Carille vê Boselli prejudicado por falta de dupla de ataque e revela três nomes sondados pelo clube

60 mil visualizações 479 comentários

Por Andrew Sousa, Rodrigo Vessoni e Tomás Rosolino, na Arena Corinthians

Carille relacionou poucas chances para Boselli com falta de reforço para o ataque

Carille relacionou poucas chances para Boselli com falta de reforço para o ataque

Danilo Fernandes/ Meu Timão

Em novo jogo ruim, o Corinthians ficou no empate por 2 a 2 diante do Athletico Paranaense, na Arena. Autor de um dos gols do confronto, Mauro Boselli foi o assunto mais comentado da semana. Em coletiva dois dias antes do confronto, afinal, o argentino criticou a forma da equipe jogar e ressaltou a baixa criatividade do ataque.

Além de comentar a relação com o camisa 17, o técnico Fábio Carille deu sua versão sobre as raras chances de gol que o centroavante tem quando atua.

"A nossa situação é maravilhosa. Falaram muito mais do que foi. Quando contratamos o Boselli eu falei com ele quando ele estava no México ainda. Sabia de todas as características. O Boselli é um cara que precisa que essa bola chegue na área. Só que a característica desse time o Corinthians não conseguiu trazer esses jogadores", pontuou, antes de revelar alguns nomes sondados pelo clube.

"Teve contato com o Gabigol, Rodriguinho, Roger Guedes. É isso que falta para nós hoje. Não só eu como a diretoria estamos cientes dessa necessidade de jogadores que pisam mais na área, buscam mais o gol", completou.

Leia também:
Críticas a Carille, primeiro tempo ruim e sequência para Boselli: Fiel comenta empate do Corinthians
Análise: Corinthians se livra de vexame no primeiro tempo e não se encontra na Arena

Sem contar com atletas que correspondam essas características desejadas, o técnico alvinegro tentou novamente utilizar Love mais perto de Boselli. A estratégia, porém, não deu muito certo e precisou de adaptação no primeiro tempo, que foi de amplo domínio do Athletico Paranaense.

"Como o adversário jogou sem 9, tiveram um a mais no meio-campo. E sobrecarregou muito Ralf e Ramiro, por isso mudei o Vital ali. É um sistema que pode dar certo, mas a gente tem que ter jogador mais agudo, que vai mais a fundo. Lá no Equador funcionou, acredito que, com bastante treino e outras características perto deles pode funcionar, sim", afirmou.

Dias atrás, vale lembrar, Fábio Carille afirmou que não planejava dar sequência a dupla formada por Love e Boselli. Nesta quinta-feira, porém, os desfalques de Pedrinho e Sornoza possibilitaram a nova tentativa.

Veja mais em: Fábio Carille, Vagner Love, Mercado da bola e Mauro Boselli.

Veja Mais:

  • Gustavo Silva e Vital comemorando o segundo gol do Corinthians contra o Sport

    Corinthians domina, vence Sport e volta a se aproximar do G6 no Brasileirão

    ver detalhes
  • Mateus Vital marcou o segundo gol do Corinthians, na Neo Química Arena

    Vital se destaca e é o melhor em campo do Corinthians contra Sport; reserva é o pior

    ver detalhes
  • Elenco comemora gol de Gustavo Silva sobre o Sport, pelo Brasileirão, na Neo Química Arena

    Fiel destaca atuação de trio do Corinthians e volta a falar em classificação para Libertadores; veja

    ver detalhes
  • Vagner Mancini valorizou a recuperação do Corinthians diante do Sport

    Mancini analisa vitória segura do Corinthians e afirma: 'Mudamos de objetivo no Brasileiro'

    ver detalhes
  • Mancini deve ter Otero à disposição na próxima segunda-feira

    Recuperado do coronavírus, Otero volta a ficar à disposição do Corinthians nesta sexta-feira

    ver detalhes
  • Quando todos nos tornamos 'torcedores de sofá'

    [Ana Paula Araújo] Quando todos nos tornamos 'torcedores de sofá'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: