Jogadoras do Corinthians ressaltam sucesso de 2019 e 'torcem' por repetição nesse ano

1.1 mil visualizações 17 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Gabi Zanotti colocou o Corinthians como referência no futebol feminino no Brasil

Gabi Zanotti colocou o Corinthians como referência no futebol feminino no Brasil

Danilo Fernandes/ Meu Timão

A temporada de 2019 para o futebol feminino do Corinthians foi espetacular. Comandada pelo técnico Arthur Elias, a equipe foi destaque após conquistar títulos e quebrar recordes. Dois dos principais nomes do elenco, Érika e Gabi Zanotti, falaram sobre o sucesso do Timão em 2019 e ressaltaram que esperam que tudo se repita na temporada que se inicia agora.

"A torcida é sensacional. O que é a gente lotar uma Arena, o que é a gente lotar uma Fazendinha? O que é, em todos os jogos, terem torcedores, em todos os lugares que a gente se apresenta? Que sensação boa, espero que permaneça isso", elogiou Érika, em entrevista ao Band Esporte Clube, da TV Bandeirantes.

Em 2019, o Corinthians Feminino conquistou o bicampeonato da Libertadores após bater a Ferroviária na final. Além disso, o time ergueu Campeonato Paulista vencendo o rival São Paulo por 3 a 0, na Arena Corinthians. Essa disputa, inclusive, ficou marcada por levar o maior público a um estádio numa partida entre clubes de futebol feminino no Brasil, com 28.862 pessoas.

Os feitos não param por aí. A equipe feminina do Timão quebrou o recorde mundial de triunfos consecutivos, também foi vice-campeã brasileira e, em 47 partidas disputadas, somou 43 vitórias, três empates e apenas uma única derrota, resultando na marca de 93.62% de aproveitamento.

Gabi Zanotti também ressaltou o trabalho que foi feito em 2019 e reforçou a estrutura do Corinthians, que pode ser considerada referência no futebol feminino do Brasil.

"Foi um ano fantástico pra gente. Alcançamos, praticamente, todos os nossos objetivos que foram traçados no início da temporada. E, muito feliz com essa temporada 2019", disse a meia.

"O trabalho que é feito hoje, no Corinthians, é um modelo, é uma referência para todos os clubes no futebol feminino. Não adianta só dar camisa sem oferecer uma estrutura. O Corinthians hoje é uma referência no Brasil", completou.

Leia também:
Corinthians tem duas atletas convocadas para Seleção Brasileira Feminina Sub-17
Artilheiras recuperadas: as duas atacantes que podem substituir Millene no Corinthians
Corinthians mantém base campeã no feminino e se prepara para 2020; veja como ficou o elenco

Vale lembrar que, para continuar garantindo mais conquistas, o Timão já confirmou a permanência de 23 nomes, além de Arthur Elias, para 2020. Além disso, o clube anunciou a contratação da atacante Pâmela nesta segunda-feira.

Veja mais em: Corinthians feminino, Erika e Gabi Zanotti.

Veja Mais:

  • Corinthians fez primeiro treinamento no Brasil após disputa da Florida Cup

    Primeiro treino do Corinthians após Flórida tem mudança no meio de campo; veja provável time

    ver detalhes
  • Victor Cantillo comandou as ações ofensivas e defensivas do Timão no jogo

    Corinthians perde Cantillo para estreia no Paulistão

    ver detalhes
  • Guilherme Romão foi campeão da Copinha pelo Corinthians em 2017

    Corinthians veta a participação de lateral emprestado ao Botafogo-SP na estreia do Paulistão

    ver detalhes
  • Corinthians encara o Internacional por vaga na final da Copinha

    Corinthians encara Internacional em Barueri por vaga na final da Copinha

    ver detalhes
  • Cantillo é quem chega com mais moral para o Paulistão

    Como cada jogador do Corinthians chega para o Paulistão após a Florida Cup

    ver detalhes
  • Piton pode perder a posição no Corinthians, mas não por causa de nome

    [Tomás Rosolino] Piton pode perder a posição no Corinthians, mas não por causa de nome

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: