Arthur Elias valoriza profissionalização, cobra CBF e aposta em '2020 ainda melhor'

1.5 mil visualizações 12 comentários Comunicar erro

Por Andrew Sousa e Vitor Chicarolli, no CT Joaquim Grava

Treinador aprovou passo dado pelo clube fora das quatro linhas

Treinador aprovou passo dado pelo clube fora das quatro linhas

Vitor Chicarolli/Meu Timão

Referência no futebol feminino do Brasil, o Corinthians voltou a chamar atenção fora das quatro linhas nesta quinta-feira. De forma pioneira no país, o clube optou por profissionalizar o contrato de todas as jogadoras do elenco para 2020. Em coletiva na apresentação do plantel nesta sexta, o técnico Arthur Elias valorizou a medida.

"Foi crucial entender que era o momento certo de dar esse passo. O clube já tratava a modalidade como profissional, as condições e o respeito é todo de uma estrutura profissional. O que estamos falando é do vínculo de trabalho delas, o regime CLT", pontuou, antes de cobrar a mesma atitude da organização dos torneios, que ainda tem caráter amador.

"O que eu entendo é que a gente tá no momento de profissionalizar as competições. A CBF deveria colocar pelo menos a Série A1 como profissional. Isso gera um investimento maior, faz com que a modalidade desenvolva mercado. Entendo que isso é uma parte do desenvolvimento. Esse é o ponto que ainda era falha e conseguimos resolver com apoio total da diretoria. O caráter profissional, sobre o contrato delas, é uma grande parte do desenvolvimento do futebol feminino. Quero parabenizar a todos pela decisão do Andrés. É algo gratificante", completou.

Leia também:
Corinthians Feminino faz primeiro treino aberto para a imprensa em novo CT; saiba tudo
Andressinha justifica volta ao Brasil e projeta temporada do Corinthians: 'Foi fácil escolher'

Se fora de campo o Timão se torna cada vez mais exemplo, dentro dele o clube também tem destaque. Em 2019, vale lembrar, a equipe alvinegra fez temporada histórica, com título do Paulistão e da Libertadores, além do vice do Brasileirão e do recorde de vitórias consecutivas - com 34 triunfos em sequência. E para o comandante, a diretoria tem ligação direta com tudo isso.

"Conseguimos conquistar tudo isso com o crescimento da modalidade. A gente tem todo respaldo do presidente do clube. Ele confia em nós. As decisões são tomadas com muito critério. Uma continuidade é algo natural e que favorece muito para a sequência de sucesso e títulos. É uma responsabilidade que temos aqui. Quando se veste a camisa do Corinthians pensamos em conquistas. Os critérios fizeram com o que tivéssemos essa continuidade. E, claro, a vontade das jogadoras também ajuda muito. Teve continuidade na comissão técnica também. Trabalho com os mesmos profissionais há dez anos e isso facilita muito", explicou.

"Ano passado teve uma visibilidade maior acima de tudo. Então mais pessoas começaram a conhecer a modalidade. Foi um ano muito importante. O trabalho vitorioso e equipes de camisa atraíram um processo positivo. Eu acredito nisso há muitos anos. A gente sabe o potencial que tem para desenvolver muito mais. Espero essa continuidade. Tudo tem dado certo, desde audiência, nível de jogo, até o retorno financeiro para os clubes. Vejo 2020 ainda melhor do que o ano passado", completou, apostando em um bom ano do Corinthians.

Além do treinador, 23 jogadoras que fizeram parte das conquistas do ano passado renovaram seus vínculos com o clube. Para fortalecer ainda mais o grupo, quatro reforços foram contratados: Pâmela, Poliana, Gabi Portilho e Andressinha.

Veja mais em: Corinthians feminino e Arthur Elias.

Veja Mais:

  • Corinthians também pode parar uma guerra (impressionantes os números e as projeções)

    VÍDEO: Corinthians também pode parar uma guerra (impressionantes os números e as projeções)

    ver detalhes
  • Pedrinho corre para abraçar Jair Ventura após balançar as redes na semifinal da Copa do Brasil de 2018, contra o Flamengo

    Ex-técnico do Corinthians relembra gol anulado de Pedrinho e o exalta por transferência ao Benfica

    ver detalhes
  • Carlos Augusto foi titular do Corinthians nos últimos jogos

    Lateral do Corinthians comenta rotina em quarentena e possibilidade de ser titular

    ver detalhes
  • Mãe do goleiro Herrera morreu na última terça-feira

    Ex-goleiro do Corinthians perde a mãe por causa do coronavírus; país fica em comoção

    ver detalhes
  • Volante Éderson foi o último reforço anunciado pelo Corinthians nesta temporada

    Éderson detalha nova rotina durante quarentena e comenta concorrência no Corinthians: 'Problema bom'

    ver detalhes
  • [Julia Raya] Uma grata surpresa e uma grande decepção

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: