Técnico do Corinthians valoriza resposta do grupo e adianta primeiro titular de decisão

33 mil visualizações 119 comentários Comunicar erro

Por Andrew Sousa e Rodrigo Vessoni, na Arena Corinthians

Comandante deixou a Arena satisfeito com a resposta de seus comandados

Comandante deixou a Arena satisfeito com a resposta de seus comandados

Danilo Fernandes/ Meu Timão

Depois de uma semana de pressão, o Corinthians correspondeu dentro de campo e somou três pontos importante. Em casa, a equipe alvinegra bateu o Bahia por 2 a 1 e entrou no G4 da competição. Diante disso, o técnico Fábio Carille deixou a Arena satisfeito com o seus comandados.

"Sim. Mais do que falar da partida quero falar das oportunidades. Foi uma semana de pressão, tinha a preocupação de como o grupo ia reagir, e reagiu de uma forma bem positiva. E agora a nossa sequência, pensar sempre no próximo jogo, no jogo de quarta-feira. Estou feliz com o grupo, sim. Desde o começo do ano está sendo de muito trabalho. Tem jogo que as coisas acontecem da forma que a gente planeja, tem jogo que não, mas faz parte. Estamos em uma crescente ainda", afirmou, em coletiva após a partida.

Não bastasse todo o extracampo da semana alvinegra, o jogo ainda foi cercado de tensão pelas intervenções do VAR, que marcou um pênalti para cada um dos times e confirmou a não marcação de outro para o Bahia. Mesmo sem ver os lances, Carille preferiu não condenar a tecnologia.

"Eu quero acreditar que ainda está sendo o primeiro ano. Tive a experiência lá na Arábia e foi muito legal. Mesmo. O árbitro lá não ia na televisão, confiava, eram todos árbitros da Europa, até um brasileiro apitou um jogo lá. Iam muitos árbitros da Europa e escutava apenas, não ia para ver. Uma vez ou outra, quando tinha dúvida mesmo ele ia, então foi muito legal", relembrou.

"Acredito que está sendo a primeira experiência, muitas coisas tem melhorado, algumas coisas acho que nunca vai ser 100% em lugar nenhum, mas com certeza é mais justo. Não vi os lances ainda para falar, o lance do Ralf, que eu acho que foi com o Clayson. Não vi os lances ainda, mas eu acredito que é para o bem do futebol e cada ano que for passando os erros vão ser menores", completou.

Leia também:
Carille brinca com protestos de organizada no CT do Corinthians: 'Estou com moral com eles'
Clayson vibra com vitória importante e comenta momento de pressão: 'Não tem nenhum moleque'
Pedrinho-dependência, sorte de Carille e 'El Maestro': Fiel repercute vitória do Corinthians

Com a velocidade da temporada e a proximidade do próximo compromisso, Carille já adiantou uma decisão importante para o embate de quarta-feira, contra o Independiente del Valle, pela semifinal da Copa Sul-Americana: Ralf será o substituto do suspenso Gabriel.

"A preparação foi para esse jogo, pensando em desgaste também. Foi uma semana muito difícil para nós. Jogar em Brasília, com resultados adversos foi difícil, mas o Gabriel está suspenso (na Sul-Americana), e a ideia de colocar o Ralf hoje por isso. O Gabriel um pouco mais ágil e o Ralf com uma imposição física, mas o Ralf é quem joga na quarta-feira", concluiu.

Com o camisa 15, então, o Timão vai a Quito tentar uma virada histórica: precisa vencer por três gols de diferença para avançar na competição no tempo regulamentar.

Veja mais em: Fábio Carille, Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Fábio Carille reclamou de dores no joelho esquerdo recentemente

    Carille vai passar por procedimento no joelho e vira 'desfalque' para o Corinthians

    ver detalhes
  • Fagner pode ganhar até quatro companheiros de posição no Corinthians em 2020

    Corinthians pode ter até cinco opções para lateral direita em 2020

    ver detalhes
  • Boquita é abraçado após marcar o segundo gol do Corinthians contra o Atlético-MG, que agora é o gol 10.000 da história

    Historiador encontra resultado da década de 20; autores dos gols históricos do Corinthians mudam

    ver detalhes
  • Arena Corinthians deve receber público razoável na noite de sábado

    Corinthians anuncia parcial de ingressos vendidos e dois setores esgotados contra o Cruzeiro

    ver detalhes
  • Janderson, Carlos, Vital e Pedrinho durante conversa com Andrés Sanchez

    Um mês após criticá-los, Carille apostou em 'meninos' suas últimas fichas no Corinthians

    ver detalhes
  • Símbolo foi utilizado em amistosos em 1916

    Departamento do Corinthians descobre símbolo usado pelo clube há mais de 100 anos

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: