Gil analisa nova filosofia do Corinthians, lamenta queda na Liberta e valoriza evolução defensiva

1.4 mil visualizações 24 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Gil deu um panorama geral sobre o início de temporada do Corinthians

Gil deu um panorama geral sobre o início de temporada do Corinthians

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O assunto principal do início de temporada no Corinthians é a mudança de filosofia. Após anos de futebol reativo, o clube passa por reformulação e propõe mais o jogo sob o comando de Tiago Nunes. Parte importante dessas transformações, Gil comentou o processo, que exige muito mais sua participação durante as partidas.

"Realmente existe uma mudança e toda mudança leva algum tempo para a gente se acostumar. Temos trabalhado muito no dia a dia para evoluir e isso tem sido mostrado dentro de campo. Hoje a gente propõe mais o jogo, então acabamos ficando mais com a bola e participamos mais da partida. Todos precisam participar muito, mas ao mesmo tempo também precisamos estarmos atentos no momento de defender, que é a nossa principal responsabilidade", afirmou, ao Lance!.

Leia também: Queda na Liberta não afeta orçamento do Corinthians, que busca ajustes para evitar déficit em 2020

Embora venha mostrando alguns pontos positivos no meio dessa transição, o Corinthians já sofreu o primeiro baque: caiu de forma precoce na Pré-Libertadores, contra o Guaraní. Para Gil, isso pode servir de aprendizado para a sequência da temporada.

"Claro que a gente não queria e lutamos muito para buscar essa vaga, mas não podemos ficar pensando nisso mais. Era um objetivo muito grande da temporada, mas infelizmente não foi possível. Tem que servir de lição e de aprendizado para não cometermos outros erros. Pressão não vejo, mas com certeza vamos ter que provar a cada jogo que temos condições de ir longe nas competições e vamos trabalhar muito para isso", lamentou.

Leia também: Ralf desabafa em primeira entrevista após saída do Corinthians: 'Tratado como qualquer um'

Apesar do adeus ao torneio continental, Gil faz questão de valorizar a evolução defensiva dos últimos jogos. A equipe alvinegra não sofreu gol em dois clássicos estaduais.

"É um início de trabalho e também início de uma mudança de filosofia. Conseguimos, por exemplo, não sofrer gols em clássicos importantes contra Santos e São Paulo, o que é relevante. Temos que seguir trabalhando para buscar o melhor equilíbrio. Não dá pra dizer que fica mais exposto, até porque a gente acaba propondo mais a partida e, na maioria das vezes, tem mais posse. É questão mais de ajustes e também de entrosamento com os novos jogadores que chegaram", concluiu.

Veja mais em: Gil, Tiago Nunes e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Vagner Love teve uma passagem discreta pelo futebol francês

    Quarteto ligado ao Corinthians aparece em lista de piores brasileiros que atuaram na França; confira

    ver detalhes
  • Marta no Corinthians ou no Flamengo? Craque lança a braba na internet

    VÍDEO: Marta no Corinthians ou no Flamengo? Craque lança a braba na internet

    ver detalhes
  • Ex-candidato à presidência fala em possibilidade de rebaixamento do Corinthians

    [Marco Bello] Ex-candidato à presidência fala em possibilidade de rebaixamento do Corinthians

    ver detalhes
  • Apito amigo? Arbitragem de Amarilla não sai da cabeça da Fiel até hoje

    1º de abril! Meu Timão esclarece oito grandes mentiras que rivais contam sobre o Corinthians

    ver detalhes
  • Deco teve excelente passagem pelo Fluminense na reta final de sua carreira

    Ex-jogador de Portugal revela que quase voltou ao Corinthians antes de boa passagem pelo Brasil

    ver detalhes
  • TV Globo informa que não adiantará última cota do Campeonato Paulista pelo surto do coronavírus

    Corinthians 'deixa de arrecadar' com Paulistão após decisão da TV Globo durante quarentena

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: