Um jogo e seis meses depois, contrato de filho de conselheiro com o Sub-23 do Corinthians termina

44 mil visualizações 256 comentários

Franzinho (de colete) foi revelado na base do Corinthians, mas não se firmou como profissional

Franzinho (de colete) foi revelado na base do Corinthians, mas não se firmou como profissional

Rodrigo Coca/FotoArena

O time Sub-23 do Corinthians gerou muita polêmica entre a torcida desde seus primeiros dias em atividade. Uma contratação, no entanto, foi o estopim para a revolta que gerou até abaixo-assinado para encerrar a categoria: a de Franzinho, filho do conselheiro Fran Papaiordanou.

Agora com 27 anos, o atleta assinou um contrato de seis meses que acaba justamente nesta terça-feira, dia 31 de dezembro. Durante o período, ele entrou em campo apenas uma vez. Como seu salário era de R$ 3,5 mil, o gasto com essa passagem foi, então, de R$ 21 mil.

Mesmo com a reprovação de alguns bastidores do clube, o presidente Andrés Sanchez bancou a contratação de Franzinho. Em esclarecimento, ele admitiu ter pedido uma vaga para o jogador na equipe comandada por Edson Leivinha.

"Nesse momento ele está usando a estrutura do clube para treinar, depois a gente vai ver o que vai acontecer. Foi um pedido especial meu. Lá vão ter jogadores acima de 23 e outros abaixo de 23", argumentou Andrés, se referindo aos tipos de contratações previstos para o Sub-23", disse o mandatário na época.

Leia também:
Lateral emprestado pelo Corinthians já treina em novo clube ao lado de ex-Sub-23
Meu Timão pede, e Coelho explica 'cenário ideal' para o Sub-23 funcionar no Corinthians
Dupla do Sub-23 tem contrato renovado para se recuperar de lesão nas dependências do Corinthians

Fran, vale lembrar, foi revelado pelo Corinthians ainda em 2011, quando participou da Copinha. Logo após, foi para o Guaratinguetá. Na sequência, passou por Paulista, Grêmio Osasco, Portuguesa, Nacional-SP, Atlético Sorocaba, Juventus, Noroeste e Primavera.

Além de Franzinho, o Timão contratou outros 24 jogadores para o Sub-23, que teve ano ruim e foi eliminado nas primeiras fases da Copa Paulista e do Brasileirão de Aspirantes. A intenção da diretoria é manter o time para 2020.

Veja mais em: Corinthians Sub-23.

Veja Mais:

  • Neo Química já foi patrocinadora máster do Corinthians na época de Ronaldo Fenômeno

    Neo Química, dona do naming rights, volta à camisa do Corinthians; saiba os detalhes 

    ver detalhes
  • Foi assim que o Corinthians de Mancini ajudou a mudar a história do Brasileirão 2020

    VÍDEO: Foi assim que o Corinthians de Mancini ajudou a mudar a história do Brasileirão 2020

    ver detalhes
  • Ex-Corinthians, Léo Príncipe cobra R$ 257,3 mil do clube na Justiça do Trabalho

    Ex-Corinthians, Léo Príncipe move ação contra o clube e cobra quase R$ 260 mil

    ver detalhes
  • Jô fez o terceiro do Corinthians na vitória contra o Sport

    Jô mantém ótima média na Neo Química Arena em jogos do Brasileiro; atacante fica perto da artilharia

    ver detalhes
  • 'Meio sinistro' | Vim parar na Neo Química Arena e não sei por quê | Isso é Corinthians

    VÍDEO: 'Meio sinistro' | Vim parar na Neo Química Arena e não sei por quê | Isso é Corinthians

    ver detalhes
  • Daniela Alves, técnica do time de base do Corinthians feminino, projetou o desempenho do Timão na competição nacional

    Daniela Alves vê Corinthians pronto para o Brasileiro Feminino Sub-18 e aposta em torneio disputado

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: