Volante do Corinthians comemora Dérbi no Pacaembu, mas se prepara para ser alvo outra vez

10 mil visualizações 58 comentários

Gabriel volta a enfrentar Palmeiras, seu ex-clube

Gabriel volta a enfrentar Palmeiras, seu ex-clube

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O volante Gabriel costuma ter o desprazer de ser alvo da torcida do Palmeiras quando o Corinthians é visitante. Isso acontece desde que o volante trocou o antigo Parque Antártica pelo Parque São Jorge, em janeiro de 2017.

E, de acordo com o jogador, não será diferente neste sábado, às 19h, no estádio do Pacaembu. Gabriel, inclusive, já se prepara psicologicamente para ser alvo de vaias e xingamentos durante os 90 minutos do clássico.

"É concentrar, estar mentalmente forte. Tem aquele preparo individual de cada um, o meu para esse jogo é diferente, quando a gente vai jogar lá a pressão é um pouquinho maior em mim, eu passei por lá, então faz parte. Jogadores que estão aqui e estavam lá também recebem vaias", lembrou.

"Minha preparação é forte, estou desde que acabou a vitória do Fortaleza, viramos a chave no vestiário, voltada ao clássico, realmente vai ser um jogo importante. Estou muito feliz de viver isso, de estar em campo", completou.

Apesar de o camisa 5 do Timão falar que outros jogadores que estiveram dos dois lados serem alvos, isso não costuma acontecer na prática. Vagner Love, vez ou outra, é lembrado com "mais carinho" pelos palmeirenses durante os jogos. Mas sem comparação com o que costuma viver o volante. O mesmo se passa com Bruno Henrique, ignorado na Arena Corinthians. Henrique, ex-zagueiro do Timão, é outro que passava quase despercebido diante dos alviverdes.

Pacaembu, não Allianz Parque

O Dérbi deste sábado não será no Allianz Parque devido a um show de uma rádio paulistana. Jogar no Pacaembu, para Gabriel, é sinônimo de um certo alívio e esperança, já que o estádio foi corinthiano durante décadas. A identificação é mais dividida na visão do volante alvinegro.

"É um campo que o Corinthians gosta de jogar, o Corinthians venceu muito no Pacaembu, ele realmente era nossa casa, vai ser um clássico bem disputado. É um campeonato à parte, devido à rivalidade de torcida, temos que estar concentrados. O Pacaembu é um lugar que a gente gosta de jogar e espero que sejamos felizes amanhã", afirmou.

Veja mais em: Gabriel, Dérbi, CT Joaquim Grava e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Donelli deve ter nova chance na meta alvinegra com ausência de Cássio

    Corinthians não relaciona titulares para duelo contra o Novorizontino; veja lista completa

    ver detalhes
  • Reservas foram a campo para último treino antes de duelo pelo Paulistão

    Corinthians faz último treino antes de encarar o Novorizontino no domingo; veja possível time

    ver detalhes
  • Em 2016, o Corinthians comprou 50% dos direitos econômicos de Marlone por R$ 4 milhões; pelo acordo, o Timão pagaria duas parcelas de R$ 500 mil e outras 20 parcelas mensais de R$ 150 mil

    Corinthians tenta efeito suspensivo para evitar cobrança de R$ 2,1 milhões na Justiça, que é negado

    ver detalhes
  • Último jogo do Corinthians no domingo à tarde na Neo Química Arena foi contra o Vasco, no Brasileiro

    Corinthians vai atuar pela primeira vez na temporada em um domingo à tarde; relembre horários

    ver detalhes
  • Pedrinho anota o primeiro gol do Corinthians no Brasileirão Sub-17

    Corinthians supera o Internacional e estreia com vitória no Brasileirão Sub-17

    ver detalhes
  • Corinthians conheceu detalhes de seu último compromisso na fase de grupos do Paulista

    Jogo entre Corinthians e Novorizontino é confirmado à tarde; jogos da rodada serão no mesmo horário

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x