Arena Corinthians deu quase 20 motivos para Fiel se orgulhar nesta semana; veja lista

3.1 mil visualizações 15 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Gols com redução de 20%, equivalente à diferença salarial entre homens e mulheres no Brasil

Gols com redução de 20%, equivalente à diferença salarial entre homens e mulheres no Brasil

Reprodução/FPF/TV

Que a Arena Corinthians foi palco de um empate de 0 a 0 contra o Internacional pelo Campeonato Brasileiro masculino e principalmente de uma vitória das campeãs de 3 a 0 sobre o São Paulo pelo Campeonato Paulista feminino, você leitor do Meu Timão já sabia. O que provavelmente é novidade são outros 17 episódios que encheram (e encherão) de orgulho qualquer torcedor alvinegro. A lista foi organizada por Vinicius Manfredi de Azevedo, gerente de marketing do estádio corinthiano, em coluna publicada no site MKT Esportivo.

"O potencial de mobilização a partir dos clubes é de fato algo bem característico do futebol e temos que nos valer disso cada vez mais em prol da sociedade e da cidadania (...) Em tempos de intolerância e muito radicalismo, brilha uma luz de esperança em Itaquera! É muito mais que futebol!", diz Vinicius Manfredi, uma das principais cabeças por trás do marketing da Arena.

O Meu Timão expõe abaixo as 17 ações listadas por Manfredi. Olha só, Fiel!

Em Corinthians 3 x 0 São Paulo, pela final do Paulista Feminino

  • Foram 28 mil torcedores presentes após distribuição de quase 37 mil ingressos. O público foi recorde em jogos de futebol feminino no Brasil ao longo de toda a história. "A presença de um grande público que demonstrava em seu semblante a euforia de talvez nunca ter entrado na casa do Timão, dominado por muitas crianças e mulheres", escreveu Manfredi.
Torcida do Corinthians abraça equipe feminina

Torcida do Corinthians abraça equipe feminina

Bruno Teixeira/Ag. Corinthians

  • Houve doação de leite em pó por parte dos torcedores presentes em Itaquera. Tal ação não era obrigatória, mas havia sido sugerida à Fiel no momento da distribuição dos ingressos. O Corinthians agora repassará os alimentos arrecadados a instituições que deles necessitem.
  • Também foi citada pelo gerente alvinegro a festa de encerramento do Estadual, organizada pela Federação Paulista em conjunto com a Arena Corinthians antes de a bola rolar, "que fez jogadoras, comissões técnicas, representantes da federação, dirigentes, familiares e torcedores irem às lágrimas, numa prova clara que um nó entalado no peito acabara de ser desatado. Era o futebol feminino se consolidando, mesmo que ainda desguarnecido e enfrentando muitos obstáculos", como descrito por Manfredi.
  • Apelos pela igualdade de gênero foram difundidos de diferentes formas: pela playlist com músicas em tom empoderador colocadas para tocar no sistema de som do estádio, pelas mensagens nos telões e pelo bandeirão de "Respeita as Minas" nas arquibancadas.
  • A torcedora palmeirense Thaina Shimoda registrou sua primeira ida a um estádio de futebol com o pai, torcedor do Corinthians. E agradeceu ao futebol feminino por isso.
  • A ex-árbitra assistente Tatiane Sacilotti, que trabalhou na última Copa do Mundo e se aposentou em 2019, foi homenageada pela Federação Paulista e aplaudida pelo público.
  • Criada pela BETC/Havas, apoiada pela ONU Mulher e transmitida pela FPF/TV, uma campanha bastante chamativa visava alertar para a diferença salarial média de 20% entre homens e mulheres no Brasil: o placar da transmissão online da final, feita pelada Federação Paulista, registrou os gols com a mesma redução de 20%: os 3 a 0 se tornaram 2,4 a 0.
  • A campanha Novembro Azul incentivando homens a fazerem exames de prevenção contra o câncer de próstata foi levada a campo com faixas tanto no sábado, durante a final feminina, quanto no domingo, durante o jogo da equipe masculina.
  • Premiação respeitosa para campeãs e vice-campeãs, com reconhecimento e agradecimento das mulheres do São Paulo cada vez mais raros em cerimônias de campeonatos masculinos.
  • "A maior demonstração de cidadania e respeito que poderíamos ver em um estádio, onde torcedores se amontoavam na mureta para tirar foto com as atletas rivais, vice-campeãs, mas vencedoras de algo que transcende as quatro linhas: o respeito, o prestígio e o reconhecimento do futebol feminino", descreveu Manfredi, em referência ao carinho da Fiel para com jogadoras são-paulinas consagradas na história do futebol brasileiro feminino.

Em Corinthians 0 x 0 Internacional, pelo Brasileirão Masculino

  • Em parceria com o Observatório da Discriminação Racial no Futebol, as crianças que entraram em campo com jogadoras estavam vestidas com camisetas que faziam alusão o Dia da Consciência Negra, celebrado nessa quarta-feira.
  • Os recentes casos de racismo no futebol ucraniano contra os jogadores Dentinho e Taison, ex-Corinthians e ex-Internacional, respectivamente, foram destacados nos telões da Arena.
  • A playlist da Arena no domingo teve tom de combate à discriminação racial, mantendo a linha progressista ouvida na véspera, durante a decisão estadual do Feminino.
  • "Gaviões contra o racismo e a exclusão social", dizia o tradicional bandeirão da principal torcida organizada do Corinthians, estendido no setor Norte durante o jogo.
Bandeirão da Gaviões com mensagem contra discriminação

Bandeirão da Gaviões com mensagem contra discriminação

Divulgação

  • Uma família com uma criança portadora de TEA (Transtorno do Espectro Autista) foi prontamente atendida pelo serviço de WhatsApp da Arena, sendo alocada na recém-inaugurada sala adequada para pessoas com autismo. E fique ligada, Fiel: essa história será contada em detalhes aqui no Meu Timão nesta sexta-feira!
  • Um torcedor que havia recentemente realizado o sonho de crianças moradoras de Itaquera de conhecer o estádio do Timão agora lançou campanha de crowdfunding. O objetivo da vaquinha virtual é construir uma casa na comunidade onde os tais torcedores-mirins vivem.
  • Uma campanha da Gaviões da Fiel e da Estopim da Fiel levou 50 torcedores PCDs (sigla para pessoa com deficiência) à Arena Corinthians para assistir ao jogo. Foi uma homenagem a Alan Pereira, torcedor que morreu mês passado após ficar conhecido entre a Fiel como o homem que apareceu numa cadeira de rodas erguido pela torcida numa das mais icônicas imagens já registradas dentro do estádio alvinegro em seus cinco anos e meio de história.
Cadeirantes foram à Arena Corinthians no último domingo

Cadeirantes foram à Arena Corinthians no último domingo

Divulgação

Veja mais em: Arena Corinthians, Corinthians feminino, Campeonato Brasileiro, Torcida do Corinthians, Ações sociais do Corinthians e Ações de marketing.

Veja Mais:

  • Corinthians anuncia a contratação do meia Luan, de 26 anos

    Corinthians anuncia meia Luan como primeiro reforço para 2020

    ver detalhes
  • Parceria com o BMG foi anunciada no CT do Corinthians em 22 de janeiro de 2019

    Parceria entre Corinthians e BMG não deve render apenas Luan como reforço para 2020; entenda

    ver detalhes
  • Luan é o primeiro reforço do Corinthians para 2020

    Luan fala em realizar sonho de criança após anúncio oficial do Corinthians

    ver detalhes
  • The Arena Show, espaço de eventos musicais realizados no estacionamento do setor leste do Complexo Arena Corinthians

    Arena Corinthians quer receber até dez shows em 2020 com ajuda de parceiro especializado

    ver detalhes
  • Cantillo está há três temporadas no Junior Barranquila, da Colômbia

    Fiel se anima com possibilidade de Corinthians contratar colombiano Cantillo; veja tweets

    ver detalhes
  • Corinthians foi derrotado duas vezes em dois dias seguidos pelo Botafogo

    Corinthians ensaia virada, mas perde do Botafogo e fica com vice da Liga Sul-Americana

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: