Após protesto no CT, Love garante que elenco se cobra por uma atitude diferente durante os jogos

7.5 mil visualizações 124 comentários Comunicar erro

Por Vitor Chicarolli e Rodrigo Vessoni, no CT Joaquim Grava

Vagner Love admitiu que o elenco se cobra por uma mudança de postura nos jogos

Vagner Love admitiu que o elenco se cobra por uma mudança de postura nos jogos

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Na manhã desta sexta-feira, a Gaviões da Fiel, maior torcida organizada do Corinthians, foi ao CT Joaquim Grava protestar contra o mau momento do time. Assim, enquanto os jogadores treinavam na parte interna do centro de treinamento, era possível ouvir os cânticos entoados pelos corinthianos do lado de fora.

Em entrevista concedida logo após a manifestação, o atacante Vagner Love negou que a situação pressiona os atletas, mas garantiu que todo plantel se cobra diariamente por uma mudança de postura durante as partidas.

"Pressionar, não. A gente se cobra... Nós jogadores, internamente, sabemos do resultado ruim desta semana, estamos nos cobrando muito por essa derrota na semifinal. Do jeito que eles estão cobrando, a gente também está se cobrando, temos que mudar a nossa atitude. Falei depois do jogo, ter mais atitude, nos cobrar e fazer melhor", resumiu.

"Quando a gente joga em casa tem que propor o jogo, correr, se dedicar, dividir bola e ganhar. É o que a gente se cobra. Cobro de mim e depois cobro dos companheiros. Temos que ter atitude em relação a tudo. Temos que ter a bola, trabalhar melhor a bola, ser mais agressivos, competir mais, isso faltou para a gente. Não tirando os méritos do adversário que se comportou bem, armaram um esquema que dificultou nossa forma de jogar. Mérito deles. Mas temos que ter atitude e fazer bons jogos dentro da nossa casa", acrescentou.

Leia também:
Presidente da Gaviões exige raça ao time e diz que conversa com jogadores não foi necessária
Gaviões da Fiel protesta em frente ao CT durante treino do Corinthians; veja faixas e cânticos
Corinthians é o clube em que Mauro Boselli menos ficou em campo nas últimas oito temporadas

Depois do protesto, vale ressaltar, Digão, presidente da Gaviões da Fiel, conversou com os jornalistas e exigiu "mais vontade e raça" aos jogadores. A postura que Fábio Carille adota nos jogos também foi questionada pelo mandatário.

O Corinthians volta a campo neste sábado, às 19h, contra o Bahia, na Arena, em Itaquera, pela primeira rodada do segundo turno do Brasileirão. Com 32 pontos, o Timão ocupa a quinta colocação da competição - dez pontos de diferença para o líder Flamengo.

Veja mais em: Vagner Love e Torcidas organizadas.

Veja Mais:

  • CORINTHIANS 68 X 74 FRANCA BASQUETE - FINAL - PAULISTA DE BASQUETE 2019

    Assista à partida decisiva entre Corinthians e Franca pelo Paulista de Basquete

    ver detalhes
  • Marllon deve formar dupla com Bruno Méndez no embate com o Cruzeiro no sábado

    Corinthians se reapresenta, e Carille prepara zaga reserva para jogo contra o Cruzeiro

    ver detalhes
  • Torcedor foi agredido em frente à sub-sede da Torcida Jovem por passar pelo local com camisa do Corinthians

    Torcedor do Corinthians é agredido por integrantes de organizada do Santos

    ver detalhes
  • Vic Albuquerque durante comemoração do primeiro gol da vitória corinthiana

    Corinthians supera colombianas na Libertadores Feminina e encaminha vaga para próxima fase

    ver detalhes
  • Corinthians volta a participar da Florida Cup; em 2019, Timão ficou fora

    Com Corinthians e Palmeiras, Florida Cup divulga tabela para 2020

    ver detalhes
  • Momento em que Dudu, do Goiás, toca na bola com o braço

    'Zerado' no primeiro semestre, Corinthians chega ao quarto pênalti em 2019; veja curiosidades

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: