Sem descartar mais saídas no fim do ano, presidente do Corinthians avalia trabalho de Coelho

4.5 mil visualizações 31 comentários Comunicar erro

Por Andrew Sousa e Rodrigo Vessoni

Emerson Sheik foi um dos sete nomes a deixar o Corinthians recentemente

Emerson Sheik foi um dos sete nomes a deixar o Corinthians recentemente

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Por conta do mau desempenho dentro de campo e dos seguidos resultados ruins, o Corinthians passou por uma reformulação brusca nos últimos dias. Além de Fábio Carille, outros sete membros da comissão técnica deixaram o clube. E segundo Andrés Sanchez, as mudanças podem não parar por aí.

"Vamos ver, até o final do ano alguma coisa tem", pontuou, de forma misteriosa, durante evento de inauguração de lanchonete temática do Corinthians no bairro do Tatuapé, na noite desta terça-feira.

Leia também: Andrés confirma que Tiago Nunes já 'participa de tudo', nega problemas financeiros e projeta mercado

Até o momento, a lista de saídas tem Fábio Carille (técnico), Shih Chien Chan Junior (auxiliar de preparação física), Fabinho (auxiliar) Leandro da Silva (auxiliar), Walmir Cruz (preparador físico), Dênis Luup (analista do Cifut) e Emerson Sheik (coordenador).

Escolhido para substituir o comandante até o final da temporada, quando Tiago Nunes assume o Timão, Coelho tem agradado. Em dois jogos, ele soma uma vitória, contra o Fortaleza, e um empate, contra o Palmeiras. O assunto, porém, é a mudança positiva que ele já mostrou no time. Andrés destacou os aspectos positivos, mas com ressalva.

"Sempre quando muda de treinador tem o lado bom. As pessoas te forçam a trazer treinador, te forçam a ficar com o treinador e quando você tira te criticam. Se você não tira, criticam também. É difícil. Infelizmente, no futebol brasileiro é ganhar, ganhar ou ganhar. Se o Coelho ganhar até o final do campeonato, ele é um excelente treinador. Se perder, é interino, tal, deixa para lá. Infelizmente é isso", concluiu.

Leia também: Sanchez se retrata por cobrança pública ao elenco, mas cobra vaga na Libertadores

Até o fim do ano, restam mais seis partidas para o ex-lateral no cargo de técnico interino. A primeira delas está marcada para este domingo, contra o Internacional, em confronto direto na briga por uma vaga na Libertadores de 2020.

Veja mais em: Andrés Sanchez e Dyego Coelho.

Veja Mais:

  • Corinthians conta com desejo de Luan para fechar o negócio para 2020

    Corinthians ganha 'ajuda' de Luan e mantém confiança em negociação

    ver detalhes
  • Duílio Monteiro Alves está prestes a iniciar terceiro ano seguido como diretor de futebol corinthiano

    Duílio se aproxima de marca que credenciou últimos presidentes do Corinthians

    ver detalhes
  • Quais jogadores do Corinthians se SALVAM para 2020

    VÍDEO: Quais jogadores do Corinthians se salvam para 2020

    ver detalhes
  • Urso, Manoel e Boselli foram três dos 11 corinthianos mais escalados por posição em 2019

    Sornoza? Boselli? Cadê o Love?! A 'seleção' dos que mais jogaram no Corinthians em 2019

    ver detalhes
  • Jadson foi tratado como um jogador interessante pelo presidente do Grêmio

    Presidente do Grêmio rechaça Clayson e até Cássio por Luan, mas depois elogia meia do Corinthians

    ver detalhes
  • Michael tem contrato com o clube goiano até 2021

    Presidente do Goiás diz que vai recusar proposta do Corinthians por Michael

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: