Corinthians goleia Magnus fora de casa e garante título do Campeonato Paulista de Futsal

32 mil visualizações 136 comentários

Corinthians não tomou conhecimento do adversário e garantiu mais um título estadual

Corinthians não tomou conhecimento do adversário e garantiu mais um título estadual

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

O Corinthians é campeão do Campeonato Paulista de Futsal 2019. Na noite desta terça-feira, a equipe alvinegra bateu o Magnus por 6 a 2, na Arena Sorocaba, e garantiu o caneco. Os gols foram marcados por Henrique (duas vezes), Leandro Lino (contra), Higor, Batalha e Matheus.

O triunfo fora de casa dá o título ao Timão depois de empate por 3 a 3 no jogo de ida, no Ginásio Wlamir Marques - os comandados de André Bié tiveram campanha pior no torneio e por isso tiveram de decidir longe de seus domínios.

De novo - No ano passado, vale lembrar, o Corinthians também levou a melhor contra a Magnus, garantindo o título da Liga Paulista.

Escalação

O Corinthians começou o embate com uma equipe experiente formada por Tiago, Nenê, Henrique, Rafa e Deives - a mesma escalação montada por André Bié no jogo de ida, no Ginásio Wlamir Marques.

Primeiro tempo

O jogo começou frenético. Logo no primeiro minuto, o time da casa quase abriu o placar em bela finalização de bicicleta. Tiago, porém, estava esperto e repôs rápido. Cara a cara com o goleiro, Henrique bateu bem e marcou para o Timão, esquentando o clima na casa do adversário.

E o ritmo seguiu intenso. Com menos de dois minutos, Rodrigo tentou duas vezes de fora e obrigou Tiago a fazer grande defesa. Na sequência, houve desentendimento entre os jogadores. Todos os envolvidos foram separados, mas a faísca continuou saindo de cada embate.

Pressionado na saída de bola, o Timão passou a encontrar dificuldades para criar, tendo de apelas para lançamentos mais longos do goleiro. Aos cinco minutos, porém, a equipe conseguiu uma escapada em contra-ataque. Deives bateu na saída do goleiro, a bola pegou na trave e o defensor adversário acabou empurrando a bola para dentro.

Nos raros espaços que o Corinthians dava ao Magnus, aparecia a estrela de Tiago. Em finalização forte, o arqueiro alvinegro novamente apareceu para tirar com a ponta dos dedos. No contra-ataque, quase que o Timão marca o terceiro com Higor.

Pouco depois, o camisa 17 não desperdiçou. Em bonita jogada individual, ele deixou a marcação para trás e bateu cruzado de perna esquerda para ampliar. Pouco depois, aos dez minutos, Tiago novamente deu as caras: com uma mão, evitou o gol em jogada ensaiada do Magnus.

O ritmo acelerado imposto desde o primeiro minuto caiu do meio para o fim da etapa inicial, rodando a bola e deixando o relógio correr, sem deixar o adversário criar. Um minutos antes do intervalo, porém, o Magnus chegou de novo e conseguiu tiro livre.

Obina entrou no gol alvinegro e fez grande defesa. Ainda deu tempo de Tiago voltar para a meta e intervir em chute à queima-roupa, levando o 3 a 0 para os vestiários.

Segundo tempo

A etapa final começou com o mesmo panorama do restante da partida. Bem postado atrás, o Timão se organizou para contra-ataques. E logo no primeiro minuto, a equipe alvinegra encaixou um, mas não conseguiu concluir.

Na sequência, uma confusão acabou em expulsão de Nenê, do Corinthians, e Éder, do Magnus. Ainda aos três minutos, o time da casa se lançou totalmente ao ataque com a utilização do goleiro linha.

Com três em quadra, os comandados de André Bié também apostaram na alternativa e quase custou caro, não fosse Henrique tirar a bola em cima da linha do gol corinthiano.

A dez minutos do fim, o time da casa se lançou ainda mais ao ataque, insistindo no goleiro linha. E o Corinthians aproveitou. Após fazer belo desarme, o camisa 4 Batalha bateu de muito longe para ampliar.

Logo depois, um lance parecido. O Timão roubou a bola e, mesmo de costas para a meta adversária, Henrique bateu bem na bola para marcar o quinto tento da equipe alvinegra, aproximando ainda mais o título.

Antes do apito final e de soltar o grito de campeão, o Corinthians criou umas oportunidades arriscando de longe, para tentar surpreender o goleiro linha. As finalizações, porém, saíram sem direção. E o Magnus aproveitou. Restando três minutos para o apito final, Rodrigo tirou bem de Tiago para marcar.

No lance seguinte, Charuto chegou bem ao fundo e surpreendeu o goleiro do Timão com um chute por trás de suas costas, diminuindo para 5 a 2. A reação, porém, foi rapidamente brecada. Matheus arrancou pela esquerda e bateu forte para dar números finais ao confronto: 6 a 2 e título garantido para o Corinthians.

Fora de casa? Que nada!

Além do bom desempenho do Timão dentro de campo, quem merece destaque é a Fiel. Mesmo fora de casa, a torcida alvinegra cantou o jogo e fez bela festa nos minutos finais, com direito a show de luzes com sinalizadores. A Arena Sorocaba parecia o Parque São Jorge!

Veja mais em: Futsal do Corinthians.

Veja Mais:

  • Fagner no jogo contra o Red Bull Bragantino, na Neo Química Arena, pelo Brasileirão

    Corinthians vê chance de terminar o Brasileirão no G6 cair em 5% após derrota; veja números

    ver detalhes
  • Gustavo Silva no duelo com o RB Bragantino, pelo Brasileirão, na Neo Química Arena

    Corinthians joga mal, perde para o Red Bull Bragantino e não consegue colar no G6 do Brasileirão

    ver detalhes
  • Cazares foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Meia é eleito o melhor do Corinthians em campo em noite de notas baixas; dupla de atacantes é a pior

    ver detalhes
  • [Tomás Rosolino] Fagner sobra entre os laterais do país e merece voltar à Seleção - de olho na Copa

    ver detalhes
  • Mancini é bastante contestado pela Fiel após derrota em Itaquera

    Torcida do Corinthians critica Mancini e se irrita com atuação coletiva do time; veja repercussão

    ver detalhes
  • Mancini no jogo contra o Red Bull Bragantino, na Neo Química Arena, pelo Brasileirão

    Mancini explica escalação, ideias nas substituições e cobra Corinthians: 'Faltou muita coisa'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: