Sonho continental e três jogos em três dias: técnico do basquete do Corinthians fala com o Meu Timão

7.4 mil visualizações 28 comentários Comunicar erro

Técnico Bruno Savignani vai comandar o elenco nas semifinais da Sul-Americana

Técnico Bruno Savignani vai comandar o elenco nas semifinais da Sul-Americana

Beto Miller/Ag. Corinthians

Técnico do basquete do Corinthians, Bruno Savignani falou com o Meu Timão sobre a disputa da fase semifinal da Liga Sul-Americana. O comandante ressaltou a importância de levar o nome do clube para uma competição continental.

"É muito importante para nós e para o clube, levar o Corinthians a uma competição continental, disputar com outras grandes equipes do continente. Importante para a modalidade", observou, já aproveitando para falar sobre ter que disputar três jogos em três dias consecutivos.

"Agora para essa fase (a preparação) é uma preocupação. Três jogos consecutivos com bastante intensidade. Mas aquela primeira fase foi fora do comum, acabou jogando 13 jogos em 26 dias. Obviamente sofremos, desgaste físico, jogadores com dores. Vai ser um fator decisivo, mas a equipe criou uma casca, pensamos bem aí na nossa programação", disse.

Leia também: Verde? Tô fora! Fuller pinta o próprio tênis 'por causa' do Corinthians

Importante ressaltar que o Corinthians trabalhava com a ideia de ter que viajar para o Equador para a disputa do torneio. Na noite desta quarta-feira, porém, a Confederação Sul-Americana de Basquete alterou a sede da fase semifinal para o Ginásio Wlamir Marques, no Parque São Jorge.

Finalista do Campeonato Paulista e em alta no NBB, o treinador ainda explicou o que esperar dos adversários para essa disputa, que define dois representantes para o Final Four da competição. Para avançar, o Timão tem que assegurar ao menos a segunda colocação da chave no Equador.

Veja algumas respostas de Savignani na conversa com o Meu Timão:

Por ser a segunda competição do continente em importância acaba sendo mais fraca?

Não, acho que não. Não é um nível mais baixo, não, é uma competição bem dura, só com equipes fortes. Mesmo o Ferro Carril-ARG se reforçou, trouxe um americano. Vamos jogar contra a equipe do Pinheiros, está disputando o NBB sempre lá em cima da tabela. O time equatoriano tem três bons estrangeiros também.

Diferenças para o NBB:

Campeonatos com características diferentes. NBB é muito mais longo, te dá a chance de recuperar. Fizemos uma ótima primeira fase, equipe estava bem concentrada. Esse é o grande segredo para que a gente possa ter sucesso. Precisa estar bem concentrado, bem focado. São três decisões.

Sonha com um título continental para o basquete do Corinthians?

Com certeza, não vou mentir. É óbvio que a gente tenta trabalhar no dia a dia, seria uma conquista bem grande, não deixa de ser uma competição continental. Não deixa de ser uma briga por título. Vamos buscar um final de ano com bastante coisa para comemorar.

Arbitragem é diferente?

Tem, sim. Tem uma diferença grande, no meu ponto de vista para melhor. Mas, pela forma, é um pouco mais de contato. É um contato mais limpo, de jogo mesmo. Ombro, menos mão. Menos faltas, é interessante. Acho que a gente se deu bem, não é algo que nos preocupa.

Veja mais em: Basquete e Especiais do Meu Timão.

Veja Mais:

  • Timão encarou o Atibaia em jogo-treino nesta quarta-feira

    Corinthians empata com o Atibaia em jogo-treino com os reservas no CT Joaquim Grava

    ver detalhes
  • Mauro Boselli tem contrato com o Corinthians até dezembro de 2020

    Boselli fala até de matrícula das filhas e projeta 2020 no Corinthians: 'Não penso em outra coisa'

    ver detalhes
  • Elenco do Corinthians treinou na Arena nesta quarta-feira

    Feminino do Corinthians faz reconhecimento da Arena em treino animado antes da final

    ver detalhes
  • A torcida do Corinthians reservou todos os ingressos para a final do Paulista Feminino na Arena

    Torcida do Corinthians esgota ingressos para final do Paulista Feminino na Arena

    ver detalhes
  • Depois de derrota contra o CSA, treinador soltou o verbo com o elenco

    Sanchez se retrata por cobrança pública ao elenco, mas cobra vaga na Libertadores

    ver detalhes
  • Carro da Mercedes durante GP do Brasil de F1 de 2015

    Como GP de Fórmula 1 ajudou Corinthians a se livrar de dívida de R$ 30 mil junto à PM

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: