Dupla do Corinthians critica condição do gramado da Arena em empate: 'Nunca vi isso acontecer'

6.5 mil visualizações 62 comentários Comunicar erro

Por Andrew Sousa, Rodrigo Vessoni e Vitor Chicarolli, na Arena Corinthians

Gramado dificultou a vida dos jogadores do Corinthians na Arena

Gramado dificultou a vida dos jogadores do Corinthians na Arena

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O jogo da noite dessa quarta-feira entre Corinthians e Santo André não ficou marcado só pelo empate por 1 a 1 ou pelo gol heroico de Mauro Boselli. Durante e depois do confronto, o gramado da Arena, que não suportou a chuva e ficou impraticável por boa parte dos 90 minutos de jogo, também foi assunto de destaque.

Em seu duelo de número 44 na Casa do Povo, o zagueiro Pedro Henrique se surpreendeu com o que viu do campo alvinegro, que em pouco tempo de chuva fez várias poças e dificultou a condução e os passes dos atletas.

"Ninguém falou nada (sobre algum problema). Nunca vi acontecer com nosso gramado. Já tiveram chuvas piores e não aconteceu nada, infelizmente hoje aconteceu e tivemos que passar por cima. Passamos, mudamos o estilo de jogo e graças a Deus buscamos o empate", pontuou, na zona mista do estádio.

"O gramado encharcou muito rápido, muitas poças, não conseguíamos trocar passes. Pedrinho tentou conduzir, não conseguiu, mas tivemos que passar pro cima para buscar o resultado", completo.

Leia também:
Tiago Nunes explica troca de Boselli por Vagner Love no comando de ataque do Corinthians
Pedro Henrique lamenta empate, fala em falta de sorte e analisa protesto: 'É normal'

Em nota oficial divulgada ainda com a partida em andamento, vale destacar, o Corinthians descartou qualquer problema de funcionamento no sistema de drenagem, creditando a situação ruim do gramado ao volume grande de chuva que caiu na capital paulista.

Com menos jogos na Arena, o técnico Tiago Nunes também lamentou a condição do campo, que dificultou demais a vida do Timão - a equipe precisou mudar de característica para tentar buscar o empate.

"Acho que, sim (ficou ruim cedo). Para quem quer destruir, é muito mais fácil. Santo André joga muito atrás, está indo bem assim. Foi a primeira vez que viram o gramado nesse estado, muita chuva em tão pouco tempo durante um jogo. Ficou impraticável, tivemos que mudar tudo. Arremessar direto a bola para o ataque, com Gil de atacante. Quando secou um pouco, voltamos a tentar jogar. Gramado muito molhado, deixou o jogo impraticável na qualidade técnica. Ficou jogo coração", resumiu o comandante.

Veja mais em: Pedro Henrique, Tiago Nunes e Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Frente do novo CT da base do Corinthians, que ainda não tem data para ser concluído; novo coronavírus atrapalhará mais um pouco as obras

    CT da base do Corinthians tem obras paralisadas por conta do coronavírus; saiba detalhes

    ver detalhes
  • Meia respondeu comentário de Jorge Jesus que o comparou com pontas do futebol brasileiro

    Pedrinho é capa de jornal em Portugal e rebate Jorge Jesus: 'Não me conhece bem'

    ver detalhes
  • Trio se divertiu na casa de Pedrinho

    Trio do Corinthians se encontra e joga futmesa na casa de Pedrinho durante quarentena

    ver detalhes
  • Entenda por que o Corinthians só deve voltar a jogar no segundo semestre ou quem sabe em 2021

    ver detalhes
  • Atacante Jô detalha rotina no Japão durante quarentena

    Ex-Corinthians, Jô detalha rotina no Japão com surto do coronavírus e exalta sociedade local

    ver detalhes
  • Cher Lloyd publica fotos com camisa do Corinthians nas redes sociais

    Cantora britânica posta fotos com camisa do Corinthians e agita Fiel nas redes socais; confira

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: