Cássio comenta momento delicado do Corinthians e pede força da Fiel em decisão da Pré-Libertadores

1.3 mil visualizações 41 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Goleiro Cássio se aquece para duelo contra o Botafogo-SP

Goleiro Cássio se aquece para duelo contra o Botafogo-SP

Danilo Fernandes / Meu Timão

O Corinthians sofreu a segunda derrota no Campeonato Paulista. Neste domingo, o Timão perdeu para a Inter de Limeira, por 1 a 0, na Arena em Itaquera. Ao final da partida, na saída do gramado, o goleiro Cássio reconheceu o momento delicado da equipe do Parque São Jorge nos últimos dois jogos.

"A gente vem de dois resultados negativos, mas quarta-feira é outra história. Agradecer a torcida, o pessoal que veio ao estádio nos 90 minutos apoiou. Sei que a gente vem de duas derrotas, mas a gente pede que a torcida que vier na quarta-feira seja a mesma coisa. Que a torcida ajude a empurrar. Precisamos dela", disse o arqueiro.

Leia também:
Torcida do Corinthians 'manda recado' para Tiago Nunes e lamenta nova derrota no Paulistão
Corinthians faz três e bate Palmeiras em dia de estreia do Brasileirão Feminino

Com a derrota para o Guaraní-PAR no jogo de ida pela Pré-Libertadores, o Timão precisa vencer os paraguaios, dentro de casa, na próxima quarta-feira. Para isso, Cássio demonstrou positividade e disse que não é hora de buscar culpados. Além disso, o arqueiro pediu para que a equipe tenha personalidade na decisão.

"É hora de ter personalidade, matar no peito e vamos todos juntos. Não é hora depois de duas derrotas ficar achando culpado, jogar para cá ou para lá. Não é legal duas derrotas, vamos trabalhar para fazer um grande jogo na quarta", completou.

Ao ser questionado se a torcida corinthiana já estaria impaciente com as atuações do time, o goleiro buscou minimizar a derrota e afirmou que acredita no apoio da Fiel também no duelo decisivo na próxima quarta-feira.

"Acho que não é assim. Sábado nós temos um jogo contra o São Paulo e eles vão gritar 'é sábado!'. Então, faz parte. Não vejo dessa maneira. Lógico que estamos numa fase de mata-mata, mas é normal. O que acontece depois do jogo, não tem problema, o importante é que os 90 minutos. Eles cantaram, gritaram, principalmente quando tomamos o gol. Eles apoiaram e essa é a torcida do Corinthians. E quarta-feira é outra história", finalizou o goleiro corinthiano.

O Timão volta a campo na próxima quarta, às 21h30, contra o Guaraní-PAR, na Arena Corinthians, pela Pré-Libertadores. Com a derrota no jogo de ida, o alvinegro precisa vencer os paraguaios por dois gols de diferença. A vitória por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis.

Já o próximo duelo pelo Campeonato Paulista acontece no sábado, quando o Corinthians visita o São Paulo, às 19h, no Morumbi, pela sexta rodada da competição.

Veja mais em: Cássio, Campeonato Paulista e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Arena Corinthians já registrou 200 jogos do Timão em sua história

    Confira se você sabe tudo da história dos jogadores na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Casuals terminou o torneio na 19ª colocação, um ponto acima da zona de rebaixamento

    Corinthian-Casuals se 'salva' do rebaixamento na sétima divisão inglesa por causa do coronavírus

    ver detalhes
  • Multicampeão pelo Corinthians, Sheik se aposentou em 2018

    Sheik relembra final da Libertadores e admite erro em polêmica com Dudu: 'Passei do limite'

    ver detalhes
  • A reviravolta na possível contratação de Felipe Prior pelo Corinthians

    VÍDEO: A reviravolta na possível contratação de Felipe Prior pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Rael era um dos nomes mais utilizados no Sub-20 do Corinthians

    Contrato de lateral chega ao fim, mas Corinthians mantém conversas por renovação; pandemia atrapalha

    ver detalhes
  • Zagueiro ainda não teve chance em jogo oficial do Corinthians

    Zagueiro emprestado pelo Corinthians fala de possibilidade de retorno e admite ansiedade por estreia

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: