Gustagol repete roteiro de um ano atrás e põe pulga na orelha de Tiago Nunes para 2020

49 mil visualizações 147 comentários

Gustagol terminou 2019 em alta e com boas perspectivas para próxima temporada

Gustagol terminou 2019 em alta e com boas perspectivas para próxima temporada

Danilo Fernandes/ Meu Timão

Se a promessa para 2020 é de um Corinthians mais ofensivo sob comando de Tiago Nunes, nada mais natural do que as atenções da Fiel se voltarem aos principais responsáveis por balançarem as redes adversárias. É nesse cenário que desponta, mais uma vez, em roteiro similar ao de um ano atrás, o nome de Gustavo Henrique da Silva Souza, o Gustagol.

Leia também: Jô no Corinthians? Diretoria nega, mas Ronaldo Giovanelli agita redes sociais; entenda

Em princípio, Mauro Boselli surgia como principal referência para o Corinthians de 2020. Melhor articulador do ataque alvinegro com a bola no chão, seja recebendo passes, fazendo pivô ou abrindo espaços, é o argentino quem tem estilo de jogo que mais se assemelha àquilo que Tiago Nunes propunha quando treinava o Athletico Paranaense.

De estilo similar ao novo treinador do Corinthians, o então interino Dyego Coelho, hoje de volta ao Sub-20, não demorou para também colocar tal ideia em prática. Bastou Fábio Carille ser demitido para Boselli surgir como potencial titular absoluto para a função de homem-gol.

Uma contratura muscular na coxa direita do argentino, porém, abriu espaço para Gustagol na reta final de 2019. Com três gols nos quatro últimos jogos do Corinthians, o camisa 19 brilhou como não fazia desde as primeiras semanas da temporada, época na qual somou números que o consagrariam artilheiro da equipe ao longo de todo o ano. Coelho teve tempo, inclusive, para ter a famosa "dor de cabeça boa" como interino do Timão.

Agora tal "pulga atrás da orelha" sobre o centroavante que merece iniciar 2020 como titular é transferida da cabeça de Coelho para a de Tiago Nunes. A exemplo do que aconteceu com Fábio Carille no início de 2019, o novo treinador do Corinthians estará diante de um Gustagol credenciado a jogar pelos bons números registados na temporada anterior.

Artilheiro do futebol brasileiro em 2018 quando emprestado ao Fortaleza, com 30 gols em 45 jogos, Gustagol deixa 2019 como principal goleador, se não do país, do Corinthians: foram 15 gols em 55 partidas, números melhores que os de Boselli e Love - confira abaixo.

A questão que fica é: Gustavo Henrique da Silva Souza seguirá honrando o apelido de Gustagol em 2020? Os corinthianos mal podem aguardar pela chegada de Tiago Nunes.

Médias de gols dos centroavantes do Corinthians em 2019

  • Gustavo: 0,27 gol por jogo (15 em 55)
  • Boselli: 0,23 gol por jogo (11 em 48)
  • Love: 0,19 gol por jogo (12 em 62)

Veja mais em: Gustavo, Mercado da bola, Tiago Nunes e Elenco do Corinthians.

Veja Mais:

  • Elenco comemora gol de Gustavo Silva sobre o Sport, pelo Brasileirão, na Neo Química Arena

    Corinthians recebe Red Bull Bragantino para se aproximar ainda mais do G6 no Brasileirão; veja tudo

    ver detalhes
  • Presidente do Corinthians lamentou tragédia que aconteceu na manhã deste domingo

    Presidente do Corinthians se solidariza após acidente aéreo que vitimou jogadores do Palmas

    ver detalhes
  • Vagner Mancini encerrou  neste domingo a preparação para duelo contra o Red Bull Bragantino

    Corinthians encerra preparação para enfrentar o Red Bull Bragantino; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Corinthians e Red Bull Bragantino se enfrentam nessa segunda-feira

    Corinthians tem favoritismo contra o Bragantino nas casas de apostas

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves assumiu a presidência do Corinthians no último dia 4 de janeiro

    Corinthians deverá desembolsar R$300 mil por mês após veto de suspensão de pagamentos do Profut

    ver detalhes
  • [Luis Fabiani] Mateus virou vital: a herança milionária que Mancini pode deixar no Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: