Sucesso de Cássio e 'caso Walter' travaram contratação de goleiro da Seleção pelo Corinthians

32 mil visualizações 104 comentários Comunicar erro

Goleiro Ivan é constantemente convocado para times de base da Seleção

Goleiro Ivan é constantemente convocado para times de base da Seleção

Divulgação/Sites oficiais/CBF e Ponte Preta

Não fossem Cássio e Walter, o Corinthians provavelmente teria contratado o jovem Ivan, da Ponte Preta, ainda no primeiro semestre desta temporada. O clube sondou o "goleiro prodígio" alguns meses antes da primeira convocação do atleta à Seleção Brasileira de Tite.

Leia também: 'Simbiose' entre Corinthians e Ponte Preta já rendeu seis contratações só em 2019

Ivan, de apenas 22 anos, interessava ao Corinthians no momento em que o clube tinha indefinida a situação de Walter, cujo contrato acabava no fim da temporada. Paralelamente, Cássio fechava o gol alvinegro, sendo considerado destaque do último título paulista.

Ciente de que não tomaria a titularidade de Cássio e ainda sem garantia de que se tornaria ao menos reserva imediato do ídolo corinthiano, Ivan, junto com seu empresário, optou por não se transferir ao Timão. O entendimento é de que seria um passo errado em sua carreira.

Ivan, afinal de contas, recebe constantes sondagens de outros clubes além do Corinthians - alguns deles do exterior, como a Roma. Curiosamente, o mesmo clube italiano teve o nome ligado a especulações com Cássio na imprensa europeia na última janela de transferências.

A multa rescisória de Ivan na Ponte Preta é de R$ 20 milhões em caso de interesse de clubes brasileiros. Em decorrência do bom relacionamento do Corinthians com a diretoria campineira, haveria a possibilidade de a transação para o Timão ocorrer com cifras mais baixas e manutenção de parte dos direitos econômicos com a equipe formadora.

O contrato de Ivan com a Ponte Preta é válido até abril de 2023.

Garoto prodígio

Ivan estreou profissionalmente pela Ponte Preta num jogo contra o Corinthians. Na primeira rodada do Campeonato Paulista do ano passado, ele defendeu pênalti de Jadson e foi o destaque da vitória da equipe campineira em pleno Pacaembu.

Junto com Pedrinho e Mateus Vital, foi campeão do Torneio de Toulon pela Seleção Olímpica na último mês de junho, defendendo o pênalti decisivo na final contra o Japão. No último mês de agosto, Ivan foi convocado por Tite para os amistosos de setembro da Seleção Brasileira principal numa das vagas então ocupadas justamente pelo corinthiano Cássio.

Veja mais em: Mercado da bola, Cássio e Walter.

Veja Mais:

  • Declarações de Carille não estão sendo bem recebidas pelo ambiente do Corinthians

    Declarações de Carille são vistas como 'desnecessárias' e incomodam ambiente no Corinthians

    ver detalhes
  • Ramiro foi disparado o corinthiano que mais falou e gesticulou no treino desta segunda

    Janderson e Régis goleadores, Ramiro líder: reservas treinam forte por reabilitação no Corinthians

    ver detalhes
  • Ralf foi único jogador entre aqueles hoje considerados titulares que treinou com bola nesta segunda

    Sem punição, Ralf volta ao Corinthians e deve ser opção para Carille quarta-feira

    ver detalhes
  • Fábio Carille chegou ao campo já durante o treino e junto com os dirigentes do clube

    Carille tem participação discreta na reapresentação do Corinthians pós-derrota no Majestoso

    ver detalhes
  • Corinthians tem decisão no Paulista e estreia no NBB nessa semana

    Volta à Arena, decisões no basquete e no futsal e Libertadores: a agenda do Corinthians na semana

    ver detalhes
  • Sornoza e Pedrinho podem retornar ao Corinthians para o jogo de quarta-feira

    Corinthians deve ter trio de volta para a partida contra o Goiás

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: