Gabriel celebra momento individual e analisa duelo com Fluminense na Arena: 'Equipe se portou bem'

Gabriel celebra momento individual e analisa duelo com Fluminense na Arena: 'Equipe se portou bem'

Por Vitor Chicarolli e Rodrigo Vessoni

1.5 mil visualizações 32 comentários Comunicar erro

Gabriel também falou sobre Oswaldo de Oliveiro, técnico do Fluminense e um velho conhecido

Gabriel também falou sobre Oswaldo de Oliveiro, técnico do Fluminense e um velho conhecido

Danilo Fernandes/ Meu Timão

O Corinthians ficou no empate sem gols com o Fluminense na noite desta quinta-feira, na Arena, em Itaquera, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Em entrevista coletiva concedida após o apito final, o volante Gabriel valorizou o desempenho alvinegro e pontuou que "a equipe se portou bem" frente aos cariocas.

"A gente tentou fazer de tudo para neutralizar ao máximo o adversário, eles tentaram infiltrações, mas a equipe se portou bem. O Fluminense não teve chances de gol, teve um chute ou outro de fora da área. Nós tentamos propor mais o jogo, tivemos inúmeras chances de bola parada, foi um jogo truncado. As duas equipes tentaram jogar, logicamente mais a nossa. Está tudo aberto e semana que vem vai ter um segundo grande jogo dessa decisão", analisou o corinthiano.

Leia também:
Carille admite Corinthians 'um pouco abaixo na criação' e fala em 'jogo chato' contra Fluminense
Cássio é melhor do jogo em noite de notas ruins da Fiel; dupla divide lanterna com Carille
Pedrinho revela que já sentia dores antes do jogo e vira dúvida para domingo

Recém-contratado pelo Fluminense, Oswaldo de Oliveira é um velho conhecido de Gabriel. O jogador trabalhou com o treinador no início de sua carreira, quando ainda defendia as cores do Botafogo.

"O Oswaldo é um grande treinador, trabalhei com ele em duas ocasiões. Sabemos que ele tem uma semana para trabalhar. Isso não interfere muito nossa forma de jogar, temos uma forma definida", disse.

O camisa 5 do Corinthians também falou sobre o grande momento que vive pós-Copa América. Por fim, Gabriel deixou a Sul-Americana de lado e já virou a chave para o Campeonato Brasileiro. No domingo, o Timão enfrenta o Avaí, na Ressacada, em Santa Catarina.

"A gente trabalha pra que quando a oportunidade vem a gente esteja preparado. O Carille tem um leque de opções grande. Estou feliz pelo momento e o crescimento da equipe. Hoje foi um jogo truncado. Buscamos o gol do começo ao fim, ele não veio, mas agora é virar a chavinha porque daqui a dois dias temos o Avaí pela frente numa competição em que estamos numa crescente, chegando no G4", concluiu.

Veja mais em: Gabriel e Copa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Gaviões da Fiel marcará presença no CT Joaquim Grava nesta sexta-feira

    Gaviões da Fiel convoca protesto nessa sexta-feira no CT do Corinthians

    ver detalhes
  • Gil, Love, Urso e Clayson são alguns dos corinthianos mais escalados atualmente

    Corinthians pós-Copa América tem intocáveis, 12º jogador e 'esquecidos'; veja quem é quem

    ver detalhes
  • Michel Macedo pegou dois jogos de suspensão

    Michel Macedo é punido pelo STJD por expulsão contra o Avaí e será desfalque no Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians se reapresentou ao CT Joaquim Grava na tarde desta quinta-feira

    Corinthians se reapresenta de olho no Brasileirão e time deve ter mudanças contra o Bahia

    ver detalhes

Comente a notícia: