Corinthians Feminino é proibido pela polícia equatoriana de deixar hotel para treinar

5.4 mil visualizações 39 comentários Comunicar erro

Por Lucas Faraldo e Sarah Tonon

Meninas do Corinthians estão em Quito desde o último domingo

Meninas do Corinthians estão em Quito desde o último domingo

Bruno Teixeira/Divulgação/Corinthians

A delegação da equipe feminina do Corinthians passa por problemas de logística em Quito, no Equador, em meio à crise política que eclodiu no país nos últimos dias. Por lá desde domingo, quando chegou para dar início à preparação para a Libertadores Feminina, o Timão teve jogadoras, comissão técnica e funcionários proibidos pela polícia local de saírem do hotel para treinar "por questões de segurança". De acordo com comunicado publicado pelo clube em seu site oficial, as atividades estão agora restritas portanto ao hotel.

"Chegamos no domingo e a situação no país é realmente complicada. Foi decretado o estado de exceção e na segunda-feira o governo anunciou a troca de sua sede para Guayaquil. Nas ruas, são muitos protestos, alguns deles com conflitos e violência", relatou o técnico corinthiano, Arthur Elias, em entrevista justamente ao site oficial do clube.

"Ontem (terça-feira), precisamos deixar o hotel onde estávamos, no centro de Quito, por medida de segurança, a pedido do Comitê Organizador Local (COL). Lá está o foco das manifestações. Mas, apesar desse contexto estamos todos bem", acrescentou.

Apesar da troca de hotel, a delegação corinthiana segue em Quito.

Na última terça-feira, a Conmebol emitiu comunicado assegurando a realização da Copa Libertadores Feminina em Quito mesmo diante da crise no Equador. Redigido em espanhol, o documento apontava confiança da entidade no comprometimento da Federação Equatoriana de Futebol com a segurança do torneio para "atletas, juízes, torcedores, etc."

Por meio de seu site oficial, porém, o Corinthians diz ainda não haver um posicionamento oficial da Conmebol "sobre a sequência da programação da Copa Libertadores Feminina". O clube também anunciou que a reunião do conselho técnico da competição está prevista para esta quinta-feira, quando deverá haver orientações em relação aos próximos dias em Quito.

Cabeça de chave do Grupo C, o Corinthians estreia no torneio contra o Club Ñañas (Equador), no dia 12. Em seguida, a equipe de Arthur Elias enfrenta o América de Cali (Colômbia), no dia 15, e finaliza sua participação na primeira fase contra o Libertad Limpeño (Paraguai), em 18 de outubro - os três jogos serão realizados às 19h.

A crise no Equador

O Equador vive uma crise de evolução crescente nos últimos meses, com recente estopim gerado pelo aumento no preço dos combustíveis determinado pelo presidente Lenin Moreno. Alçado ao poder como sucessor de Rafael Correa, o atual dono do cargo é acusado pelos seus opositores de "estelionato eleitoral" por ter se afastado das diretrizes do governo anterior.

Insatisfeitos com a situação do país, milhares de equatorianos marcharam de cidades em todo o território até Quito, que tornou-se epicentro da revolta. Moreno determinou nesta terça, por exemplo, que a capital foi mudada para Guaiaquil, cidade litorânea, fugindo do cerco de manifestantes de Quito. Há registros de mais de 500 prisões entre quem estava nos protestos.

Veja mais em: Corinthians feminino e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Volante ao lado do idoso atropelado e de sua família

    Ralf transfere vítima de acidente de hospital e faz visita nessa segunda-feira

    ver detalhes
  • Neto acusa elenco corinthiano de tentar derrubar Carilleneto

    Neto acusa elenco corinthiano de tentar derrubar Carille, detona jogadores e faz apelo ao técnico

    ver detalhes
  • Imagina como seria se você tivesse Fábio Carille como seu chefe no seu trabalho

    [Mayara Munhoz] Imagina como seria se você tivesse Fábio Carille como seu chefe no trabalho

    ver detalhes
  • Declarações de Carille não estão sendo bem recebidas pelo ambiente do Corinthians

    Declarações de Carille são vistas como 'desnecessárias' e incomodam ambiente no Corinthians

    ver detalhes
  • Ramiro foi disparado o corinthiano que mais falou e gesticulou no treino desta segunda

    Janderson e Régis goleadores, Ramiro líder: reservas treinam forte por reabilitação no Corinthians

    ver detalhes
  • Ralf foi único jogador entre aqueles hoje considerados titulares que treinou com bola nesta segunda

    Sem punição, Ralf volta ao Corinthians e deve ser opção para Carille quarta-feira

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: