenagem do novo uniforme três do Timão também mereceram destaque por parte de Fagner, Júnior Urso e Pedrinho em conversa com a reportagem do Meu Timão durante o ensaio fotográfico da mesma.

Em relação à primeira, a mais antiga, nenhum deles era nascido. A segunda, em 2000, quase não lembraram. Já 2012...

"Em 1976 eu nem era nascido, em 2000 eu tinha quase um ano de clube já e em 2012 eu jogava pelo futebol alemão. Eu acho que só ressalta o amor da torcida pelo clube, a paixão do torcedor pelo clube, o quanto ele é verdadeiramente louco pelo clube, a vontade de estar perto, de querer incentivar e vivenciar o clube. Essas três invasões são prova disso, mas não só elas. Falamos delas porque são grandes, mas em qualquer lugar que o Corinthians vai jogar sempre tem um bom clube, mesmo sendo visitante. É como um falei, mostra a paixão do torcedor pelo clube, de querer participar, vivenciar, ajudar de alguma forma", afirmou Fagner.

"De 2000 eu não lembro onde eu estava, provavelmente vi pela TV com meus pais, eu tinha dez anos e a de 2012 eu lembro muito bem, foi de manhã e eu estava assistindo ao jogo do Corinthians e pra mim foi uma das datas mais especias que o Corinthians já viveu, falando particularmente, foi a mais especial para mim", falou Urso.

"Para falar a verdade em 2012 eu ainda nem acompanhava tanto porque eu era do Nordeste e lá muitas vezes não passa o que é de São Paulo. Quando eu fui chegando aqui foi que eu comecei a entender o que era, como aconteceu. Então falar exatamente o que eu estava fazendo naquele momento eu não sei, não lembro, mas aos poucos fui entendendo o quão importante foi vivenciar aquilo para quem vivenciou, foi um momento especial", finalizou Pedrinho.

Veja mais em: Arena Corinthians, Ações de marketing, Pedrinho, Júnior Urso, Fagner, Corinthians feminino e Camisa do Corinthians.

Veja Mais:

  • Gaviões da Fiel marcará presença no CT Joaquim Grava nesta sexta-feira

    Gaviões da Fiel convoca protesto nessa sexta-feira no CT do Corinthians

    ver detalhes
  • Michel Macedo pegou dois jogos de suspensão

    Michel Macedo é punido pelo STJD por expulsão contra o Avaí e será desfalque no Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians se reapresentou ao CT Joaquim Grava na tarde desta quinta-feira

    Corinthians se reapresenta de olho no Brasileirão e time deve ter mudanças contra o Bahia

    ver detalhes
  • Atleta tem passagem pelo Huelva, no futebol espanhol

    Corinthians Feminino fecha contratação de ex-lateral do Palmeiras

    ver detalhes

Comente a notícia: