Corinthians registra déficit de R$ 94,9 milhões no primeiro semestre de 2019; veja balancete

36 mil visualizações 557 comentários Comunicar erro

A segunda passagem do presidente Andrés Sanchez no Corinthians teve início em 2018

A segunda passagem do presidente Andrés Sanchez no Corinthians teve início em 2018

Danilo Fernandes/ Meu Timão

Se dentro de campo o Corinthians deixou a desejar, com um desempenho bem abaixo e resultados ruins, fora dele a situação também é bastante complicada. O clube do Parque São Jorge registrou um déficit de R$ 94,9 milhões no primeiro semestre deste ano. É o que o mostra o balancete divulgado nesta terça-feira - foi o primeiro publicado pelo clube em 2019.

O valor, que não engloba a dívida com a Arena Corinthians, se justifica pelos gastos excessivos com futebol, como folha salarial e pouco dinheiro arrecadado com venda de jogadores. Apesar do título do Paulistão, o departamento estava no vermelho em R$ 68,4 milhões.

Há de se ressaltar que o Timão ainda não recebeu o montante relacionado às cotas da televisão. A diretoria alvinegra, por sinal, aguarda a posição final do Corinthians no Campeonato Brasileiro para ter conhecimento do valor total de direitos de transmissão da televisão.

Com tudo isso, então, a dívida do Corinthians foi para R$ 626,2 milhões. A evolução financeira, por outro lado, foi de R$ 51,2 milhões. Vale lembrar que o orçamento do clube para 2019 previa superávit de R$ 650 mil.

No total, os alvinegros registraram déficit de R$ 18,7 milhões na temporada passada - a equipe havia conquistado o Paulistão e o vice da Copa do Brasil em 2018.

Receitas e despesas do Corinthians com futebol

Receitas

  • Direitos de transmissão de TV: R$ 91,8 milhões
  • Patrocínios: R$ 34,1 milhões
  • Premiações e Fiel Torcedor: R$ 12,4 milhões
  • Vendas de jogadores: R$ 21 milhões
  • Impostos sobre negociações: (R$ 10,5 milhões)
  • Receitas no período: R$ 189,7 milhões

Despesas

  • Pessoal: R$ 113 milhões
  • Serviços de terceiros: R$ 18,2 milhões
  • Gerais de administrativas: R$ 8,5 milhões
  • Custo com venda e aquisição de jogadores: R$ 3,1 milhões
  • Amortização de direitos: R$ 34,8 milhões
  • Futebol: R$ 14,7 milhões
  • Despesas administrativas: R$ 6,2 milhões
  • Total de despesas operacionais: R$ 219,1 milhões

Superávit/déficit operacional do futebol

  • Despesas financeiras: R$ 21,1 milhões
  • Despesas extraordinárias com a Arena Corinthians: R$ 7,4 milhões
  • Total do déficit do futebol: R$ 68,4 milhões

Clube social e esportes amadores

  • Receitas: R$ 17,7 milhões
  • Despesas: R$ 33,3 milhões
  • Déficit operacional: R$ 15,7 milhões
  • Total do déficit do clube social: R$ 26,5 milhões

Valor bruto

O déficit de R$ 94,9 milhões se dá pelo valor total do futebol (R$ 68,4 milhões) e também do esporte social e amadores (R$ 26,5 milhões).

Veja mais em: Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians conta com apoio do BMG se necessário para comprar Luan

    Corinthians confia em ajuda de patrocinador para ter Luan em concorrência com o Atlético-MG

    ver detalhes
  • Atacante André Luís disputou apenas cinco partidas pelo Corinthians

    Na espera de Tiago Nunes, atacante do Corinthians desperta interesse do Goiás

    ver detalhes
  • Presidente Andrés Sanchez detonou as últimas entrevistas do mandatário gremista

    Andrés Sanchez ataca presidente do Grêmio por negociação com Luan e diz: 'Não ofereci nenhum atleta'

    ver detalhes
  • Banco BMG é o patrocinador master do Corinthians desde janeiro deste ano

    Saiba quantas contas foram abertas via parceria entre Corinthians e BMG no primeiro ano

    ver detalhes
  • Matias Romano Ávila é diretor financeiro do Corinthians

    Diretor nega 'Corinthians quebrado' e esclarece busca por Luan e Michael

    ver detalhes
  • VÍDEO: Luan, Michael e Jorge: resumo do mercado da bola do Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: