Coelho explica mudança de postura do Corinthians e atribui méritos da vitória aos jogadores

15 mil visualizações 91 comentários Comunicar erro

Por Vitor Chicarolli e Rodrigo Vessoni, na Arena Corinthians

Coelho comandou pela primeira vez a equipe profissional do Corinthians nesta quarta-feira

Coelho comandou pela primeira vez a equipe profissional do Corinthians nesta quarta-feira

Danilo Fernandes/Meu Timão

O interino Dyego Coelho começou sua trajetória como treinador com o pé direito. Em uma atuação convincente, o Corinthians superou o Fortaleza por 3 a 2, na Arena, em Itaquera, pela 31ª rodada do Brasileirão, e voltou a vencer após oito jogos.

Em entrevista concedida após sua estreia no banco de reservas do Timão, o ex-jogador Coelho atribuiu todos os méritos da partida aos jogadores e explicou a mudança radical de postura da equipe em um período tão curto - foram apenas dois dias de treino com o grupo profissional.

"A mudança começou na segunda-feira, quando fizemos um treino muito intenso. Na terça, alguns jogadores, acho que a maioria, quando pensamos em marcar pressão, ser agressivo... Não adianta só eu falar, o treino precisa mudar o comportamento. Eles atingiram velocidade de jogo na marcação pressão do treino. São jogadores muito inteligentes, foi uma ideia nossa de pressionar e sair em três, para dar mais liberdade aos extremos e o meio mais móvel", analisou.

"O mérito é dos jogadores, eles mudaram a chavinha. Eles conseguiram executar a ideia de uma maneira que o torcedor gostou. Gostou de ver jogando sem a bola e com ela, se entregaram. Se tivermos treinos, podemos evoluir muito mais", completou em seguida.

Aqueles que acompanham o Corinthians com frequência conseguiram enxergar uma intensidade muito maior dos jogadores nesta quarta. Além disso, o time alvinegro voltou a marcar três gols em uma partida depois de um turno.

Questionado sobre a forma que os alvinegros se entregaram, Coelho apontou o que precisava ser mudado e celebrou o resultado conquistado em Itaquera.

"O elenco, como já falei aqui, é muito inteligente, consegue fazer o que a gente pede. O jogo do jogador do Corinthians precisa ser organizado, mas agressivo. Falta o Júnior entra mais, o Vital, o Pedrinho, temos que preencher a área. Quando faz uma saída em três, você tem essa situação de profundidade. É tudo muito em função do que eles fizeram. Eles fizeram acontecer. Foi uma ideia, eles acreditaram naquilo e fizeram. O mérito total da vitória hoje é dos jogadores", disse.

"Quando a gente propõem alguma coisa aos jogadores precisamos escutar o feedback deles. Eles aceitaram. Isso me deu confiança. Eu fico feliz porque eles pegaram muito rápido. Quando jogador quer fazer, eles fazem mesmo. O resultado foi a vitória hoje", concluiu.

Sem muito tempo para descanso, o Corinthians volta a campo no próximo sábado, às 19h, contra o Palmeiras, no Pacaembu, pela 32ª rodada da competição nacional. Com 48 pontos, o Timão voltou momentaneamente para a sexta colocação.

Veja mais em: Dyego Coelho e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Timão encarou o Atibaia em jogo-treino nesta quarta-feira

    Corinthians empata com o Atibaia em jogo-treino com os reservas no CT Joaquim Grava

    ver detalhes
  • Mauro Boselli tem contrato com o Corinthians até dezembro de 2020

    Boselli fala até de matrícula das filhas e projeta 2020 no Corinthians: 'Não penso em outra coisa'

    ver detalhes
  • Elenco do Corinthians treinou na Arena nesta quarta-feira

    Feminino do Corinthians faz reconhecimento da Arena em treino animado antes da final

    ver detalhes
  • A torcida do Corinthians reservou todos os ingressos para a final do Paulista Feminino na Arena

    Torcida do Corinthians esgota ingressos para final do Paulista Feminino na Arena

    ver detalhes
  • Depois de derrota contra o CSA, treinador soltou o verbo com o elenco

    Sanchez se retrata por cobrança pública ao elenco, mas cobra vaga na Libertadores

    ver detalhes
  • Carro da Mercedes durante GP do Brasil de F1 de 2015

    Como GP de Fórmula 1 ajudou Corinthians a se livrar de dívida de R$ 30 mil junto à PM

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: